Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Determinação do PCZ de adsorventes naturais utilizados na remoção de contaminantes em soluções aquosas

PCZ Determination of natural adsorbents used in removing contaminants from aqueous solutions

Freitas, Fernanda Beatriz Aires de; Câmara, Myrelle Yasmine de Freitas; Freire, Martins Daniel Freitas;

Completo:

A contaminação da água por metais pesados e compostos orgânicos tem se tornado um problema grave para o meio ambiente. Dessa forma, torna-se cada vez mais frequente a busca por meios que possam reduzir essa poluição em meio aquoso. Dentre as diferentes formas de remoção de poluentes, se destaca a adsorção, que consiste em transferência de um ou mais constituintes de uma fase fluida para a superfície sólida. No processo de adsorção diversos materiais são usados como adsorventes e a sua caracterização é necessária para a aplicação adequada dos mesmos. Uma caracterização de extrema importância é o ponto de carga zero (PCZ), que indica o valor do pH que a superfície do material é neutra, ou seja, o pH é constante. A metodologia empregada para a determinação do PCZ é a do “experimento dos 11 pontos”, onde se usa pH variando de 1,0 a 12. De modo que a adsorção do cátion é favorecida quando o pH da solução é maior que o PCZ, enquanto que a adsorção de ânions é favorecida quando pH é menor que o PCZ. Assim, este trabalho teve por objetivo determinar o ponto de carga zero do pó da casca de arroz, banana, coco, laranja, mamão, maracujá, melancia e melão. Os resultados encontrados foram de 5,38, 7,21, 4,43, 6,73, 5,36, 4,94, 6,05 e 6,31, respectivamente. Após analise e comparação dos resultados obtidos com outros trabalhos, foi possível perceber que todos os valores encontrados, estão de acordo com os encontrados na literatura em trabalhos realizados anteriormente. Portanto, o método utilizado é eficaz na determinação do ponto de carga zero dos materiais adsorventes.

Completo:

The water contamination by heavy metals and organic compounds has become a serious problem to the environment. Thus, it becomes more common the search for ways that might reduce this pollution in water. Among the different ways of removing pollutants adsorption stands out, it consists of transfer of one or more constituents of a fluid phase to the solid surface. In the adsorption process, diverse materials are used as adsorbents and their characterization is required for proper application. The characterization of extreme importance is the point of zero charge (PZC), which indicates the pH value that is when the material surface is neutral, i.e., the pH is constant. The methodology for determining the PZC is the "experiment of 11 points," which use pH ranging from 1.0 to 12. In order that the adsorption of cations is favored when the pH of the solution is greater than the PZC while the anion adsorption is favored when the pH is lower than PZC. This work aimed to determine the point of zero charge of the dust of rice husk, banana, coconut, orange, papaya, passion fruit, watermelon and cantaloupe. The results were 5.38, 7.21, 4.43, 6.73, 5.36, 4.94, 6.05 and 6.31, respectively. After analyzing and comparing the results with other studies, was possible to realize that all the values obtained, are in line with those found in the literature on work done previously. Therefore, the methodology used is effective in determining the point of zero charge of the adsorbent material.

Palavras-chave: Adsorção; ponto de carga zero; experimento dos 11 pontos; variação de pH; adsorventes naturais,

Palavras-chave: Adsorption; point of zero charge; experiment of 11 points; pH variation; natural adsorbents,

DOI: 10.5151/chenpro-5erq-am1

Referências bibliográficas
  • [1] BARROS, M. A. S.; ARROYO, P. A. Métodos de Remoção de Cromo de Águas Residuais. Métodos de Adsorção. Departamento de Engenharia Química/UEM, Maringá, PR, 2004.
  • [2] CAMBUIM, K. B. Carvão de endocarpo de coco da baía ativado quimicamente com H3PO4 e fisicamente com vapor d’água: produção, caracterização e aplicação. 2009. 139f. Tese (Doutorado em Química Analítica). Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa – PB, 2009.
  • [3] CARETTA, T. O. Avaliação do potencial das cascas de maracujá amarelo e de mexerica como biossorventes de metais pesados. 2010. 64f. Dissertação (Mestre em Química). Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2010.
  • [4] KUNZ, A.; PERALTA-ZAMORA, P. Novas tendências no tratamento de efluentes têxteis. Química Nova, n. 25, p. 78-82, 2002.
  • [5] MORAIS, W. A. Estudos de sorção de um corante aniônico modelo em partículas de quitosana reticulada. 2007. 109f. Dissertação (Mestre em Química). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
  • [6] MOREIRA, D. R. Desenvolvimento de adsorventes naturais para tratamento de efluentes de galvanoplastia. 2010. 79f. Dissertação (Mestre em Engenharia e Tecnologia de Materiais). Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, 2010.
  • [7] NUNES, A. S. Produção de adsorventes a partir da casca de amendoim visando a aplicação na remoção de corantes orgânicos. 2014. 66f. Dissertação (Mestre em Ciências Ambientais). Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Itapetinga, 2014.
  • [8] PANIAGUA, C.E.S.; BORGES, S.S.O.; COELHO, N.M.M. Estudo de caracterização da farinha da casca da banana na forma in natura e quimicamente modificada com tiosemicarbazida como biossorvente paraas (III). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE QUÍMICA, 55., 2015. Goiânia. Anais... Goiânia/Goiás, 2015.
  • [9] RAUBER, R.; CESTARI, C.; COSTA, K. C.; VASCONCELOS, H. L. Utilização de casca de melancia na adsorção do íon metálico Cd(II). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE QUÍMICA, 50., 2010. Cuiabá. Anais... Cuiabá – MT, 2010.
  • [10] REGALBUTO, J. R.; ROBLES, J. The engineering of Pt/Carbon Catalyst Preparation. University of Illinois: Chicago, 2004.
  • [11] RIBEIRO, G. A. C.; SANTANA, S. A A.; BEZERRA, C. W. B.; SILVA, H. A. S.; VIEIRA, A. P. Casca de arroz in natura e tratada com ácido nítrico como adsorventes para remoçao do corante têxtil violeta brilhante remazol. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE QUÍMICA, 51., 20 São Luís. Anais... São Luís, 20
  • [12] SCHIMMEL, D. Adsorção dos corantes reativos azul 5G e azul turquesa QG em carvão ativado comercial. 2008. 99f. Dissertação (Mestre em Engenharia Química). Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Toledo – PR, 2008.
  • [13] SILVA, M. V. R. Adsorção de cromo hexavalente por carvão ativado granulado comercial na presença de surfactante aniônico (LAS). 2012. 80f. Dissertação (Mestre em Engenharia Química). Universidade Federal do Pará, Belém, 2012.
  • [14] SOUZA, J. L. Mesocarpo do coco verde (Cocos nucífera) como adsorvente para os corantes: turquesa remasol e azul remasol. 2009. 137f. Dissertação (Mestre em Química Analítica). Universidade Federal do Maranhão, São Luís – MA, 2009.
  • [15] STRÖHER, A. P. Tratamento por adsorção em bagaço de laranja de um efluente da indústria têxtil. 2010. 80f. Dissertação (Mestre em Engenharia Química). Universidade Estadual de Maringá, Maringá – PR, 2010.
  • [16] VAGHETTI, J. C. P. Utilização de Biossorventes para Remediação de Efluentes Contaminados por Íons Metálicos. 2009. 99f. Tese (Doutorado em Química). Programa de Pós-Graduação em Química. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.
  • [17] VIEIRA, D. N.; PAVAN, F. Estudo da adsorção de cobre empregando mamão formosa como adsorvente. In: Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2010.
Como citar:

Freitas, Fernanda Beatriz Aires de; Câmara, Myrelle Yasmine de Freitas; Freire, Martins Daniel Freitas; "Determinação do PCZ de adsorventes naturais utilizados na remoção de contaminantes em soluções aquosas", p. 610-618 . In: Anais do V Encontro Regional de Química & IV Encontro Nacional de Química [=Blucher Chemistry Proceedings].. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2318-4043, DOI 10.5151/chenpro-5erq-am1

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações