fevereiro 2015 vol. 1 num. 2 - XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Artigo - Open Access.

Idioma principal

APROVEITAMENTO DE RESÍDUOS DE MADEIRA DE PINUS E BAGAÇO DE CANA DE AÇÚCAR PARA PRODUÇÃO DE CHAPAS DE MADEIRA AGLOMERADO

SILVA, A. A.; BERGAMASCO, R.; REZENDE, L. C. S. H.; SILVA, C. A.; FREITAS, B. O.;

Artigo:

O meio ambiente vem sendo utilizado como fonte de matéria prima para o setor agroindustrial. Os resíduos sólidos, como as sobras das indústrias madeireiras e bagaço de cana de açúcar possui baixo aproveitamento como material reciclável. Neste contexto, uma das maneiras de reaproveitamento destes resíduos é a confecção de chapas de madeira aglomerada. O objetivo deste trabalho foi estudar as diferentes proporções de incorporação das fibras do bagaço de cana e maravalhas de pinus na produção de chapas aglomeradas de madeira. O experimento foi composto por cinco tratamentos, variando a incorporação em T1=100% e 0%, T2= 75% e 25%, T3= 50% e 50%, T4= 25% e 75% e T5= 0% e 100% de maravalha e bagaço de cana respectivamente. A quantidade de resina foi de 12% e a densidade inicial do painel de 0,7 g/cm

Artigo:

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeq2014-1237-20321-172877

Referências bibliográficas
  • [1] ABNT – NBR 14.810-2. Chapas de madeira aglomerada. Parte 2: Requisitos. Rio de Janeiro, 2006.
  • [2] ABNT – NBR 14.810-3. Chapas de madeira aglomerada. Parte 3: Métodos de ensaio. Rio de Janeiro, 2006.
  • [3] BASTINELLI, R.A.G.; MARCILIO, C.; LAHR, F.A.R. Emprego do bagaço da cana de açúcar (Saccharum officinarum) e das folhas caulinares do bambu da espécie Dendrocalamus giganteus na produção de chapas de partículas. Pesq. e Tecno., v. 5, p. 297-305, 2008.
  • [4] BRITO, E.O. Produção de chapas de partículas de madeira a partir de maravalhas de Pinus elliotti plantado no Sul do Brasil. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) - Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba. 127f, 1995.
  • [5] BRITO, E.O. et al. Chapas de madeira aglomerada de uma camada de Pinus elliottii Engelm com a adição das cascas de Eucalyptus pellita F. Muell. Rev. Cerne., v. 11, n. 4, p. 369-375, 200
  • [6] CARVALHO, S.T.M. Propriedades Térmicas do Painel Aglomerado de Bagaço de Cana de Açúcar (Saccharum officinarum L.). Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia da Madeira). UFLN – Universidade Federal de Lavras. Lavras – MG. 66f. 2012.
  • [7] FIORELLI, J.; LAHAR. F.A.R.; NASCIMENTO. M.F.; SAVASTANO JR, H.; ROSSIGNOLO. J.A. Painéis de partículas à base de bagaço de cana e resina de mamona – produção e propriedades. Act. Scien. Tec. v 33. p. 401-406, Maringá – PR. 2011.
  • [8] IWAKIRI, S. Painéis de madeira reconstituída. FUPEF – Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná. Curitiba, p.130-15 2005.
  • [9] MENDES, R.F.; GUIMARÃES JR, J.B.; SANTOS, R.C.; CÉSAR, A.A.S. Efeito da associação de bagaço de cana, do tipo e do teor de adesivo na produção de painéis aglomerados. Ciênc. Flor. Santa Maria. v. 22, n. 1, p. 161-170. 2012.
  • [10] MOTA, S. Introdução à engenharia ambiental. Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - ABES, Rio de Janeiro, 4ª edição, p. 343, 2006.
  • [11] SILVA, O.G. Produção de etanol com a utilização do bagaço da cana de açúcar. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Curso de Tecnologia em Biocombustíveis. Faculdade de Tecnologia de Araçatuba. Araçatuba. 41f . 2010.
  • [12] Área temática: Engenharia Ambiental e Tecnologias Limpas 8WEBER, C. Estudo sobre viabilidade de uso de resíduos de compensados, mdf e mdp para produção de painéis aglomerados. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) – Universidade Federal do Paraná (UFPR). Curitiba – PR. 80f. 2011.
Como citar:

SILVA, A. A.; BERGAMASCO, R.; REZENDE, L. C. S. H.; SILVA, C. A.; FREITAS, B. O.; "APROVEITAMENTO DE RESÍDUOS DE MADEIRA DE PINUS E BAGAÇO DE CANA DE AÇÚCAR PARA PRODUÇÃO DE CHAPAS DE MADEIRA AGLOMERADO", p. 8399-8407 . In: Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - COBEQ 2014 [= Blucher Chemical Engineering Proceedings, v.1, n.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeq2014-1237-20321-172877

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações