Resumo - Open Access.

Idioma principal

ASSOCIAÇÃO DA SÍNDROME METABÓLICA E ÍNDICE DE MASSA CORPÓREA COM A CLASSE ECONÔMICA EM ESCOLARES DA EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL DE ITAÚNA-MG

Carvalho, Fernanda S.; Gonçalves, Reginaldo; Mendes, Raquel Cristina; Lamounier, Joel Alves; Granjeiro, Paulo A.;

Resumo:

A Síndrome Metabólica (SM) é um transtorno representado por um conjunto de fatores de risco cardiovasculares, relacionados à deposição central de gordura e à resistência à insulina. Representa a combinação de pelo menos três componentes de cinco (hipertensão, hiperglicemia, HDL colesterol baixo, nível de triglicérides elevado, circunferência abdominal) alterados, definição recomendada pela I Diretriz Brasileira de Diagnóstico e Tratamento da (SM). O objetivo deste trabalho foi determinar a prevalência de SM e o Índice de Massa Corporal (IMC) relacionados com a classe econômica de estudantes com idade entre 6 e 10 anos do município de Itaúna-MG, usando a definição do NCEP ATP III adaptado para crianças. O grupo 1 foi composto pelas classes econômicas B1,B2 e C1 e o grupo 2, pelas classes C2,D e E. Participaram do estudo 287 estudantes de escolas municipais e estaduais, sendo 156 meninos e 131 meninas. A prevalência de SM geral foi de 9,05%, 3,48% para meninos e 5,56% para meninas. Nenhum estudante pertencia à classe A. A maioria dos alunos com SM pertencia às classes C2 e C1. Houve relação de aumento da idade com aumento de casos de SM e obesidade. As classes B2, C1 e C2, apresentaram maiores numero de alunos acima do peso. Os indivíduos acima do peso representam 24,96%, enquanto que 41,46% estão no peso normal. Indivíduos do grupo 2 apresentaram 1,7 vezes mais chance de terem sobrepeso. Concluímos que a prevalência de SM foi baixa, apesar da alta prevalência de sobrepeso. Indivíduos de classe econômica baixa apresentaram os maiores índices de sobrepeso. Estratégias envolvendo funcionários da escola, familiares e profissionais da saúde, para a realização de cursos e palestras sobre alimentação saudável são fundamentais na expectativa de que fomentem a adoção de melhores hábitos de vida e promovam as mudanças individuais e coletivas necessárias para a diminuição dos casos de (SM).

Resumo:

Palavras-chave: síndrome metabólica, índice de massa corporal, classe econômica,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/biochem-jaibqi-0090

Referências bibliográficas
Como citar:

Carvalho, Fernanda S.; Gonçalves, Reginaldo; Mendes, Raquel Cristina; Lamounier, Joel Alves; Granjeiro, Paulo A.; "ASSOCIAÇÃO DA SÍNDROME METABÓLICA E ÍNDICE DE MASSA CORPÓREA COM A CLASSE ECONÔMICA EM ESCOLARES DA EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL DE ITAÚNA-MG", p. 23-24 . In: Anais da V Jornada Acadêmica Internacional de Bioquímica [= Blucher Biochemistry Proceedings, v.1, n.1]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-5043, DOI 10.5151/biochem-jaibqi-0090

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações