Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Uma discussão sobre o objeto do design da informação

A discussion about the information design object

Passos, Ravi; Mealha, Óscar; Lima-Marques, Mamede;

Artigo Completo:

O propósito deste artigo é apresentar uma breve discussão sobre o design da informação no que tange seu artefato resultante em termos de projeto. A partir de levantamento bibliográfico e análise crítica envolvendo história e teorias do design, apresentam-se delimitações sobre conceitos fundamentais a fim de se favorecer a compreensão do que são os elementos da área, bem como suas relações. Como resultado, apresentam-se reflexões teóricas sobre termos que possibilitam alinhamentos e esclarecimento para a área do design da informação no que tange a determinação de características determinantes de seu objeto.

Artigo Completo:

The purpose of this paper is to present a brief discussion about Information design regarding the artefact that results from a design project. Using as methodology, critical analysis, literature review from design theories and historical perspectives, the present research introduces fundamental concepts to the understanding of design epistemology. As a result, reflections are delivered in terms of a theoretical contribution to the information design field.

Palavras-chave: design, informação, design da informação, conceitos e teorias, design, information, information design, concepts and theories,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/designpro-CIDI2015-cidi_152

Referências bibliográficas
  • [1] BONSIEPE, G. 1997. Design do material ao digital. Florianópolis: FIESC/IEL.
  • [2] BUCKLAND, M.K. 1991. Information as thing. Journal of the American Society for Information Science (JASIS), v.45, n.5, p.351-360.
  • [3] BÜRDEK, B. E. 2006. Design: história, teoria e prática do design de produtos. São Paulo: Blücher.
  • [4] CARDOSO, R. 2008. Uma introdução à história do design. São Paulo: Blücher.
  • [5] CARLINER, S. 2000. Physical, cognitive, and affective: a three-part framework for information design. Technical communication, v. 47, n. 4, p. 561-576.
  • [6] DAVIES, P. Andamp; Gregersen, N. H. (Pub.). 2010. Information and the nature of reality. New York: Cambridge University Press.
  • [7] DICIONÁRIO de Latim-Português. 2001. 2. ed. Porto: Porto.
  • [8] FARACO, C. E. Andamp; MOURA, F. M. 2003. Gramática nova. São Paulo: Ática.
  • [9] FARIA, E. (Org.). 1962. Dicionário: latino-português. 3. ed. Brasília: MEC.
  • [10] FERREIRA, A. B. H. 20 Dicionário Aurélio da língua portuguesa. 5. ed. Curitiba: Positivo.
  • [11] FLUSSER, V. 2007. O mundo codificado: por uma filosofia da comunicação. São Paulo: Cosac Naif.
  • [12] HAWKING, S. 2010. The grand design. United States: Bantam Books.
  • [13] HESKETT, J. 1997. Desenho industrial. Rio de Janeiro: José Olympio.
  • [14] HOLLIS, R. 2005. Design gráfico: uma história concisa. São Paulo: Martins Fontes.
  • [15] HOUAISS, A. Andamp; VILAR, M. S. 2009. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva.
  • [16] IDA – Information Design Association.[S.l.]: IDA, [19--?]. Disponível em: Andlt;http://www.informationdesignassociation.org.uk/Andgt;. Acesso em: 27 maio 2013.
  • [17] IIID – International Institute for Information Design. Brochure 2013. [S.l.]: IIID, 2013. Disponível em: Andlt;http://www.iiid.net/PDFs/IIID-Brochure.pdfAndgt;. Acesso em: 15 jun. 2011.
  • [18] JACOBSON, R. (Ed.). 1999. Information design. Cambridge: MIT Press.
  • [19] KATZ, J. 2012. Designing Information: Human factors and common sense in information design. New Jersey, USA: Wiley.
  • [20] LÖBACH, B. 2001. Design Industrial: bases para a configuração dos produtos industriais. São Paulo: Edgard Blücher.
  • [21] MICHAELIS, H. 1998. Michaelis: moderno dicionário da língua portuguesa. São Paulo: Melhoramentos.
  • [22] MIJKSENAAR, P. 1997. Visual function: an introduction to information design. Rotterdam: 010 Publishers.
  • [23] MUNARI, B. 1998. Das coisas nascem coisas. São Paulo: Martins Fontes, 1998.
  • [24] LONGMAN dictionary of contemporary English. 1987. 2nd ed.. Essex, England: Longman.
  • [25] PETTERSSON, R. 2002. Information design: an introduction. Amsterdam; Philadelphia: John Benjamins.
  • [26] PRIBERAM. 2011. Dicionário Priberam da língua portuguesa. Lisboa: Priberam. Disponível em: Andlt;http://www.priberam.pt/dlpo/Andgt;. Acesso em: 08 jun. 2012.
  • [27] PROENÇA FILHO, D. 2003. Noções de gramática em tons de conversa: língua portuguesa. São Paulo: Editora do Brasil.
  • [28] SBDI – Sociedade Brasileira de Design da Informação. [S.l.]: SBDI, [200-]. Disponível em: Andlt;http://www.sbdi.org.brAndgt;. Acesso em: 15 jun. 2011.
  • [29] SPINILLO, C. 2010. Conceitos fundamentais sobre o design da informação e a criação da SBDI. Conferência on-line. Entrevista semiestruturada concedida à Ravi Passos com uma das fundadoras da SBDI, a Professora Dra. Carla Spinillo, da Universidade Federal do Paraná – UFPR.
  • [30] STEVENSON, A.; LINDBERG, C. A. (Ed.). 2010. New Oxford american dictionary. 3rd ed. New York: Oxford University Press.
  • [31] TURNER, J. (ed.) 1996. The Dictionary of art. England: Macmillan Publishers.
Como citar:

Passos, Ravi; Mealha, Óscar; Lima-Marques, Mamede; "Uma discussão sobre o objeto do design da informação", p. 1007-1018 . In: . In: C. G. Spinillo; L. M. Fadel; V. T. Souto; T. B. P. Silva & R. J. Camara (Eds). Anais do 7º Congresso Internacional de Design da Informação/Proceedings of the 7th Information Design International Conference | CIDI 2015 [Blucher Design Proceedings, num.2, vol.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2318-6968, ISBN: 978-85-8039-122-0
DOI 10.5151/designpro-CIDI2015-cidi_152

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações