Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

“TODA BOA, TODA BOA, ELA É TODA BOA”: SOBRE O ESTEREÓTIPO MIDIÁTICO DA MULHER BRASILEIRA NO IMAGINÁRIO PORTUGUÊS

Formiga, Simone; Alvelos, Heitor; Coelho, Luiz Antonio;

Artigo Completo:

A pesquisa investiga que propósitos o estereótipo da mulher brasileira, representado em contextos midiáticos portugueses, busca atender. Parte do pressuposto de que essas representações servem como um mecanismo simbólico de contraste perante uma ideia de virtude que se pretende conferir à mulher portuguesa e confirma o pressuposto assumido. Tem como objetivo principal contribuir para uma leitura mais eficaz de representações midiáticas, desenvolvendo um mecanismo de interpretação do universo imagético, buscando, assim, consolidar um conjunto de meios de decodificação de imagens. A metodologia desenvolvida foi baseada no pensamento de Panofsky, especificamente na classificação que o autor propõe dos níveis de interpretação de uma imagem (pré-iconográfico, iconográfico e iconológico) e no conceito de habitus de Bourdieu — “a identidade social define-se e afirma-se na diferença”. Foram analisadas vinte e duas páginas, doze páginas da revista Focus e dez páginas da revista Sábado, durante o período de setembro de 2010 a março de 2011. Foram encontradas vinte e seis imagens de atrizes/celebridades brasileiras, mas como algumas se repetem, são apenas vinte as atrizes/celebridades representadas.

Artigo Completo:

Palavras-chave: design editorial; imaginário português; estereótipo da mulher brasileira,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/despro-ped2016-0303

Referências bibliográficas
  • [1] BAKHTIN, Mikhail Mikhailovitch. Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. São Paulo: Hucitec, 1999.
  • [2] BARTHES, Roland. Inéditos, vol. 3: imagem e moda. São Paulo: Martins Fontes, 2005.
  • [3] BELTING, Hans. Por uma antropologia da imagem. In: Concinnitas, ano 6, volume 1, número 8, julho 2005.
  • [4] BOURDIEU, Pierre. A distinção crítica social do julgamento. São Paulo: Edusp; Porto Alegre: RS: Zouk, 2008.
  • [5] CANCLINI, Néstor García. A globalização imaginada. São Paulo: Editora Iluminuras LTDA, 2003.
  • [6] COELHO, Luiz Antonio L. Ator e identidade. In: Estudos de identidades: entre saberes e práticas. BASTOS, Liliane Cabral e LOPES, Luiz Paulo da Moita (orgs). Rio de Janeiro: Garamond, 2011.
  • [7] LIPPMANN, Walter. Opinião pública. RJ: Vozes, 2008.
  • [8] LIPOVETSKY, Gilles e SERROY, Jean. A cultura-mundo: resposta a uma sociedade desorientada. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.
  • [9] MACHADO, Igor José de Renó. Afetividade e poder entre os imigrantes brasileiros no Porto. In Cadernos Pagu (23), julho-dezembro de 2004, PP.257-278.
  • [10] MARTINS, José de Souza. A fotografia e a vida cotidiana: ocultações e revelações. In: O visual e o quotidiano. CARVALHO, Clara; GUSMÃO, Neusa Mendes de e PAIS, José Machado. (organizadores). Lisboa: ICS. Imprensa de Ciências Sociais, 2008.
  • [11] NOVAES, Luiza. Representação. In: Conceitos-chave em design. Luiz Antonio Luzio Coelho. (Org.). Rio de Janeiro; Teresópolis: Editora PUC-Rio; Novas Idéias, 2008, v. , p.46-47.
  • [12] PAIS, José Machado. Sociologia da vida quotidiana: teorias, métodos e estudos de caso. Lisboa: ICS. Imprensa de Ciências Sociais, 2007.
  • [13] PANOFSKY, E. “Iconografia e Iconologia: Uma introdução ao estudo da arte da Renascença”. In: Significado nas Artes Visuais. Tradução: Maria Clara F. Kneese e J. Guinsburg. São Paulo: Perspectiva, 2ª ed., 1986, p. 47-65.
  • [14] PONTES, Luciana. Mulheres brasileiras na mídia portuguesa. In: Cadernos Pagu (23), julho-dezembro de 2004, PP.229-256.
  • [15] SILVA, Sérgio Luiz P. Cultura visual e afirmações identitárias: novos processos de reconhecimento social. In: Anais do II Seminário Nacional Movimentos Sociais, Participação e Democracia – 25 a 27 de abril de 2007, UFSC, Florianópolis, Brasil – Núcleo de Pesquisa em Movimentos Sociais – NPMS.
  • [16] SMITH, Anthony D. Para uma cultura Global? In: Cultura global: nacionalismo, globalização e modernidade. FEATHERSTONE, Mike (coord.). Petrópolis: Editora Vozes, 1999.
  • [17] WALLERSTEIN, Immanuel. A cultura como campo de batalha ideológico do sistema mundial moderno. In: Cultura global: nacionalismo, globalização e modernidade. FEATHERSTONE, Mike (coord.). Petrópolis: Editora Vozes, 1999.
Como citar:

Formiga, Simone; Alvelos, Heitor; Coelho, Luiz Antonio; "“TODA BOA, TODA BOA, ELA É TODA BOA”: SOBRE O ESTEREÓTIPO MIDIÁTICO DA MULHER BRASILEIRA NO IMAGINÁRIO PORTUGUÊS", p. 3522-3534 . In: Anais do 12º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 9, n. 2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-ped2016-0303

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações