Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Determinação da Potencialidade de Utilização da Pistia stratiotes como Agente Fitorremediador de Ambientes Naturais

Determining the Potential of Use of Pistia stratiotes as Phytoremediation Agent of Natural Environments

PINTO, Layane Érica da Silva; CÂMARA, Myrelle Yasmine de Freitas; FREITAS, Fernanda Beatriz Aires de; PINTO, Francisco Gustavo Hayala S.; SANTOS, Anne Gabriella Dias; MARTINS, Daniel Freitas Freire;

Completo:

Diante do crescimento da problemática ambiental, causada principalmente pelo homem, procuram-se métodos eficientes no sentido de amenizar tais impactos. A fitorremediação é uma técnica de biorremediação, em que se faz o uso de plantas para a descontaminação de ambientes. Os ambientes aquáticos, assim como os terrestres, são o destino final de um grande número de poluentes, principalmente dos resíduos industriais, que na maioria das vezes são ricos em metais pesados, causando ainda mais males ao ambiente e, consequentemente, aos animais e humanos que tenham contato com ele. Nos ambientes aquáticos, a fitorremediação pode ser realizada por macrófitas aquáticas, havendo várias espécies com um grande potencial de absorver nutrientes em excesso do ambiente e também metais pesados, permitindo que os ambientes fiquem menos eutrofizados. Deste modo, a técnica de fitorremediação se mostra bastante eficiente e ecológica, além de ser de baixo custo. Desta forma, o objetivo desse trabalho foi estudar o potencial fitorremediador de macrófitas aquáticas da espécie Pistia stratiotes presentes no rio Apodi/Mossoró em relação aos teores de bromo, cálcio, ferro, potássio, manganês, rubídio, enxofre, silício, estrôncio, zinco, fósforo, titânio, cloro, cobre, bário, níquel, ítrio, vanádio, zircônio, alumínio, cromo, európio, paládio e arsênio. Os métodos e análises foram realizados de acordo com os descritos no Manual de análise química de solos, plantas e fertilizantes da EMBRAPA (1999) e Standard Methods of APHA (2005). Foram determinados os teores de bromo, cálcio, ferro, potássio, manganês, rubídio, enxofre, silício, estrôncio, zinco, fósforo, titânio, cloro, cobre, bário, níquel, ítrio, vanádio, zircônio, alumínio e cromo na água do Rio Apodi/Mossoró, em um ponto localizado no trecho que corta a cidade de Mossoró, e no tecido vegetal das macrófitas aquáticas da espécie Pistia stratiotes presentes no mesmo local a partir do método Fluorescência de Raios-X. Calculou-se também o fator de bioacumulação e o fator de translocação de todos os elementos quantificados. A partir dos dados obtidos verificou-se a presença de macro e micronutrientes, elementos benéficos e elementos tóxicos, em várias porcentagens. De modo geral, a absorção dos elementos variou de acordo com a sua classificação e com o potencial remediador da Pistia stratiotes. Entretanto, a absorção de alguns elementos não ocorreu como o esperado, podendo ter ocorrido devido à disponibilidade do elemento no meio ou pela disputa entre os elementos a serem absorvidos pela planta. A partir dos fatores de translocação foi possível observar que o cloro e o estrôncio foram os elementos com as maiores porcentagens. De acordo com o fator de bioacumulação, o elemento que teve destaque foi o manganês, um micronutriente. Portanto, pode-se concluir que a partir do método FRX foi possível identificar uma grande quantidade de elementos na água do Rio Apodi/ Mossoró e no tecido vegetal da Pistia stratiotes, e por meio dos dados pôde-se verificar que esta macrófita aquática pode ser utilizada em processos de fitorremediação de ambientes naturais.

Completo:

Faced with growing environmental problems, caused mainly by man, it is looking for efficient methods in order to mitigate these impacts. Phytoremediation is a bioremediation technique, in which use is made of plants for the decontamination of environments. The aquatic environments, as well as terrestrial, are the ultimate target of a large number of pollutants, especially of industrial waste, which in most cases are rich in heavy metals, causing further harm to the environment and, consequently, to animals and humans who have contact with him. In aquatic environments, phytoremediation may be performed by aquatic macrophytes, having several species with a great potential to absorb excess nutrients from the environment and also heavy metals, allowing be less eutrophic environments. Thus, the phytoremediation technique proves itself very efficient and ecological, as well as being low cost. This way, the purpose of this study was to evaluate the phytoremediation potential of aquatic weeds species Pistia stratiotes present in the river Apodi/Mossoró compared to bromine content, calcium, iron, potassium, manganese, rubidium, sulfur, silicon, strontium, zinc, phosphorus, titanium, chlorine, copper, barium, nickel, yttrium, vanadium, zirconium, aluminum, chromium, europium, palladium and arsenic. The methods and analyzes were conducted in accordance with those described in Handbook of Chemical analysis of soil, plants and fertilizers EMBRAPA (1999) and Standard Methods of APHA (2005). They were determined bromine content, calcium, iron, potassium, manganese, rubidium, sulfur, silicon, strontium, zinc, phosphorus, titanium, chlorine, copper, barium, nickel, yttrium, vanadium, zirconium, aluminum and chromium in the river water Apodi/Mossoró, at a point located on the stretch that runs through the city of Natal, and in the plant tissue of aquatic weeds species Pistia stratiotes present in the same location from Fluorescence method of X-rays. It also calculated the bioaccumulation factor and the translocation factor in all the figures. From the data obtained showed the presence of macro and micronutrients, beneficial elements and toxic elements in various percentages. Generally, the absorption of the elements varied according to its classification and the potential remedial Pistia stratiots. However, the absorption of some elements did not occur as expected, and may be due to availability of the element in the middle or the dispute between the elements to be absorbed by the plant. From the factors translocation it was observed that strontium and chlorine are elements with higher percentages. According to the bioaccumulation factor, which had highlighted element was manganese, a micronutrient. Therefore, we can conclude that from the FRX method was able to identify a lot of elements in the water of the river Apodi/Mossoró and plant tissue of Pistia stratiotes, and through the data could be verified that this macrophyte can be phytoremediation process used in natural environments.

Palavras-chave: Fitorremediação; Macrófitas aquáticas; Pistia stratiotes; Rio Apodi/Mossoró; Poluição.,

Palavras-chave: Phytoremediation; Aquatic weeds; Pistia stratiotes; River Apodi/Mossoró; Pollution.,

DOI: 10.5151/chenpro-5erq-am21

Referências bibliográficas
  • [1] American Public Health Association, Standard methods for the examination of water and wastewater, Washington, 18 Ed.: 2005.
  • [2] AZEVEDO NETO, A. D. de; SACRAMENTO, B. L. do; MOURA, S. C.; SILVA, L. L.; ABREU, C. B. de. A baixa salinidade não afeta o crescimento de Pistia stratiotes. In: V Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental, Instituto Brasileiro de Estudos Ambientais (IBEA). Belo Horizonte: 1994.
  • [3] CANCIAN, L. F. Crescimento das macrófitas aquáticas flutuantes Pistia stratiotes e Salvinia molesta em diferentes condições de temperatura e fotoperíodo, Mestrado em Aquicultura na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, 66 f.: 2007.
  • [4] CANCIAN, L. F.; CAMARGO, A. F. M.; Silva, G. H. G. Crescimento de Pistia stratiotes em diferentes condições de temperatura e fotoperíodo, Acta bot. bras., V. 23, Nº. 2: 2009.
  • [5] COSTA, C. R.; OLIVI, P. A toxicidade em ambientes aquáticos: Discussão e métodos de avaliação, Química Nova, V. 31, Nº. 7: 2008.
  • [6] COUTINHO, H. D.; BARBOSA, A. R. Fitorremediação: Considerações gerais e características de utilização. Silva Lusitana, V. 15, Nº. 1: 2007.
  • [7] Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Manual de análises químicas de solos, plantas e fertilizantes, Brasília, 2ª Ed.: 1999.
  • [8] GILBERT, O. L.. The Ecology of Urban Habitats. Chapman and Hall. Londres: 1989.
  • [9] GONÇALVES JUNIOR, A. C.; LUCHESE, E. B.; LENZI, E. Avaliação da fitodisponibilidade de cádmio, chumbo e crômio em soja cultivada em latossolo vermelho escuro tratado com fertilizantes comerciais, Química Nova, V. 23, Nº. 2: 2000.
  • [10] HENRY-SILVA, G. G.; CAMARGO, A. F. M. Valor nutritivo de macrófitas aquáticas flutuantes (Eichhornia crassipes, Pistia stratiotes e Salvinia molesta) utilizadas no tratamento de efluentes de aquicultura, Acta Scientiarum, V. 24, Nº. 2: 2002.
  • [11] KERBAUY, G. B. Fisiologia Vegetal, Guanabara Koogan. Rio de Janeiro: 2004.
  • [12] KIRKBY, E. A.; RÖMHELD, V. Micronutrientes na fisiologia de plantas: funções, absorção e mobilidade, Informações Agronômicas, Nº. 118: 2007.
  • [13] MALAVOLTA, E. Manual de nutrição mineral de plantas, Editora Agronômica Ceres Ltda. São Paulo: 2006.
  • [14] MALAVOLTA, E. O futuro da nutrição de plantas tendo em vista aspectos agronômicos, econômicos e ambientais, Informações Agronômicas, Nº. 121: 2008.
  • [15] MARTINS, A. P. L.; REISSMANN, C. B.; FAVARETTO, N.; BOEGER, M. R. T.; OLIVEIRAS, E. B. de. Capacidade da Typha dominguensis na fitorremediação de efluentes de tanques de piscicultura na Bacia do Iraí – Paraná. R. Bras. Eng. Agríc. Ambiental, V. 11, Nº. 3: 2007.
  • [16] MARTINS, D.; VELINI, E. D.; NEGRISOLI, E.; TOFOLI, G. R. Controle químico de Pistia stratiotes, Eichhornia crassipes E Salvinia molesta em caixas d’água, Planta Daninha, V. 20, Edição Especial: 2002.
  • [17] MARTINS, Daniel Freitas Freire. Estudo integrado do potencial fitorremediador da Eichhornia crassipes em ambientes naturais e sua utilização para obtenção de extratos proteicos, Doutorado em Química na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 162 f.: 2014.
  • [18] OLIVEIRA, C. de. Características morfoanatômicas e fisiológicas na avaliação do potencial bioindicador e fitorremediador de Pistia stratiotes L. na presença de cádmio, chumbo e arsênio, Mestrado em Agronomia na Universidade Federal de Lavras, 163 f.: 2010.
  • [19] OLIVEIRA, J. A.; COSTA, C. C. VI-040 - Biomonitoramento dos níveis de Cd e Pb no Ribeirão São Bartolomeu, Município de Viçosa, Mg, através da utilização de Aguapés (Eichhornia crassipes (Mart.) Solms). In: VI Simpósio Ítalo Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental. Rio de Janeiro: 2002.
  • [20] PEREIRA, Fabrício José. Características anatômicas e fisiológicas de aguapé e índice de fitorremediação de alface d’água cultivados na presença de arsênio, cádmio e chumbo, Doutorado em Agronomia/Fisiologia Vegetal na Universidade Federal de Lavras, 116 f.: 2010.
  • [21] PEREIRA, P. F. et al. Pigmentos Lipossolúveis e Hidrossolúveis em Plantas de Salvínia sob Toxicidade por Cromo, Planta Daninha, V. 30, Nº. 4: 2012.
  • [22] RÖRIG, L. R. et al. From a water resource to a point pollution source: the daily journey of a coastal urban stream, Brazilian Journal of Biology, V. 67, Nº. 4: 2007.
  • [23] XIA, H.; MA, X. Phytoremediation of ethion by water hyacinth (Eichhornia crassipes) from water, Bioresource Technology, V. 97: 2006.
Como citar:

PINTO, Layane Érica da Silva; CÂMARA, Myrelle Yasmine de Freitas; FREITAS, Fernanda Beatriz Aires de; PINTO, Francisco Gustavo Hayala S.; SANTOS, Anne Gabriella Dias; MARTINS, Daniel Freitas Freire; "Determinação da Potencialidade de Utilização da Pistia stratiotes como Agente Fitorremediador de Ambientes Naturais", p. 784-795 . In: Anais do V Encontro Regional de Química & IV Encontro Nacional de Química [=Blucher Chemistry Proceedings].. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2318-4043, DOI 10.5151/chenpro-5erq-am21

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações