Resumo - Open Access.

Idioma principal

REVESTIMENTOS PARA SUPERFÍCIES VERTICAIS A PARTIR DE RESÍDUOS DE PRFV-PLÁSTICO REFORÇADO DE FIBRA DE VIDRO

Almeida, Camillo Esdras Silva; Souza, Cleone Ferreira de;

Resumo:

Este artigo tem por objetivo apresentar uma proposta de desenvolvimento de produtos a partir do reaproveitamento do PRFV ( plástico reforçado de fibra de vidro) através de um estudo de caso realizado na empresa Equifiber . Partindo da análise do processo produtivo adotado pela empresa e identificação da origem dos resíduos , desenvolvemos uma metodologia própria, embasada na realização de estudos para a composição de um novo material , e baseando-se em testes e ensaios feitos com estes resíduos , demonstrando suas características visuais e estruturais . Posteriormente desenvolvemos uma atividade projetual em design de um produto para revestimento vertical , levando-se em consideração a viabilidade técnica de fabricação pela empresa, assim como as características específicas deste novo material.

Artigo selecionado para publicação na REVISTA D (http://seer.uniritter.edu.br/index.php/revistadesign)  

Resumo:

Palavras-chave: Compósitos; Resíduos; Reaproveitamento; PRFV.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/despro-ped2016-0357

Referências bibliográficas
  • [1] Associação Brasileira de Cimento Portland. Manual de revestimento de argamassa . Florianópolis: Comunidade da Construção, 2002.
  • [2] Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 13529/2013: Revestimentos de paredes e tetos de argamassa inorgânicas. Rio de Janeiro, 2013.
  • [3] BOLLIGER, Julia. Jardins verticais e coberturas verdes. 2012. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2014.
  • [4] CRUZ, Murillo Palma Nunes. Reaproveitamento de resíduos de resina de poliéster insaturado com fibra de vidro na fabricação de blocos de concreto para alvenaria. 2007. 61f. Monografia (graduação). Universidade Federal de Santa Catarina, Curso de Engenharia de Materiais.
  • [5] DANIEL, I. M. ; ISHAI, O. Engineering mechanics of composite materials. New York: Oxford University Press, 1994
  • [6] EQUIFIBER. RAZÃO SOCIAL: Equifiber. (Campina Grande - PB) (Emp.). Disponível em: . Acesso em: 15 fev. 2014.
  • [7] GREEN OVER GREY - LIVING WALLS AND DESIGN INC. (Canadá) (Org.). What are living walls. 2009. Disponível em: . Acesso em: 20 jun. 2014.
  • [8] KEMERICH, Pedro Daniel da Cunha et al. Fibras de vidro: caracterização, disposição final e impactos ambientais gerados. Rev. Elet. em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, Santa Maria, v. 18, n. 10, p.2112-2121, jan. 2013.
  • [9] ORTH, Cíntia Madureira et. al. Implicações do processo de fabricação do compósito plástico reforçado com fibra de vidro sobre o meio ambiente e a saúde do trabalhador: o caso da indústria automobilística. Produção Online, Florianópolis, v. 12, n. 2, p.537-556, abr. 2012.
  • [10] PINTO, Kelly Nancy Carneiro. Reciclagem de resíduos de materiais compósitos de matriz polimérica: poliéster insaturado reforçado com fibras de vidro. 2002. 81 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciências na Área de Tecnologia Nuclear, Departamento de Materiai s, Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares, São Paulo, 2002.
Como citar:

Almeida, Camillo Esdras Silva; Souza, Cleone Ferreira de; "REVESTIMENTOS PARA SUPERFÍCIES VERTICAIS A PARTIR DE RESÍDUOS DE PRFV-PLÁSTICO REFORÇADO DE FIBRA DE VIDRO", p. 4155-4166 . In: Anais do 12º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 9, n. 2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-ped2016-0357

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações