Full Article - Open Access.

Idioma principal

The design and science education: the design of visual artifacts for a scientific exhibition

Almeida, Délcio J. Emar de; Alessi, Júlio C.;

Full Article:

The article discusses the importance of designing and building communicational objects towards the dissemination of science in non-formal education spaces, from the perspective of the General Theory of Signs, in parallel to theories concerning analogies as strategies of knowledge improvement. It analyzes the representational dynamics of the signs, i.e., objects, pictures, words, sounds and ideas in meaningful relationships. The article also describes the development of objects named MAES -3DMF (Models Analogs to Outer Space in 3D Fluid Medium) and the organization of the visual communication structure made up for the exhibition entitled Espaço Multiverso. The intention of this work is to discuss on what would be the role of museums and exhibitions, classified as non-formal education spaces, in the process of building knowledge and culture. The methodology of research was based on some pillars: a theory review relevant to the theme, both designs from the MAES -3DMF and the exhibition, the application of research instruments and data analysis. The results indicate positive horizons that enable the discussion of caution in designing pedagogical models and communication tools based on analogies. They signalize new teaching perspectives, and also dissemination and democratization of scientific concepts to non-specialist audiences.

Full Article:

Palavras-chave: semiótica, analogias, modelos, design, educação não formal, semiotic,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/designpro-CIDI-48

Referências bibliográficas
  • [1] BROECK, F. V. 1989. O uso das analogias biológicas. Design e Interiores: Revista Brasileira do Design Industrial, Comunicação Visual e Arquitetura de Interiores, São Paulo, ano 2, n. 11, p. 97-99.
  • [2] CHELINI, M. J. E.; Lopes, S. G. B. C. 2008. Exposições em museus de ciências: reflexões e critérios para análise. Anais do Museu Paulista. São Paulo, v. 16, n. 2, p. 205-238, jul./dez.
  • [3] CURY, M. X. 2004. Comunicação museológica: uma perspectiva teórico-metodológica de recepção. São Paulo: IV Encontro dos Núcleos de Pesquisa da Intercom.
  • [4] DUARTE, M. C. 2005. Analogias na educação em ciências: contributos e desafios. Investigações em Ensino de Ciências – V10(1), p. 7-29, Instituto de Educação e Psicologia, Universidade do Minho, Braga, Portugal.
  • [5] ELIAS, D. C. N.; Amaral, L. H. Andamp; Araújo, M. S. T. 2007. Criação de um espaço de aprendizagem significativa no planetário do parque Ibirapuera. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, São Paulo, v. 7, n. 1.
  • [6] EMAR DE ALMEIDA, D. J. 2012. Multiverso: reconstrução de modelo análogo ao espaço sideral para divulgação da ciência. 2012. 143 f. (Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-graduação em Educação tecnológica) – Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais CEFET-MG, Belo Horizonte.
  • [7] GENTNER, D. 2002. Psychology of Mental Models. In: Smelser, N. J.; Bates, P. B. (Ed.). International Encyclopedia of the Social and Behavioral Sciences. Amsterdam: Elsevier Science, p. 9683-968
  • [8] GLYNN, S. 1994.Teaching science with analogy: a strategy for teacher and textbook authors. Reading Research Report, USA (National Reading Research Center. Universities of Georgia and Maryland) n. 15.
  • [9] GOMBRICH, E. H. 1995. Arte e Ilusão: um estudo da psicologia da representação pictórica. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 473 p.
  • [10] GRIFFIN, J. 1998. Learning science through practical experiences in museums. INT. J. Sci. EDUC, Australia, v. 20, n. 6, p. 655-663.
  • [11] HARRISON, A. G. Andamp; TREAGUST, D. F. 2006. Teaching and learning with analogies: friend or foe? In: AUBUSSON, P. J. et al. (Ed.). Metaphor and Analogy in Science Education. Netherlands: Springer, p. 11-24.
  • [12] JOHNSON-LAIRD, P. 1993. Mental models: towards a cognitive science of language, inference and consciousness. Cambridge, MA: Harvard University Press.
  • [13] KRAPAS, S.; Queiroz, G.; Colinvaux, D. Andamp; Franco, C. 1997. Modelos: uma análise de sentidos na literatura de pesquisa em ensino de ciências. Investigações em Ensino de Ciências, V2(3), p. 185-205.
  • [14] MARANDINO, M. Andamp; DÍAZ ROCHA, P. E. 2011. La biodiversidad en exposiciones inmersivas de museos de ciencias: implicaciones para educación en museos. Enseñanza de las Ciencias, 29(2), p. 221–236.
  • [15] MOLES, A. A. 1971. Em busca de uma teoria ecológica da imagem?. In: THIBAULT-LAULAN Anne-Marie (Org.). Imagem e comunicação. Tradução de Maria Yolanda Rodrigues. São Paulo: Melhoramentos, p. 49.
  • [16] MOREIRA, M. A. 1996. Modelos mentais. Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre, v. 1, n. 3, p. 193-232.
  • [17] NAGEM, R. L. 1997. Expressão e Recepção do pensamento humano e sua relação com o processo de ensino e de aprendizagem no campo da ciência e da tecnológica – imagens, metáforas e analogias. Seminário Educação em Ciências. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.
  • [18] NAGEM, R. L.; Carvalhares, D. Andamp; Dias, J. A. 2001. Uma proposta de metodologia de ensino com analogias. Revista Portuguesa de Educação, v. 14, n. 1, p. 197-213.
  • [19] NIEMEYER, L. 2003. Elementos de semiótica aplicados ao design. Rio de Janeiro: 2AB.
  • [20] NORMAN, D. A. 1990. The design of everyday things. New York: Basic Books, 261 p.
  • [21] NÖTH, W. 1995. Panorama da semiótica: de Platão a Peirce. São Paulo: Annablume.
  • [22] OLIVA, J. M.; Navarrete, A. Andamp; Azcárate, P. 2005. Las analogías como recurso en la clase de ciencias: distintos perfiles docentes. Enseñanza de las Ciencias, Número Extra, VII Congreso.
  • [23] OLIVEIRA, A. F. Andamp; NAGEM, R. L. 2010. Gênese, construção e aplicação de modelo analógico para o ensino de conceitos sobre astronomia. II SENEPT – Seminário Nacional de Educação Profissional e Tecnológica.
  • [24] PEIRCE, C. S. 2005. Semiótica. Tradução de José Teixeira Coelho Neto. 3. ed. 2. reimp. de 2000. São Paulo: Perspectiva.
  • [25] QUEIRÓZ, G.; Krapas, S.; Valente, M. E.; David, E.; Damas, E. Andamp; Freire, F. 2002. Construindo saberes da mediação na educação em museus de ciências: o caso dos mediadores do Museu de Astronomia e Ciências Afins / Brasil. Espanha: I Encontro Ibero-americano sobre Investigação em Educação em Ciências.
  • [26] RAMEY-GASERT, L.; Walberg III, H. J. Andamp; Walberg, H. J. 1994. Reexaming connections: museums as science learning environments. Science Education, 78(4), p. 354-363.
  • [27] SANTAELLA, L. 2010. Semiótica Aplicada. 5. reimp. da 1. ed. 2002, São Paulo: Cengage Learning, 186p
  • [28] SANTAELLA, L. 1983. O que é semiótica. 2. ed. São Paulo: Brasiliense.
  • [29] SANTAELLA, L. Andamp; NÖTH, W. 2008. Imagem: cognição, semiótica, mídia. 1. ed. 5. reimp. São Paulo: Iluminuras, 222 p.
  • [30] SARTRE, J. P. 1996. O imaginário. São Paulo: Ática, 254 p.
  • [31] TERRAZZAN, E. A.; Pimentel, N. L.; Silva, L. L.; Buske, R. Andamp; Amorim, M. A. L. 2005. Estudo das analogias utilizadas em coleções didáticas de física, química e biologia. Enseñanza de las Ciencias, NEC/CE/UFSM. Brasil, VII Congreso.
  • [32] THIBAULT-LAULAN, A. M. 1971. Imagem e Comunicação. In: THIBAULT-LAULAN, A. M. (Org.). Imagem e comunicação. São Paulo: Melhoramentos, p. 17.
Como citar:

Almeida, Délcio J. Emar de; Alessi, Júlio C.; "The design and science education: the design of visual artifacts for a scientific exhibition", p. 530-539 . In: In Coutinho, Solange G.; Moura, Monica; Campello, Silvio Barreto; Cadena, Renata A.; Almeida, Swanne (orgs.). Proceedings of the 6th Information Design International Conference, 5th InfoDesign, 6th CONGIC [= Blucher Design Proceedings, num.2, vol.1]. São Paulo: Blucher, 2014.
ISSN 2318-6968, ISBN: 978-85-212-0824-2
DOI 10.5151/designpro-CIDI-48

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações