Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

RELAÇÕES DE CAUSA E EFEITO EM TESTE DE PERFORMANCE DE BOBINAS DE IGNIÇÃO

SILVA, Henrique; MAYWORM, Ruan Carvalho;

Artigo Completo:

A bobina de ignição tem a função de gerar uma alta tensão com energia suficiente para provocar centelhas entre os eletrodos da vela de ignição, cujo objetivo é iniciar o processo de combustão em uma máquina de combustão interna. Para verificar a performance da bobina de ignição são executados dois testes funcionais, o teste de oferta de tensão e o teste de energia da faísca. No primeiro, verifica-se a tensão enviada à carga (U2), a corrente no enrolamento primário (I1) e o tempo de descida/subida da centelha (tr), no segundo, verifica-se a energia da faísca (Wsp), a corrente no enrolamento secundário (Isp) e a duração da faísca (tsp). Os resultados obtidos são a base para o desenvolvimento de novos produtos, bem como para a manutenção de um produto de série no mercado. Logo, é notória a grande importância que os ensaios de performance tem no processo de testes de confiabilidade do produto. Portanto, neste trabalho, foi realizado um estudo que permite um melhor entendimento desses ensaios, abordando a influência da variação dos parâmetros de entrada nos parâmetros de saída da bobina de ignição. Portanto, para uma determinada faixa de valores, mapeou-se qual o comportamento da bobina de ignição quando alterados parâmetros como: tensão de bateria, carga da bobina de ignição e tempo de carregamento do enrolamento primário, ou seja, verificou-se a resposta do produto medindo-se os parâmetros relevantes para os ensaios de oferta de tensão e de energia da centelha. Como resultado do estudo, tem-se as equações que regem as relações de causa e efeito dos parâmetros em análise, essas equações foram determinadas de forma experimental, utilizando dados de testes e a ferramenta de regressão do Microsoft Excel®. Concluiu-se que, com os dados gerados, o laboratório tem uma ferramenta adicional para justificar alterações em seus setups e identificar fenômenos ocorridos durante as medições, tais como o ponto de saturação magnética e o ponto de saturação elétrica das amostras. Ademais, por meio das equações de causa e efeito, coeficientes de sensibilidade podem ser obtidos para futuras estimativas de incerteza de medição.

Artigo Completo:

Palavras-chave: bobinas de ignição,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/engpro-simea2017-29

Referências bibliográficas
  • [1] Ignition Systems for Gasoline Engines. 1st edition. Alemanha: Robert Bosch GmbH, 2003.
  • [2] CAMPI, Marcelo Sartori. Fatores de influência para otimização do nível de emissão irradiada do sistema de ignição. Anais do XXIII Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva - SIMEA 2014. p. 222-228. São Paulo: Blucher, 2015.
  • [3] MILHOR, Carlos Eduardo. Sistema de desenvolvimento para controle eletrônico dos motores de combustão interna ciclo otto. Dissertação de Mestrado. Escola de Engenharia de São Carlos; Universidade de São Paulo; São Carlos; 2002.
  • [4] Lei da Indução de Faraday. Apostila. Laboratório de Eletricidade e Magnetismo. Instituto de Física de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Paulo.
  • [5] Bosch Ignition System Training. Alemanha: Robert Bosch GmbH, 2012.
  • [6] Test Specification ZSK 1x1 Brasil: Robert Bosch Ltda. (Intern Document)
Como citar:

SILVA, Henrique; MAYWORM, Ruan Carvalho; "RELAÇÕES DE CAUSA E EFEITO EM TESTE DE PERFORMANCE DE BOBINAS DE IGNIÇÃO", p. 383-401 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-simea2017-29

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações