Abstract - Open Access.

Idioma principal

Atividade Antimicrobiana de Extrato Bruto e Fração Hexânica de Alecrim - Rosmarinus Officinalis L. (Lamiaceae), Frente À Patógenos Alimentares.

Atividade Antimicrobiana de Extrato Bruto e Fração Hexânica de Alecrim - Rosmarinus Officinalis L. (Lamiaceae), Frente À Patógenos Alimentares.

Chaul, Luíza Toubas; Sá, Stone de; Santos, Danillo Luiz dos; Conceição, Edemilson Cardoso da; Alves, Virgínia Farias; Paula, José Realino de;

Abstract:

INTRODUÇÃO: A segurança alimentar representa um grande desafio para a indústria alimentícia, especialmente porque nos últimos anos os consumidores tornaram-se mais exigentes e buscam alimentos de alta qualidade e livres de conservadores químicos. Essa realidade tem impulsionado a busca por alternativas naturais de conservação de alimentos. OBJETIVO: O presente estudo objetivou avaliar a atividade antimicrobiana do extrato bruto e da fração hexânica de Rosmarinus officinalis L. (Lamiaceae), popularmente conhecido como alecrim, frente a patógenos alimentares. PARTE EXPERIMENTAL: O material botânico foi obtido comercialmente de fornecedor local. As folhas, previamente secas, foram moídas em liquidificador industrial. Obteve-se o extrato bruto por percolação, concentrado em rotaevaporador e a fração hexânica foi obtida por partição. Em seguida, foram realizados testes de microdiluição em caldo, para a determinação da concentração inibitória mínima (CIM). Os patógenos testados foram Listeria monocytogenes ATCC 7644; Bacillus cereus ATCC 14579; Escherichia coli ATCC 8739 e Salmonella enterica subsp. enterica serovar Typhi ATCC 19430. RESULTADOS E DISCUSSÃO: O extrato bruto de R. officinalis apresentou fraca atividade (CIM = 1000 Andamp;#956;g/mL) frente aos micro-organismos testados. Por outro lado, a fração hexânica apresentou boa atividade (CIM= 125 Andamp;#956;g/mL) frente a L. monocytogenes ATCC 7644 e B. cereus ATCC 14579, atividade moderada frente a E. coli ATCC 8739 (CIM = 250 Andamp;#956;g/mL) e S. enterica subsp. enterica serovar Typhi ATCC 19430 (CIM = 500 Andamp;#956;g/mL). Estudos prévios observaram que a eficácia antimicrobiana de R. officinalis estava associada à sua composição fenólica, sendo que essa atividade era maior em frações do que no extrato bruto. A fração hexânica desse vegetal apresenta em sua constituição diterpenos fenólicos (ácido carnósico e carnosol), que possivelmente estão diretamente associados à sua atividade antimicrobiana. Os resultados obtidos no presente trabalho sugerem que a fração hexânica de R. officinalis apresenta potencial promissor na busca de alternativas naturais visando o controle de patógenos em alimentos.

Abstract:

Palavras-chave: Antimicrobianos naturais, Rosmarinus officinalis, patógenos alimentares,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/foodsci-microal-296

Referências bibliográficas
Como citar:

Chaul, Luíza Toubas; Sá, Stone de; Santos, Danillo Luiz dos; Conceição, Edemilson Cardoso da; Alves, Virgínia Farias; Paula, José Realino de; "Atividade Antimicrobiana de Extrato Bruto e Fração Hexânica de Alecrim - Rosmarinus Officinalis L. (Lamiaceae), Frente À Patógenos Alimentares.", p. 59-60 . In: Proceedings of the XII Latin American Congress on Food Microbiology and Hygiene [=Blucher Food Science Proceedings, v.1, n.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2359-201X, DOI 10.5151/foodsci-microal-296

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações