Pôster - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

USO DA TELEMEDICINA COMO INSTRUMENTO DE REDUÇÃO DO TEMPO DE PERMANÊNCIA NO PRONTO SOCORRO

USO DA TELEMEDICINA COMO INSTRUMENTO DE REDUÇÃO DO TEMPO DE PERMANÊNCIA NO PRONTO SOCORRO

Oliveira, Thales Araujo De; Lora, Felipe Monti;

Pôster:

Justificativa

Com o surgimento dapandemia pelo novo Coronavírus em março de 2020 e a liberação pelo Ministérioda Saúde para o uso da Telemedicina, os serviços de saúde iniciaram processosde implantação e desenvolvimento desta nova tecnologia. Prontos socorros sãoconhecidos como locais de grande aglomeração e considerados ambientes de riscopara transmissão de doenças infecciosas. O menor tempo de permanência possívelnesse ambiente é uma demanda histórica, que se potencializou com a pandemia.Nesse sentido, a telemedicina possibilitou soluções inovadoras que diminuíram otempo médio de permanência (TMP) das famílias no ambiente hospitalar.

Objetivo(s)

Apresentar os resultadosencontrados a partir do uso da Telemedicina na conclusão do atendimento decrianças com coleta de exame de urina após passagem pelo Pronto Socorro doSabará Hospital Infantil.

Método(s)

Avaliação retrospectiva doTMP hospitalar na urgência das crianças para as quais foi realizado apenasexame de urina durante a passagem pelo Pronto Socorro no período de julho asetembro de 2019 e 2020.

Resultado(s)

Dos 282 atendimentos avaliados,foi verificado um TMP entre julho a setembro de 2019 de 157 mins e no períodode julho a setembro de 2020 de 44 mins, representando uma redução média de 72%no TMP dessas crianças

Conclusão(ões)

A Telemedicina se mostrouum impactante recurso para contribuir para diminuir o TMP no pronto socorro doSabará, com consequente redução dos níveis de aglomeração e exposição dasfamílias a um ambiente hospitalar. 

Pôster:

Justificativa

Com o surgimento dapandemia pelo novo Coronavírus em março de 2020 e a liberação pelo Ministérioda Saúde para o uso da Telemedicina, os serviços de saúde iniciaram processosde implantação e desenvolvimento desta nova tecnologia. Prontos socorros sãoconhecidos como locais de grande aglomeração e considerados ambientes de riscopara transmissão de doenças infecciosas. O menor tempo de permanência possívelnesse ambiente é uma demanda histórica, que se potencializou com a pandemia.Nesse sentido, a telemedicina possibilitou soluções inovadoras que diminuíram otempo médio de permanência (TMP) das famílias no ambiente hospitalar.

Objetivo(s)

Apresentar os resultadosencontrados a partir do uso da Telemedicina na conclusão do atendimento decrianças com coleta de exame de urina após passagem pelo Pronto Socorro doSabará Hospital Infantil.

Método(s)

Avaliação retrospectiva doTMP hospitalar na urgência das crianças para as quais foi realizado apenasexame de urina durante a passagem pelo Pronto Socorro no período de julho asetembro de 2019 e 2020.

Resultado(s)

Dos 282 atendimentos avaliados,foi verificado um TMP entre julho a setembro de 2019 de 157 mins e no períodode julho a setembro de 2020 de 44 mins, representando uma redução média de 72%no TMP dessas crianças

Conclusão(ões)

A Telemedicina se mostrouum impactante recurso para contribuir para diminuir o TMP no pronto socorro doSabará, com consequente redução dos níveis de aglomeração e exposição dasfamílias a um ambiente hospitalar. 

Palavras-chave: -,

Palavras-chave: -,

DOI: 10.5151/sabara2020-14

Referências bibliográficas
  • [1] -
Como citar:

Oliveira, Thales Araujo De; Lora, Felipe Monti; "USO DA TELEMEDICINA COMO INSTRUMENTO DE REDUÇÃO DO TEMPO DE PERMANÊNCIA NO PRONTO SOCORRO", p. 14 . In: Anais do 5º Congresso Internacional Sabará de Saúde Infantil. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/sabara2020-14

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações