Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

TRANSFORMAÇÕES DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA GLOBAL E O CRESCIMENTO DAS OPERAÇÕES PATRIMONIAIS

KAMIA, Felipe; VARGAS, Marco Antonio; BRITTO, Jorge;

Artigo Completo:

O crescimento da firma depende de duas dimensões: o conjunto de recursos que a define e a diferencia das demais firmas e o ambiente no qual a firma está inserida. Com base em seu conjunto de recursos e imersas em um ambiente específico, as empresas adotam estratégias com objetivo de promover o crescimento da firma. Esse processo resulta na transformação do próprio conjunto de recursos a disposição das firmas e, ao mesmo tempo, altera o ambiente no qual estão inseridas, modificando a trajetória de crescimento da firma de forma coevolutiva. O artigo investiga a emergência de novas estratégias empresariais na indústria farmacêutica, fruto de transformações em sua dinâmica competitiva, através da análise das operações patrimoniais realizadas no setor entre 1997 e 2015. Os resultados indicam a emergência de dois padrões. Um associado ao surgimento de start-ups biotecnológicas e de experimentação nos países centrais, e outro, à busca de novos espaços de acumulação para indústria farmacêutica nos mercados farmacêuticas emergentes.

Artigo Completo:

The growth of the firm depends on two dimensions: the pool of resources that define each firm and the environment that surrender it. Based on its pool of resources and grounded on specifics environments, firms adopts strategies pursuing growth. This process impact the resources of the firms and, concurrently, affect its environment, changing his evolutionary path in a coevolutive way. The article analyzes the emergence of business strategies using micro-data about mergers, acquisitions and joint ventures involving the pharmaceutical industry between 1997 and 2015. The emergence of two patterns was identified: The first one, localized on central economies, was related to the emergence of startups. The other was related to the pursuing of new accumulation spaces for the industry in the peripherical countries.

Palavras-chave: Indústria farmacêutica, fusões & aquisições, estratégias empresariais, regimes tecnológicos,

Palavras-chave: Pharmaceutical industry, mergers & acquisitions, business strategy, technological regimes,

DOI: 10.5151/enei2017-83

Referências bibliográficas
  • [1] BASTOS, D. Inovação farmacêutica: padrão setorial e perspectivas para o caso brasileiro. BNDES Setorial, 2005.
  • [2] CASSIOLATO, J. E.; LASTRES, H. M. M. Sistemas de inovação e desenvolvimento: as implicações de política. São Paulo em Perspectiva, v. 19, n. 1, p. 34–45, 2005.
  • [3] COHEN, W. M.; LEVINTHAL, D. A. Absorptive Capacity: A New Perspective on Learning and Innovation. Administrative Science Quarterly, v. 35, n. 1, p. 128, mar. 1990.
  • [4] DOSI, G.; NELSON, R. R. Technical change and industrial dynamics as evolutionary processes. Handbook of the Economics of Innovation, v. 1, n. 1 C, p. 51–127, 2010.
  • [5] DOSI, G.; TEECE, D. J. Organizational Competencies and the Boundaries of the Firm. Markets and organization, n. 1990, p. 281–302, 1998.
  • [6] EVALUATE PHARMA. World Preview 2015, Outlook to 2020. [s.l: s.n.]. Disponível em: . Acesso em: 6 jan. 2017.
  • [7] GADELHA, C. A. G.; MALDONADO, J. M. S.; VARGAS, M. A.; BARBOSA, P. R.; COSTA, L. S. A dinâmica do sistema produtivo da saúde: inovação e complexo econômico-industrial. 1. ed. Rio de Janeiro: Ed Fiocruz, 2012.
  • [8] GADELHA, C. A. G.; VARGAS, M. A.; MALDONADO, J. M. S.; BARBOSA, P. R. O Complexo Econômico-Industrial da Saúde no Brasil : dinâmica de inovação e implicações para o Sistema Nacional de Inovação em saúde. Revista Brasileira de Inovação, v. 12, n. 2, p. 251–282, 2013.
  • [9] GARAVAGLIA, C.; MALERBA, F; ORSENIGO, L; PEZZONI, M. Technological regimes and demand structure in the evolution of the pharmaceutical industry. Journal of Evolutionary Economics, v. 22, n. 4, p. 677–709, set. 2012.
  • [10] GUENNIF, S.; RAMANI, S. V. Explaining divergence in catching-up in pharma between India and Brazil using the NSI framework. Research Policy, v. 41, n. 2, p. 430–441, 2012.
  • [11] LUNDVALL, B.-Å.; JOHNSON, B; ANDERSEN, E.S.; DALUM, B. National systems of production, innovation and competence building. Research Policy, v. 31, n. 2, p. 213–231, 2002.
  • [12] MAGALHÃES, L. C. G.; LEAL, J.C.; SAFATLE, L.P.; AUREA, A.P.; TOMICH, F.A.; SILVEIRA, F.G.; BARBOSA, L.C.; CASTROS, B.R. Estratégias empresariais de crescimento na indústria farmacêutica brasileira: investimentos, fusões e aquisições, 1988-2002. p. 1–43, 2003.
  • [13] MALERBA, F.; ORSENIGO, L. Technological Regimes and Sectoral Patterns of Innovative Activities. 1997.
  • [14] MALERBA, F.; ORSENIGO, L. The evolution of the pharmaceutical industry. Business History, v. 57, n. 5, p. 664–687, 2015.
  • [15] MAZZUCATO, M.; DOSI, G. (EDS.). Knowledge accumuluation and Industry Evolution: The case of Pharma-Biotech. Cambrigde: Cambridge, 2006.
  • [16] NIGHTINGALE, P.; MAHDI, S. The evolution of pharmaceutical innovation. Knowledge Accumulation and Industry Evolution: The Case of Pharma-Biotech, n. 1996, p. 73–111, 2012.
  • [17] PENROSE, E. T. The theory of the growth of the firm. Oxford University Press. 2009. 1ed: 1959.
  • [18] RAHMEYER, F. From a routine-based to a knowledge-based view: towards an evolutionary theory of the firm. Elgar Companion to Neo-Schumpeterian Economics, n. 283, p. 159–180, 2007.
  • [19] RUIZ, A. U.; PARANHOS, J. O desenvolvimento de competências tecnológicas no setor farmacêutico pós-TRIPS: diferenças entre Brasil, Índia e China. ANPEC. Anais...Porto de Galinhas: 2012
Como citar:

KAMIA, Felipe; VARGAS, Marco Antonio; BRITTO, Jorge; "TRANSFORMAÇÕES DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA GLOBAL E O CRESCIMENTO DAS OPERAÇÕES PATRIMONIAIS", p. 1557-1576 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/enei2017-83

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações