Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

USABILIDADE DE PRODUTOS DE TECNOLOGIA ASSISTIVA PARA ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA DE PESSOAS COM DOENÇA DE PARKINSON

USABILITY OF ASSISTIVE TECHNOLOGY PRODUCTS FOR DAILY LIVING ACTIVITIES OF PEOPLE WITH PARKINSON DISEASE

Cabral, Ana Karina Pessoa da Silva; Sanguinetti, Danielle Carneiro de Menezes; Amaral, Daniela Salgado; Marcelino, Juliana Fonsêca de Queiroz; Martins, Laura Bezerra;

Artigo Completo:

A Doença de Parkinson (DP) é uma das principais causas de incapacidades físicas em pessoas acima de 60 anos. Para facilitar a realização das atividades de vida diária podem ser usados produtos de Tecnologia Assistiva, como as adaptações. O objetivo da pesquisa foi avaliar a usabilidade de produtos de Tecnologia Assistiva, impressos em 3D, para atividades de vida diária de pacientes com Doença de Parkinson, considerando as variáveis ligadas ao usuário e ao desempenho da tarefa (eficiência, eficácia e satisfação). Realizou-se estudo de campo, descritivo, com 5 sujeitos, por meio de entrevistas, observações do desempenho e aplicação de avaliação de satisfação do usuário com Tecnologia Assistiva de Quebec B-QUEST (2.0). Os resultados permitiram estabelecer requisitos para o projeto de produtos (adaptações) impressos em 3D, para serem usados nas atividades cotidianas de pessoas com DP, favorecendo mais autonomia e independência. Recomenda-se estudos futuros acerca da propriedade dos materiais das adaptações e do desempenho no ambiente cotidiano das pessoas com DP.

Artigo Completo:

Parkinson's disease (PD) is one of the leading causes of physical disability in people over 60 years of age. Assistive Technology products such as adaptations can be used to facilitate the activities of daily living. The objective of the research was to evaluate the usability of 3D Assistive Technology products for daily activities of patients with Parkinson's disease, considering the variables related to the user and the performance of the task (efficiency, effectiveness and satisfaction). A descriptive field study was carried out with 5 subjects, through interviews, performance observations and application of user satisfaction evaluation with the Quebec Assistive Technology B-QUEST (2.0). The results allowed to establish requirements for the design of products (adaptations) printed in 3D, to be used in the daily activities of people with PD, favoring more autonomy and independence. Future studies on the ownership of adaptation materials and performance in the daily environment of people with PD are recommended.

Palavras-chave: Usabilidade, Ergonomia, Tecnologia Assistiva,

Palavras-chave: Usability, Ergonomics, Assistive Technology,

DOI: 10.5151/16ergodesign-0072

Referências bibliográficas
  • [1] ALMEIDA, M.; CRUZ, G. Intervenções de terapeutas ocupacionais junto a idosos com doença de Parkinson. Rev. Ter. Ocup. Univ, São Paulo, v. 20, n. 1, p.29-35, jan. 2009.
  • [2] BRYANT, D.; BRYANT, B. Assistive Technology for People with Disabilities. 2ª ed. 201
  • [3] CARVALHO, K. E. C.; JÚNIOR, M. B. G.; NUNES SÁ, K. Tradução e validação do Quebec User Evaluation of Satisfaction with Assistive Technology (QUEST 2.0) para o idioma português do Brasil. Rev. Bras Reumatol. v. 54, n. 4. p. 260-267, 2014.
  • [4] CARVALHO, K.E.C. de. Tradução para a Língua Portuguesa do Brasil e Validação do Quebec User Evaluation of Satisfaction with Assistive Technology (Quest 2.0). 2013. Tese (Mestrado em medicina) - Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Salvador, 2013.
  • [5] CAVALCANTI, A.; GALVÃO, C. Terapia Ocupacional: fundamentação e prática. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan, 2007. 531p.
  • [6] COOK, A.; POLGAR, J. Assistive Technologies: Principles and Practice, 4ª ED. HARDCOVER. 2014.
  • [7] COOPER, R. A.; OHNABE, H.; HOBSON, D. A. An Introduction to Rehabilitation Engineering (Series in Medical Physics and Biomedical Engineering). Hardcover – December 26, 2006.
  • [8] FALCÃO, C.; SOARES, M. M. Usabilidade de Produtos de Consumo: uma análise dos conceitos, métodos e aplicações. Estudos em Design, Revista (online), Rio de Janeiro: v. 21, n. 2, p. 01-26, 2013, ISSN 1983-196X.
  • [9] FILHO, A.N.B. Diretrizes para a escolha do produto de tecnologia assistiva. In: OLIVEIRA, A.I.A.; LOURENÇO, J.M.Q.; LOURENÇO, M.G.F. Perspectiva da Tecnologia Assistiva no Brasil: pesquisa e Prática. Belém: EDUEPA, 2008, p. 115-120.
  • [10] FINDLEY, L. The economic impact of Parkinson’s disease. Parkinsonism Relat Disord. 2007; 13: 8– 12.
  • [11] FOLSTEIN MF.et al. Mini Mental state. J Psychiat. Res. 1975; 12:189-98
  • [12] GRANDJEAN, E.; KROEMER, K. H. E. Manual de ergonomia: Adaptando o Trabalho ao Homem. Posto Alegre: Bookman, 2005.
  • [13] HOHMANN, P.; CASSAPIAN, M. R. Adaptações de baixo custo: uma revisão de literatura da utilização por terapeutas ocupacionais brasileiros. Rev. Ter. Ocup. Univ. São Paulo, v. 22, n. 1, p. 10-18, jan./abr. 2011.
  • [14] IIDA, I. Ergonomia: projeto e produção. 2. ed. São Paulo: Edgard Blücher, 2005.
  • [15] ISO 9241. Ergonomic requirements for office work with visual display terminals (VDTs) – guidance on usability. Genebra, 1998.
  • [16] JANKOVIC, J. Parkinson’s disease: clinical features and diagnosis. Journal of Neurology, Neurosurgery & Psychiatry, v. 79, n. 4, p. 368-376, jul. 2007.
  • [17] JORDAN, P. W. An introduction to usability. London: Taylor & Francis, 1998.
  • [18] LEVENTHAL, L. M.; BARNES, J. A. Usability Engineering: process, products and examples. Pearson, 2008.
  • [19] LIKERT, R. A technique for the measurement of attitudes. Archives of psychology, vol. 22, 140, 1932.
  • [20] Martignoni E, Franchignoni F, Pasetti C, Gerriero G, Picco D. Psychometric properties of the unified Parkinson's disease rating scale and of the short Parkinson's evaluation scale. Neurol Sci. 2003;24:190-1
  • [21] NIELSEN, J. Usability engineering. San Diego (CA): Academic Press, 1993.
  • [22] NIELSEN, J.; MACK, R. L. Usability inspection methods. New York: John Willey & Sons, 1994.
  • [23] OLIVEIRA, L. M. B. Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) / Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPD) / Coordenação-Geral do Sistema de Informações sobre a Pessoa com Deficiência. Cartilha do Censo 2010 – Pessoas com Deficiência. Brasília: SDH-PR/SNPD, 2012.
  • [24] PELOSI, M.B. O papel do terapeuta ocupacional na Tecnologia Assistiva. Caderno de Ter. Ocup. da UFSCar, v. 13, n 1, p. 39-46, mai./ago. 2005.
  • [25] POLLOCK, N.; McCOLL, M. A.; CARSWELL, A. Medida de performance ocupacional canadense. In: SUMSION, T. Pratica baseada no cliente na terapia ocupacional: guia para implementação. São Paulo: Roca, 2003.
  • [26] ROGERS, J.; HOLM, M. Avaliação das áreas de desempenho ocupacional. Seção I. In: NEISTADT, M.E.; CREPEAU, E.B. Terapia Ocupacional. Willard & Spackman. 9. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002. p. 167-188.
  • [27] SANTOS, A.; RUIZ, C.; FRANCISCO, N. O Uso de Atividades em Terapia Ocupacional no Tratamento do Mal De Parkinson. In: X Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e VI Encontro Latino Americano de Pós-Graduação. Anais Eletrônicos. Disponível em: < http://www.inicepg.univap.br/cd/INIC_2006/inic/inic/03/INIC0001028ok.pdf >. Acesso em: 25 jan. 2016.
  • [28] SILVA, F.S. et. al. Evolução da doença de Parkinson e comprometimento da qualidade de vida. Rev. Neurociênc. Maringá, v.18, n4, p.463-68, 2010.
  • [29] SOUZA, C. et al. A doença de Parkinson e o processo de envelhecimento motor: Uma revisão de literatura. Rev. Neurocienc. v. 19, n. 4, p. 718-723, 2011.
  • [30] SOUZA, R.; BORGES, V.; SILVA, S.; FERRAZ, H. Quality Of Life Scale In Parkinson’s disease. PDQ-39 - (Brazilian Portuguese version) to assess patients with and without levodopa motor fluctuation. Arq Neuropsiquiatr. 2007; 65:787-791.
Como citar:

Cabral, Ana Karina Pessoa da Silva; Sanguinetti, Danielle Carneiro de Menezes; Amaral, Daniela Salgado; Marcelino, Juliana Fonsêca de Queiroz; Martins, Laura Bezerra; "USABILIDADE DE PRODUTOS DE TECNOLOGIA ASSISTIVA PARA ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA DE PESSOAS COM DOENÇA DE PARKINSON", p. 735-744 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/16ergodesign-0072

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações