Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

TESTE E CERTIFICAÇÃO DE EMISSÕES DE VEÍCULOS: DETECÇÃO DE DISPOSITIVOS INDESEJÁVEIS

BRANCO, Fábio C.; BRANCO, Gabriel M.;

Artigo Completo:

A recente discussão global sobre a desconformidade de veículos com a exigência ambiental, conhecida como "dieselgate", exige melhores critérios para avaliar o comportamento do motor em condições reais de condução e em ciclos padrão. Esta comparação demonstrará a existência de viés ou diferentes comportamentos em dinamômetro e tráfego real, o que caracteriza um dispositivo indesejável. A certificação de tipo requer testes de veículos sob condução estatisticamente representativa do tráfego real, estabelecido na lei por meio de um ciclo de condução padrão. No entanto, a gestão eletrônica do veículo permite um comportamento adaptativo para otimizar a calibração para cada estilo de condução do cliente, bem como para as condições de ensaio, o que prejudica a representatividade do próprio veículo de teste. Medir as emissões de escape e registrar os parâmetros operacionais do motor lidos na CAN são a chave para testar o veículo em uma rota real, desde que se verifique a representatividade estatística da velocidade e da aceleração do veículo no ensaio. 2 Parâmetros do motor e emissões instantâneas são analisados para identificar semelhanças em suas distribuições estatísticas, tanto no ciclo padrão como na rua. Um extenso banco de dados é coletado ao longo de várias rotas sob tráfego normal, para recriar o mapa do motor, recalculando as médias de emissões e consumo de combustível no ciclo padrão, a partir de dados de tráfego real.

Artigo Completo:

The recent global discussion of the vehicle emission compliance with the environmental requirement, known as “dieselgate”, demands enhanced criteria to evaluate the engine behavior in real driving conditions and in standard driving cycles. This comparison might demonstrate the existence of bias or different behaviors in dynamometer and real traffic, which characterize a defeat device. Type approval certification requires vehicle testing under driving conditions statistically representative of the real traffic, as established in the law through a standard driving cycle. However, vehicle electronic management allows for adaptive behavior to optimize calibration to each customer driving style, and so to the test requirement as well, which impair the representativeness of the test vehicle itself. Measuring the exhaust emissions and downloading the operational parameters from the engine CAN are the key for testing the vehicle along a real route, provided the representativeness of vehicle speed and acceleration in the test is statistically checked. Engine parameters and instant emissions are analyzed to identify similarities in their statistical distributions, both in the legal test cycle and the street. An extensive data bank is collected along many routes under normal traffic, to recreate the engine map, by recalculating the emissions and fuel consumption averages in the legal driving cycle from real traffic data.

Palavras-chave: emissões de veículos,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/engpro-simea2017-51

Referências bibliográficas
  • [1] i https://www.dieselnet.com/standards/cycles/ftp75.php
  • [2] ii IBAMA, 2011 – Programa de controle da poluição do ar por veículos automotores — Proconve/Promot/Ibama, 3 ed. — Brasília: Ibama/Diqua, 2011. 584 p.
  • [3] iii Franco, V.G., 2014 – Evaluation and improvement of road vehicle pollutant Emission factors based on instantaneous emission data processing – tese de doutorado; Escola de Tecnologia e Ciências Experimentais, Ispra (Itália) – Castelló de la Plana (Espanha) – Junho 2014.
  • [4] iv União Europeia. Regulamento (UE) 2016/427. Consultado em 29/mai/2017 em http://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/?uri=CELEX%3A32016R0427.
  • [5] v EPA, 2016 – Code of Federal Regulations, title 40, chapter I, subchapter C, part 86. Consultado em 29/mai/2017 em https://www.ecfr.gov/cgi-bin/textidx?SID=63fe509902b3249e679491edd73bdcd3&mc=true&node=pt40.21.86&rgn=di v5#se40.21.86_11809_610
  • [6] vi Tutuianu, M.; Bonnel, P.; Ciuffo, B.; Haniu, T.; Ichikawa, N.; Marotta, A.; Pavlovic, J. & Steven, H., 2015 – Development of the World-wide harmonized Light duty Test Cycle (WLTC) and a possible pathway for its introduction in the European legislation. Transportation Research Part D: Transport and Environment, volume 40, Outubro 2015, P. 61–75.
  • [7] vii Bishop, G.A.; Hottor-Raguindin, R.; Stedman, D. H.; McClintock, P.; Theobald, E.; Johnson, J.D.; Lee, D-W.; Zietsman, J.; Misra, C., 2015 – On-road Heavy-duty Vehicle Emissions Monitoring System – Environmental Science and Technology, 49, 1639−1645.
Como citar:

BRANCO, Fábio C.; BRANCO, Gabriel M.; "TESTE E CERTIFICAÇÃO DE EMISSÕES DE VEÍCULOS: DETECÇÃO DE DISPOSITIVOS INDESEJÁVEIS", p. 679-698 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-simea2017-51

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações