Resumo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Zona de sombra: O caderno de campo como dispositivo etnográfico para processos interdisciplinares em design

Shade area: The field notebook as an ethnographic device for interdisciplinary processes in design

Moreira, Vania Medeiros; Barbosa, Lara Leite;

Resumo:

Este projeto busca investigar contribuições da etnografia para processos criativos em design no sentido propor uma discussão sobre os limites ontológicos da disciplina e apresentar possibilidades metodológicas. O Caderno de campo é o principal dispositivo deste trabalho e dele parte sua dimensão empírica. O objeto inicial de pesquisa surge em 2017, com trabalhadores da construção civil em São Paulo, que foram convidados a desenhar sua rotina de trabalho no canteiro de obras durante um mês. Este processo culminou em um livro subsidiado pelo projeto Contracondutas. Em 2018, o mesmo processo foi realizado com prostitutas de Salvador. Este doutorado prevê uma análise aprofundada desses dois trabalhos, somada a dois processos: Mulheres Possíveis – Corpo, gênero e encarceramento, com internas da Penitenciária Feminina da Capital (SP), iniciado em 2016 e atualmente em curso e Cuadernos de Medellín, que será desenvolvido em residência artística na Colômbia. Busca-se, a partir da produção de cadernos pelos(as) colaboradores(as), criar arquivos e construir coletivamente um vocabulário de análise de imagens. Os textos dos autores(as) dos estudos decoloniais são referenciais teóricos centrais na pesquisa. Decolonial é um termo que surge no âmbito dos estudos do chamado Pós-colonial e reúne teóricos de diversos países do Sul global na perspectiva de traçar uma cartografia mental e social de nossa época a partir de arquivos, linguagens e sujeitos, para além do cânone anglo-europeu

Resumo:

This project seeks to investigate contributions of ethnography to creative processes in design in order to propose a discussion on the ontological limits of the discipline and present methodological possibilities. The Field Notebook is the main device of this work and from it starts its empirical dimension. The initial research object appears in 2017, with construction workers in São Paulo, who were invited to design their work routine on the construction site for one month. This process culminated in a book subsidized by the Contraconductas project. In 2018, the same process was carried out with prostitutes from Salvador. This doctorate provides for an in-depth analysis of these two works, in addition to two processes: Possible Women - Body, gender and incarceration, with inmates from the Women's Penitentiary of the Capital (SP), started in 2016 and currently underway and Cuadernos de Medellín, which will be developed in artistic residency in Colombia. It is sought, from the production of notebooks by collaborators, to create files and collectively build a vocabulary of image analysis. The texts of the authors of the decolonial studies are central theoretical references in the research. Decolonial is a term that emerges in the context of the studies of the so-called Postcolonial and brings together theorists from different countries of the global South in the perspective of tracing a mental and social cartography of our time from archives, languages and subjects, beyond the Anglo- European canon.

Palavras-chave: design-gráfico; etnografia; decolonialidade,

Palavras-chave: graphic design; ethnography; decoloniality,

DOI: 10.5151/3spgfauusp-3SPDesign_13.pdf

Referências bibliográficas
Como citar:

Moreira, Vania Medeiros; Barbosa, Lara Leite; "Zona de sombra: O caderno de campo como dispositivo etnográfico para processos interdisciplinares em design", p. 13 . In: Anais do 3º Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Design da FAUUSP. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/3spgfauusp-3SPDesign_13.pdf

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações