Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

TRATAMENTO DO POLUENTE EMERGENTE: 17Α-ETINILESTRADIOL UTILIZANDO PROCESSO FOTO-FENTON

FERREIRA, T. A.; CÂMARA, A. G.; SILVA-RACKOV, C. K. O.; NASCIMENTO, C. A. O.; CHIAVONE-FILHO, O.;

Artigo Completo:

Nas últimas décadas, muitos estudos têm focado na contaminação da água por micropoluentes orgânicos, incluindo contaminantes emergentes, como: produtos farmacêuticos e hormônios. Os métodos convencionais de tratamento de água são ineficientes, pois permitem a transferência destes contaminantes para o ambiente. O processo de oxidação avançada é um tratamento que permite tratar a água contaminada por esses poluentes. Uma alternativa promissora é o peróxido de hidrogênio, juntamente com o catalisador Fe2+ ativados por luz UV-visível, em que é formado o radical hidroxila, e esse radical ataca as moléculas dos contaminantes, transformando-os em produtos inócuos. Portanto, este estudo tem como objetivo o tratamento de água contaminada com o hormônio sintético 17α-etinilestradiol, usando peróxido de hidrogênio com Fe2+ ativado pela irradiação UV, emitida por lâmpada luz negra de 40 W. De acordo com os resultados, a melhor degradação foi em torno de 98%, usando 20 mmolar de peróxido de hidrogênio e 0,75 mmolar de Fe 2+ ao longo de 60 minutos de reação.

Artigo Completo:

Palavras-chave: poluente emergente,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2017-330

Referências bibliográficas
  • [1] BHANDARI, R. K. DEEM S. L.; HOLLIDAY, D. K.; JANDEGIAN C. M.; KASSOTIS, C.D.
  • [2] NAGEL, S. C.; TILLITT, D. E.; SAAL F. S.; ROSENFELD, C. S. Effects of the environmental
  • [3] estrogenic contaminants bisphenol A and 17a-ethinyl estradiol on sexual development and adult behaviors in aquatic wildlife species. Gen. Comp. Endocr., 214, 2015, 195–219
  • [4] BILA, D.; DEZOTTI, M. Desreguladores endócrinos no meio ambiente: Efeitos e consequências. Quim. Nova, v. 30, n. 3, p. 651–666, 2007.
  • [5] CETESB - Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental. Relatório de áreas contaminadas no Estado de São Paulo, 2013. Poluentes emergentes. Disponível em: . Acesso: 10 maio 201
  • [6] CLOUZOT, L.; MARROT, B.; DOUMENQ, P.; ROCHE, N. 17a-Ethinylestradiol: An Endocrine
  • [7] Disrupter of Great Concern. Analytical Methods and Removal Processes Applied to Water Purification, New York. Environ. Prog., v. 27, n. 3, 2008, 383-396,.
  • [8] DEBLONDE, T.; COSSU-LEGUILLE, C.; HARTEMANNA, P. Emerging pollutants in wastewater: A review of the literature. Int J Hyg Environ Health, 214(6), 2011, 442-44
  • [9] GIROTO, J.A. Estudo da Degradação Fotoquímica de Soluções Aquosas de Polietilenoglicol, Poliacrilamida e Polivinilpirrolidona. Tese de Doutorado. Departamento de Engenharia Química, Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, 2007.
  • [10] HEBERER, TH., REDDERSEN, K., 2001. Occurrence and fate of pharmaceutical residues in the aquatic system of Berlin as an example for urban ecosystems. Proceedings of the Second. International Conference on Pharmaceuticals and Endocrine Disrupting Chemicals in Water. October 9–11,2001, Minnea-polis,USA.
  • [11] IKEHATA, K., NAGHASHKAR, N.J., EI-DIN, M.G. Degradation of aqueous pharmaceuticals by ozonation and advanced oxidation processes: A review. Ozone Sci. Eng., 28 (6), 2006, 353-414.
  • [12] JOHNSON, A.C., BELFROID, A., Di CORCIA, A.D. Estimating steroid oestrogen inputs into
  • [13] activated sludge treatment works and observations on their removal from the effluent. Sci. Total Environ, 256, 2000, 163–173.
  • [14] NAGPAL, N. K.; MEAYS, C.L. Water Quality Guidelines for PharmaceuticallyactiveCompounds (PhACs): 17α-ethinylestradiol (EE2). Technical Appendix. Ministry of Environment Province of British Columbia, 2009.
  • [15] PADUÁ. V. L., de (Coordenador), Remoção de microorganismos emergentes e microcontaminantes em tratamento de águas: desrreguladores endócrinos. Rio de Janeiro: ABES, 2009.
  • [16] PIGNATELLO, J.J. Dark and photoassisted Fe3+-catalyzed degradation of chlorophenoxy
  • [17] herbicides by hydrogen peroxide. Environ. Sci. Technol. 26, 944–951, 1992.
  • [18] SANTOS, E. P. C. C. Remoção de Etinilestradiol no Tratamento de Água para Consumo Humano: Estudo em Escala Piloto. Tese de Doutorado – Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Engenharia, 2011.
  • [19] SILVA, F. Ocorrência de compostos de interesse emergente no aquífero dunas-barreiras e nos esgotos de Natal-RN. 2015. 56f. Dissertação (Engenharia Sanitária e Ambiental) – Centro de Tecnologia – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal. 2015.
  • [20] TERNES, T.A. Occurrence of drugs in German sewage treatment plants and rivers. Water Research, 32 (11), 1998, 3245-3260.
  • [21] ZEPP, R.G., FAUST, B.C., HOIGNE, J. Hydroxyl radical formation in aqueous reactions (pH 3–8) of iron(II) with hydrogenperoxide—the photo-Fenton reaction. Environ. Sci. Technol. 26, 313–319, 1992.
Como citar:

FERREIRA, T. A.; CÂMARA, A. G.; SILVA-RACKOV, C. K. O.; NASCIMENTO, C. A. O.; CHIAVONE-FILHO, O.; "TRATAMENTO DO POLUENTE EMERGENTE: 17Α-ETINILESTRADIOL UTILIZANDO PROCESSO FOTO-FENTON", p. 1874-1879 . In: Anais do XII Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.4]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2017-330

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações