Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

AMOBILIDADE BRASILEIRA COMO ETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO

Maia, Décio Magioli; Villela, Antonio Carlos Scardini; Machado, Guilherme Bastos; Belincanta, Juliana; Andrade, Miguel; Turkovics, Franck;

Artigo Completo:

A elevada disponibilidade de biomassa ligno-celulósica residual no Brasil apresenta potencial para importante incremento na produção de etanol. A obtenção de etanol a partir do bagaço de cana (etanol de segunda geração-2G) aumentará substancialmente o rendimento deste combustível por tonelada de cana processada. Para avaliar tecnicamente a sua aplicação em motores está sendo realizado, em 2014, um extenso teste de campo em todo o Brasil, em parceria com fabricantes de veículos, no qual se levará uma frota abastecida com o etanol 2G às principais capitais do país, num percurso de aproximadamente 20.000 km, para avaliar o novo produto em condições reais de condução quanto à dirigibilidade, emissões de poluentes, consumo do combustível, desempenho em retomadas de velocidades e durabilidade de componentes dos motores. Este trabalho apresenta os resultados iniciais de medição das emissões de poluentes, consumo de combustível e retomada de velocidades em pista de testes, comparando os valores obtidos para o etanol 2G e para o etanol convencional. Também apresenta a metodologia que está sendo utilizada no teste de campo e os resultados comparativos dos ensaios de durabilidade, realizados com motores em bancadas de ensaios, com o etanol convencional e com o etanol 2G. Por este conjunto de medições feitas até o momento, o etanol 2G pode ser considerado como adequado ao uso veicular. Falta a finalização do teste de campo e dos ensaios finais de desempenho, para a análise ser conclusiva e ocorrer a introdução do etanol 2G na mobilidade brasileira.

Artigo Completo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/engpro-simea2014-48

Referências bibliográficas
Como citar:

Maia, Décio Magioli; Villela, Antonio Carlos Scardini; Machado, Guilherme Bastos; Belincanta, Juliana; Andrade, Miguel; Turkovics, Franck; "AMOBILIDADE BRASILEIRA COMO ETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO", p. 333-350 . In: In Anais do XXII Simpósio Internacional de Engenharia Automotica - SIMEA 2014 [=Blucher Engineering Proceedings]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-simea2014-48

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações