Artigo - Open Access.

Idioma principal

Trade-off ou complementariedade entre C&T? Uma análise do papel do laboratório na conexão das redes de coinvenção e coautoria dos pesquisadores

Dias, Alexandre; Kannebley Júnior, Sérgio;

Artigo:

A nossa pesquisa adiciona uma contribuição àliteratura ao investigar como a participação em diferentes tipos delaboratórios de pesquisa está associada à importância que os cientistas possuemnas suas redes de colaboração científica e tecnológica e avaliar a extensão dasobreposição entre as duas redes condicionada à participação nestes laboratórios.Utilizamos uma base de dados de abrangência nacional para 1.756 laboratóriospúblicos de pesquisa brasileiros classificados em cinco categorias, cujasdiferenças se concentram na composição da estrutura de pessoal e no escopo dasatividades realizadas nos laboratórios. Combinamos dados de coinvenção empatentes e coautoria científica de 455 autores-inventores vinculados aoslaboratórios e estimamos como a participação nas diferentes categorias delaboratórios se relaciona com suas centralidades de intermediação, autovetor eproximidade em ambas as redes. Nossos resultados mostram que os autores-inventoresvinculados aos laboratórios com elevada participação de técnicos na estruturade pessoal são menos prováveis de ocupar posições centrais nas redes decolaboração científica e tecnológica e que aqueles vinculados aos laboratóriosuniversitários de média escala dedicados ao ensino, à pesquisa e aodesenvolvimento tecnológico estão mais susceptíveis de ocuparem posiçõesimportantes em ambas as redes. Além disso, encontramos que os autores-inventoresvinculados aos laboratórios de baixa escala tendem a ocupar posições menosimportantes quando a importância é ponderada pela centralidade de autovetor,enquanto os vinculados aos laboratórios de larga escala são mais prováveis deocupar posições centrais quando a importância é ponderada pela centralidade deproximidade.

Artigo:

Palavras-chave: redes de colaboração; ciência e tecnologia; análise de redes sociais; economia da ciência,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/enei2018-58

Referências bibliográficas
  • [1] ABBASI, A.; HOSSAIN, L. Evolutionary dynamics of scientific collaboration networks: multi-levels and cross-time analysis. Scientometrics, v. 89, p. 687-710, 201 BRANDES, U.; BORGATTI, S. P.; FREEMAN, L. C. Maitaining the duality of closeness and betwenness centrality. Social Networks, v. 44, p. 153-159, 2016. BRESCHI, S.; CATALINI C. Tracing the links between science and technology: an exploratory analysis of scientists’ and inventors’ networks. Research Policy, v. 39, p. 14-26, 2010. BRESCHI, S.; LISSONI, F.; MONTOBBIO, F. University pateting and scientific productivity: a quantitative study of Italian academic inventors. European Management Review, v. 5, p. 91-109, 2008. CAMERON, A. C.; TRIVEDI, P. K. Microeconometrics using Stata. College Station: Stata Press, 2009. 692 p. CARAYOL, N., MATT, M. Does research organization influence academic production? Laboratory level evidence from a large European university. Research Policy, v. 33, p. 1081-1102, 2004. CASSI, L.; PLUNKET, A. Research collaboration in co-inventor networks: combining closure, bridging and proximities. Regional Studies, v. 49, p. 936-954, 2015. CHERVEN, K. Mastering Gephi network visualization. Birmingham: Packt Publishing, 2015. 357 p. CIMENLER, O.; REEVES, K. A.; SKVORETZ, J. A regression analysis of researcher’ social network metrics on their citation performance in a college of engineering. Journal of Informetrics, v. 8, p. 667-682, 2014. CRESPI, G.; D’ESTE, P.; FONTANA, R.; GEUNA, A. The impact of academic patenting on university research and its transfer. Research Policy, v. 40, p. 55-68, 201 DE STEFANO, D. D.; ZACCARIN, S. Modelling multiple interactions in science and technology networks. Industry and Innovation, v. 20, p. 221-240, 2013. DE STEFANO, D.; FUCCELLA, V.; VITALE, M. P.; ZACCARINA, S. The use of different data sources in the analysis of co-authorship networks and scientific performance. Social Networks, v. 35, p. 370-381, 2013. DIAS, A. A. Produtividade científica e tecnológica nas infraestruturas de pesquisa brasileiras: uma abordagem baseada na interface entre C&T. 2017. 193 f. Tese (Doutorado) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. FABRIZIO, K. R.; DI MININ, A. Commercializing the laboratory: faculty pateting and the open Science environment. Research Policy, v. 37, p. 914-931, 2008. FERNÁNDEZ, A; FERRÁNDIZ, E; LEÓN, M. D. Proximity dimensions and scientific collaboration among academic institutions in Europe: the closer, the better? Scientometrics, v. 106, p. 1073-1092, 2016. FLEMING, L.; KING, C.; JUDA, A. I. Small worlds and regional innovation. Organization Science, v. 18, p. 938–954, 2007. FONSECA, B. P. F.; FERNANDES, E.; FONSECA, M. V. A. Collaboration in science and technology organizations of the public sector: a network perspective. Science and Public Policy, v. 44, p. 37-49, 2017. GURMU, S.; BLACK, G. C.; STEPHAN, P. E. The knowledge production function for university patenting. Economic Inquiry, v. 49, p. 192-213, 2010. HORTA, H., LACY, T. A. How does size matter for science? Exploring the effects of research unit size on academics’ scientific productivity and information exchange behaviors. Science and Public Policy, v. 38, p. 449-60, 201 JACKSON, M. O. Social and economic networks. New Jersey: Princeton University Press, 2008. 504 p. LUNDVALL, B.; JOHNSON, B.; ANDERSEN, E. S.; DALUM, B. National systems of production, innovation and competence building. Research Policy, v. 31, p. 213-231, 2002. MERTON, R. K. Social theory and social structure. New York: Free Press, 1968. 702 p. NEWMAN, M. The mathematics of networks. In: BLUME, L. The new palgrave encyclopedia of economics. 2. ed. 2008. Disponível em: . Acesso em: 23 set. 2014. STEPHAN, P. E. How economics shapes science. Cambridge: Harvard University Press, 2012. 367 p. WANG, G.; GUAN, J. The role of patenting activity for scientific research: a study of academic inventors from China’s nanotechnology. Journal of Informetrics, v. 4, p. 338-350, 201 WANG, G.; GUAN, J. Measuring science-technology interactions using patent citations and author-inventor links: an exploration analysis from Chinese nanotechnology. Journal of Nanoparticle Research, v. 13, p. 6245-6262, 201
Como citar:

Dias, Alexandre; Kannebley Júnior, Sérgio; "Trade-off ou complementariedade entre C&T? Uma análise do papel do laboratório na conexão das redes de coinvenção e coautoria dos pesquisadores", p. 1043-1063 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/enei2018-58

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações