Pôster - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

RESPOSTAS DE NEURODESENVOLVIMENTO E SINAIS DE ABSTINÊNCIA EM NEONATOS EXPOSTOS A DROGAS NO PERÍODO PRÉ-NATAL

RESPOSTAS DE NEURODESENVOLVIMENTO E SINAIS DE ABSTINÊNCIA EM NEONATOS EXPOSTOS A DROGAS NO PERÍODO PRÉ-NATAL

Dias, Renise Bastos Farias ; Lima, Maria Layanne Dos Santos; Santos Alcântara, Bárbara Fernanda Dos; Oliveira, Thaynara Silva Dos Santos; Oliveira Peixoto, Rita De Cássia Batista De; Feitoza, Christiane Cavalcante ; Correia, Larissa Tenório Andrade ; Souza Figueiredo, Elaine Virgínia Martins De ;

Pôster:

Justificativa

O recém-nascido exposto a drogas no período pré-natal pode desenvolver alterações nos sistemas orgânicos prejudicando seu desenvolvimento global, requerendo atenção especial dos profissionais de saúde, especialmente da enfermagem. 

Objetivo(s)

Identificar as respostas de neurodesenvolvimento e sinais da síndrome de abstinência neonatal (SAN) por exposição a drogas no período pré-natal. 

Método(s)

Estudo de natureza quantitativa, exploratório, prospectivo, que emergiu de uma tese de doutorado (Parecer CEP nº 4.028.842/2020). Em 2019 foram entrevistadas 315 puérperas em alojamento conjunto numa cidade do agreste alagoano que relataram ter feito uso de drogas na gestação, numa amostra probabilística, intencional, por conveniência. Foram avaliados neonatos por meio do Índice de Finnegan, do Método de Dubowitz e dos Critérios diagnósticos do Center of Disease Control para a síndrome alcoólica fetal (SAF).

Resultado(s)

Observou-se que 53 mulheres (16,8%) declararam ter consumido algum tipo de droga na gestação, refletindo no comprometimento neurológico de 43 neonatos avaliados. Neonatos de mães que consumiram a combinação de álcool e cafeína ou de tabaco e cafeína durante a gestação (34,7%), apresentaram menor período de sono ininterrupto após a alimentação. A maioria dos neonatos (94%) nasceram a termo; 7,54% desenvolveram a SAN e 3,77% desenvolveram SAF. O período da pesquisa foi oportuno para realização de educação em saúde às puérperas e capacitação aos profissionais de saúde sobre avaliação da SAN e SAF.

Conclusão(ões)

Observou-se o risco atribuído ao consumo gestacional de drogas como prática casuística de alterações de neurodesenvolvimento do neonato, incluindo SAN e SAF, tornando indispensáveis avaliações clínicas qualificadas e progressivas da enfermagem e cuidados multiprofissionais.

Pôster:

Justificativa

O recém-nascido exposto a drogas no período pré-natal pode desenvolver alterações nos sistemas orgânicos prejudicando seu desenvolvimento global, requerendo atenção especial dos profissionais de saúde, especialmente da enfermagem. 

Objetivo(s)

Identificar as respostas de neurodesenvolvimento e sinais da síndrome de abstinência neonatal (SAN) por exposição a drogas no período pré-natal. 

Método(s)

Estudo de natureza quantitativa, exploratório, prospectivo, que emergiu de uma tese de doutorado (Parecer CEP nº 4.028.842/2020). Em 2019 foram entrevistadas 315 puérperas em alojamento conjunto numa cidade do agreste alagoano que relataram ter feito uso de drogas na gestação, numa amostra probabilística, intencional, por conveniência. Foram avaliados neonatos por meio do Índice de Finnegan, do Método de Dubowitz e dos Critérios diagnósticos do Center of Disease Control para a síndrome alcoólica fetal (SAF).

Resultado(s)

Observou-se que 53 mulheres (16,8%) declararam ter consumido algum tipo de droga na gestação, refletindo no comprometimento neurológico de 43 neonatos avaliados. Neonatos de mães que consumiram a combinação de álcool e cafeína ou de tabaco e cafeína durante a gestação (34,7%), apresentaram menor período de sono ininterrupto após a alimentação. A maioria dos neonatos (94%) nasceram a termo; 7,54% desenvolveram a SAN e 3,77% desenvolveram SAF. O período da pesquisa foi oportuno para realização de educação em saúde às puérperas e capacitação aos profissionais de saúde sobre avaliação da SAN e SAF.

Conclusão(ões)

Observou-se o risco atribuído ao consumo gestacional de drogas como prática casuística de alterações de neurodesenvolvimento do neonato, incluindo SAN e SAF, tornando indispensáveis avaliações clínicas qualificadas e progressivas da enfermagem e cuidados multiprofissionais.

Palavras-chave: -,

Palavras-chave: -,

DOI: 10.5151/sabara2020-20

Referências bibliográficas
  • [1] -
Como citar:

Dias, Renise Bastos Farias ; Lima, Maria Layanne Dos Santos; Santos Alcântara, Bárbara Fernanda Dos; Oliveira, Thaynara Silva Dos Santos; Oliveira Peixoto, Rita De Cássia Batista De; Feitoza, Christiane Cavalcante ; Correia, Larissa Tenório Andrade ; Souza Figueiredo, Elaine Virgínia Martins De ; "RESPOSTAS DE NEURODESENVOLVIMENTO E SINAIS DE ABSTINÊNCIA EM NEONATOS EXPOSTOS A DROGAS NO PERÍODO PRÉ-NATAL", p. 20 . In: Anais do 5º Congresso Internacional Sabará de Saúde Infantil. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2357-7282, DOI 10.5151/sabara2020-20

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações