Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

UTILIZAÇÃO DAS FERRAMENTAS MOORE GARG E RULA PRÉ PÓS MELHORIAS NO SETOR OPERACIONAL DE UMA INDÚSTRIA DE BEBIDAS

COSTA, Juliana Cecília Munhoz; KLEIN, Alison Alfred;

Artigo Completo:

As posturas adotadas para realização de tarefas laborais vêm sendo uma das principais queixas ergonômicas no ambiente de trabalho. Desta forma é relevante avaliar, pois tal situação pode causar desconforto, provocar danos à saúde, além de tornar susceptível o aparecimento de lesões osteomusculares. (LIMA, 2005). O objetivo desse estudo foi avaliar posturas de trabalho pré e pós melhorias no setor operacional de uma indústria de bebidas, através das ferramentas Rula e Moore Garg O posto avaliado foi reembalagem no período de novembro de 2014 a maio de 2015. Após ações de melhorias observaram-se variações nas posturas indicando posturas mais adequadas.

Artigo Completo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/engpro-conaerg2016-6043

Referências bibliográficas
  • [1] ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 14724: Informação e documentação. Trabalhos Acadêmicos - Apresentação. Rio de Janeiro: ABNT,
  • [2] 200
  • [3] COUTO, H.A. Ergonomia aplicada ao trabalho: manual técnico da máquina humana. Belo Horizonte, Ergo, v. 1, p. 35 1995.
  • [4] ESTRYN-BEHAR, M. Ergonomia hospitalar: teoria e prática. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENFERMAGEM DO TRABALHO, 7, Rio de Janeiro, Anais, p.96-105, 1996.
  • [5] Fiedler, NC, Menezes, NS, Azevedo, INC & Silva. Avaliação biomecânica dos trabalhadores em marcenarias no distrito federal. Ciência Florestal, 13:99-109, 2003.
  • [6] LIMA, J.; SOUZA, A. P.; MACHADO, C.C; OLIVEIRA, R.B. Avaliação de alguns fatores ergonômicos nos tratores “feller-buncher” e “skidder” utilizados na colheita de madeira. Revista Árvore, 29:291-298, 2005.
  • [7] SELL, I. Qualidade de vida e condições de trabalho. In: Medicina básica do trabalho. Curitiba: Gênesis, v.5, p. 158-175, 1995.
  • [8] SERRANHEIRA, F.; LIVA, A. S. LER/DORT: que métodos de avaliação de risco? Revista Brasileira de saúde ocupacional, 2010.
  • [9] SOUZA, A. C; FIALHO, C. A.; OTANI, N. TCC: métodos e técnicas. Florianópolis, Visual Books, 2007.
  • [10] WISNER, A. A inteligência no trabalho: textos selecionados de ergonomia. São Paulo: FUNDACENTRO, UNESP, p. 190. 1999.
Como citar:

COSTA, Juliana Cecília Munhoz; KLEIN, Alison Alfred; "UTILIZAÇÃO DAS FERRAMENTAS MOORE GARG E RULA PRÉ PÓS MELHORIAS NO SETOR OPERACIONAL DE UMA INDÚSTRIA DE BEBIDAS", p. 845-850 . In: 1º Congresso Internacional de Ergonomia Aplicada [=Blucher Engineering Proceedings, v.3 n.3]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-conaerg2016-6043

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações