fevereiro 2016 vol. 2 num. 4 - GAMPI Plural 2015

Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Signo e Percepção do Espaço Interno Residencial

Sign and perception of residential indoor space

BERNARDI, Daniela; SOBRAL, João Eduardo Chagas;

Artigo Completo:

Este artigo tem por objetivo desenvolver uma abordagem teórica sobre a percepção do espaço interno residencial. A pesquisa aborda a semiótica, signos e percepção que geram uma visualização de como acontece o entendimento da imagem do espaço e funcionalidade dos objetos. Objetiva-se com este estudo criar um viés de entendimento acerca do tema percepção e design de interiores, para assim possibilitar estudos futuros para questões relacionadas ao tema.

Artigo Completo:

This article aims to develop a theoretical approach to the perception of the residential interior space. The research addresses semiotics, signs and perception that generate a preview of what happens understanding the space image and functionality of objects. Objective of this study is to create an understanding of bias on the subject perception and interior design, so as to enable further study on issues related to the theme.

Palavras-chave: semiótica; signos; percepção e design de interiores,

Palavras-chave: semiotics; signs; perception and interior design,

DOI: 10.5151/despro-gamp2015-AC_T1_01

Referências bibliográficas
  • [1] BAUDRILLARD, J. O sistema dos objetos. São Paulo: Perspectiva, 1993.
  • [2] BERGER, John. Modos de ver. Rio de Janeiro: Rocco, 1999.
  • [3] BIGAL, S. O design e o desenho industrial. São Paulo: Annablume, 2001.
  • [4] BÜRDEK, B. História, teoria e Prática do Design de Produtos. São Paulo: Edgar Blücher, 2006.
  • [5] COUTINHO, A.D.S. A teoria da percepção de Charles S. Peirce. UNICAMP. Disponível em: Acesso em: 08 de agosto 201
  • [6] DAMÁSIO, Antonio. O erro de Descartes: emoção, razão e o cérebro humano. São Paulo: Companhia das Letras, 199
  • [7] ECO, Umberto. A estrutura ausente: introdução a pesquisa semiológica. 7 ed. São Paulo: Perspectiva, 2005ª.
  • [8] FLUSSER, V. O mundo codificado: por uma filosofia do design e da comunicação. São
  • [9] GOMES FILHO, João. Gestalt do objeto: sistema de leitura visual da forma. 6. ed. SãoPaulo: Escrituras, 2000.
  • [10] KEY, A. A funcionalidade no design contemporâneo. In: MOURA, Mônica (org.). São Paulo: Edições Rosari, 2009.
  • [11] KOTLER, Philip. Administração de marketing: análise, planejamento e controle. 10. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2000.
  • [12] Navon, D. Forest before trees: The precedence of global features in visual perception. Cognitive Psychology, 1977.
  • [13] NÖTH, W. Panorama da semiótica: de Platão a Peirce. 3. ed. São Paulo: Annablume, 2005.
  • [14] Paulo: Cosac Naify, 2007.
  • [15] RITTER, V. F. Sensação, Percepção e Emoção no Espaço Projetado. Revista do Núcleo de Decoração do Vale, Balneário Camboriú- SC, p. 66 - 69, 10 maio 2012.
  • [16] SANTAELLA, L. O que é semiótica. São Paulo: brasiliense, 2004a.
  • [17] SANTOS, M. R. Design e Cultura: os artefatos como mediadores de valores e práticas
  • [18] sociais‖, in QUELUZ, M. L. P. Design & Cultura. Curitiba: Editora Sol, 2005
Como citar:

BERNARDI, Daniela; SOBRAL, João Eduardo Chagas; "Signo e Percepção do Espaço Interno Residencial", p. 1-9 . In: Anais do GAMPI Plural 2015 [=Blucher Design Proceedings, v.2, n.4]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-gamp2015-AC_T1_01

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações