fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

AVALIAÇÃO DE DIFERENTES MATERIAIS SUPORTE PARA APLICAÇÃO NA BIOFILTRAÇÃO PARA REMOÇÃO DE ODOR DE SISTEMAS DE ESGOTOS SANITÁRIOS

FLORES, M. C.; SANCINETTI, G. P.; RODRIGUES, M. V.;

Artigo:

Os odores produzidos durante o tratamento dos esgotos sanitários causam incômodos, poluem a atmosfera e podem ser tóxicos (ex.: gás sulfídrico). A biofiltração aeróbia dos gases pode ser uma alternativa aos processos físico-químicos comumente utilizados na indústria devido a sua eficiência, além do baixo custo de instalação e manutenção. Este trabalho avaliou a adesão microbiológica nos seguintes materiais suportes: bagaço da cana-de-açúcar, lasca de madeira, espuma de poliuretano e partículas de PET para posterior aplicação na biofiltração para remoção de odores. Os valores médios de porcentagem de retenção de biomassa nos materiais foram: bagaço da cana-de-açúcar 26,2 +/- 6,5%; lasca de madeira 34,6 +/- 4,1%; espuma de poliuretano 62,5 +/- 19,0% e partículas de PET 1,0 +/- 0,6%. Observou-se que o a espuma de poliuretano apresentou melhores resultados de retenção de biomassa enquanto os materiais orgânicos apresentaram baixa adesão.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0966-22061-163049

Referências bibliográficas
  • [1] BELLI FILHO, P.; COSTA, R. H. R.; GONÇALVES, R. F.; CORAUCCI FILHO, B.; LISBOA, H. M. Tratamento de Odores em Sistemas de Esgotos Sanitários. In:Pós-tratamento de efluentes de reatores anaeróbios – Belo Horizonte: PROSAB,200 Cap. 8, p.455-490.
  • [2] 020406080Bagaço de cana Cascas de madeira Espuma depoliuretanoPETAdsorção (%) Material Suporte Condição 1Condição 2Área temática: Engenharia Ambiental e Tecnologias Limpas 6BURGESS, J.E.; SIMON, A.P.; STUET, R.M. Developments in odour control and waste gas treatment biotechnology: A review. Biotech. Ad., v.19, p,35-63, 2001.
  • [3] CHERNICHARO, C.A.L. Alternativas para o controle de emissões odorantes em reatores anaeróbios tratando esgoto doméstico. Eng. Sanit. Ambient, v.15, n.3, p.229-236, 2010.
  • [4] FNDAE – Fonds National Pour Le Developpement Des Adductions D’eau. Lutte Contre Les Odeurs De L’assainissement. Rédigé par Celine Debrieu. Of. Int. de I’Eau SNIDE. Doc. Tech. nº 13, 02/07/200
  • [5] FRECHEN, F. B. Odour emissions of wastewater treatment plants in West Germany.W. Sc. Tech., v. 30, p.35-46, 1994.
  • [6] GOSTELOW, P.; PARSONS, S.A.; STUETZ, R.M. Odour Measurements for Sewage Treatment Works. Wat. Res. vol. 35, n°. 3, p. 579-597, 2001.
  • [7] KHAN, F. I.; GHOSHAL, A. K. Removal of volatile organic compounds from polluted air. J. loss prev. in the proc. Ind., v. 13: p. 527-545, set. 2000.
  • [8] LEBRERO, R.; RODRIGUEZ, E.; GARCIA-ENCINA, P.A.; MUÑOZ, R. A comparative assessment of biofiltration and activated sludge diffusion for odour abatement. J. Haz. Mat., p. 622–630, 2011.
  • [9] MARÍN, P.; ALKALAY, D.; GUERRERO, L.; CHAMY, R.; SCHIAPPACASSE, M.C. Design and startup of an anaerobic fluidized bed reactor. Wat. Sc. Tech.y, v. 40, n. 8, p. 63-70, 199
  • [10] McNEVIN, D.; BARFORD, J. Biofiltration as an odour abatement strategy. Bioc. Eng. J., v.5, p.231–242, 2000.
  • [11] SILVA, M.B. Influência do tipo de meio suporte no desempenho de biofiltros aplicados à remoção de H2S do ar atmosférico em sistemas de esgoto sanitário. Vitória, UFES, (Dissertação de Mestrado) 2008.
  • [12] TACLA, R.M.B; Aproveitamento de resíduos industriais para a biofiltração do sulfeto de hidrogênio, Curitiba, UFPR, (Dissertação de Mestrado), 162p, 2004.
  • [13] YUMONO, A. S.; LAMMERS, P. S. Odor Pollution in the Environment and the Detection Instrumentation. Agricultural Engineering International: the CIGR J. Sc. Res. Dev., vol 4, 2004.
Como citar:

FLORES, M. C.; SANCINETTI, G. P.; RODRIGUES, M. V.; "AVALIAÇÃO DE DIFERENTES MATERIAIS SUPORTE PARA APLICAÇÃO NA BIOFILTRAÇÃO PARA REMOÇÃO DE ODOR DE SISTEMAS DE ESGOTOS SANITÁRIOS", p. 8003-8009 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0966-22061-163049

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações