fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

AVALIAÇÃO DA BIORREMEDIAÇÃO EM SOLO ARENOSO CONTAMINADO POR DIESEL

RIBEIRO, D. L. R.; MONTERO-RODRÍGUEZ, D.; ANDRADE, R. F. da S.; CAMPOS-TAKAKI, G. M. de; PALHA, M. de L. A. P. F.;

Artigo:

Incidentes envolvendo vazamentos de óleo são cada vez mais frequentes, resultando em danos ao meio ambiente. Esses eventos são consequências da intensificação da utilização do petróleo e seus derivados. Desta forma, diversas técnicas para remediar as áreas contaminadas por petróleo e seus derivados foram desenvolvidas, destacando-se entre elas a biorremediação. Neste sentido, foi realizado um ensaio de biorremediação em frascos contendo 60 g do solo arenoso, 5% p/p do contaminante (diesel) e inóculo de 5% da suspensão da bactéria Pseudomonas aeruginosa, mantida a 30ºC durante 30 dias. A avaliação do experimento foi feita através da quantificação do carbono orgânico e matéria orgânica existentes no solo antes e depois da biorremediação. A execução do ensaio demonstrou-se eficiente, uma vez que foi possível verificar a diminuição da matéria orgânica em até 87,88% ao final do processo. Evidenciando assim, que a biorremediação pode ser aplicada no tratamento de solos contaminados com diesel.

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-0274-26237-157685

Referências bibliográficas
  • [1] AISLABIE, J. M.; BALKS, M.R.; FOGHT, J.M. Bioremediation of hydrocarbon-contaminated polar soils. Extremophiles, v. 10, p. 171-179, 2006.
  • [2] ALEXANDER, M. Biodegr. and Biorem., 2º ed. San Diego, Californica, 1999.
  • [3] BENTO, D. M. ; BRAISCH, P.; MACHADO, M.I.; COSTA, J.A.; MARTINS, V. Biorremediação em ambiente impactado com óleo diesel. In: XVI Encontro de Química da Região Sul, Blumenau/SC. A Química como Ciência, Educação e Tecnologia. Blumenau, 2008.
  • [4] EMBRAPA. Manual de Métodos de Análise de Solo. Centro Nacional de Pesquisa de Solo. 2 ed., Rio Área temática: Processos Biotecnológicos 5de Janeiro, 1997.
  • [5] GHAZALI, F.M.; RAHMAN, R. N. Z. A.; SALLEH, A. B.; BASRI, M. Biodegradation of hydrocarbons in soil by microbial consortium. Int. Biodeterior. Andamp; Biodegr., v. 54, p. 61-67, 2004.
  • [6] SCHULTZ, F. M. Avaliação de microrganismos com potencial de degradação de Diesel e Biodiesel, 2010. 88 p., Dissertação (Pós-Graduação Microbiologia Agrícola e do Ambiente). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.
  • [7] TONINI, R.M.C.W.; REZENDE, C.E.; GRATIVOL, A.D. Degradação e biorremediação de compostos do petróleo por bactériais: Revisão. Oecologia Australis. v. 14, p. 1025-1035, 2010.
  • [8] VIDALI, M. Bioremediation. Na overview. Pure Appl. Chem., v. 73, p. 1163-1172, 2001.
  • [9] WYSZKOWSKA, J.; KUCHARSKI, J. Correlation between Number of Microbes and Degree of Soil Contamination by Petrol. Polish J. Environ. Stud., v. 10, p. 175-181, 2001.
Como citar:

RIBEIRO, D. L. R.; MONTERO-RODRÍGUEZ, D.; ANDRADE, R. F. da S.; CAMPOS-TAKAKI, G. M. de; PALHA, M. de L. A. P. F.; "AVALIAÇÃO DA BIORREMEDIAÇÃO EM SOLO ARENOSO CONTAMINADO POR DIESEL", p. 414-419 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-0274-26237-157685

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações