Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

REFLEXÕES SOBRE UM PROJETO DE EXTENSÃO EM LÍNGUA FRANCESA: AMPLIANDO SABERES LINGUÍSTICOS, CULTURAIS E REDIMENSIONANDO A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA

MEDEIROS, Sandra Helena Gurgel Dantas de;

Artigo Completo:

Conscientes de que projetos de extensão no curso de Licenciatura em Letras Estrangeiras desempenham a função de possibilitar ao aluno-professor em formação mais um momento para reflexão e desenvolvimento de suas práticas didático-pedagógicas, apresentaremos a experiência com o projeto de extensão Língua e cultura francesas para as comunidades acadêmica e externa, vivenciado no decorrer do ano de 2015 na Universidade Federal da Paraíba. O projeto apresentado teve como objetivo oferecer aulas de língua e cultura francesas numa perspectiva intercultural. Abordaremos os saberes adquiridos pelo aluno-professor em formação e as dificuldades encontradas na sala de aula ao ministrar os conteúdos propostos. Além disso, será feita uma descrição das especificidades e objetivos dos alunos participantes do projeto e suas consequências na realização de constantes reflexões do aluno-professor em formação quanto a sua prática didático-pedagógica consolidando os conteúdos curriculares trabalhados na academia e união com a prática. Primeiramente, contextualizaremos o projeto, sua justificativa e objetivo, o perfil sociocultural do público participante e metodologia empregada. Como veremos, propomos uma abordagem interculturalista na aula de língua estrangeira, para isto, fizemos embasamento teórico na leitura de autores que encontram na perspectiva intercultural mais um instrumento no processo de aquisição de uma língua (DE CARLO, 1998, ZARATE, 1986, CHIANCA, 2007). Em seguida, elencamos e refletimos sobre os elementos que contribuíram para o desenvolvimento profissional do aluno-professor de língua em formação inicial. A análise dos saberes docentes adquiridos e o ofício de professor efetivou-se com leituras de autores como LESSARD, 2008, TARDIF, 2000 bem como embasamento teórico pautado na didática das línguas estrangeiras MARTINEZ, 2008.

Artigo Completo:

Palavras-chave: Extensão; formação de professor; ensino/aprendizagem de FLE; perspectiva intercultural,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/edupro-clafpl2016-017

Referências bibliográficas
  • [1] BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP 1/2002 de 18 de fevereiro de 2002. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Diário Oficial da União, Brasília, 09 abr. 2002.
  • [2] CHIANCA, R.M.S Interagir em língua estrangeira: um assunto sociocultural. Tradução: Elisa Nóbrega; Ingrid Farias Fechine Oliveira; Sandra Helena Gurgel Dantas de Medeiros. In: MOARA, Revista dos Cursos de Pós-Graduação em Letras da UFPA. Belém: Editora Universitária / UFPA, n.11, p. 1-164, jan./jun.,1999, p.65-84, 2006.
  • [3] MARTINEZ, Pierre. Didática de línguas estrangeiras. Editora Parábola, 2008. Título original: La didactique des langues étrangères. Traduzido da 5a edição atualizada, de outubro de 2008. Presses universitaires de France, 1996.
  • [4] DE CARLO, M. L´interculturel. Paris: CLE International, 1998.
  • [5] MAIA, Angélica. Que currículo (trans)forma professores? Um debate sobre as possibilidades de formação docente no pibid identificadas por alunos de letras-inglês da ufpb. In: PEREIRA; M.ZC.; ALBINO, A.C.; DANTAS; V.X. (Orgs.). Políticas de currículo e formação: desafios contemporâneos. 1ed.João Pessoa: Editora da UFPB, 2015, v. 1, p. 102-120.
  • [6] QUEVEDO-CAMARGO, Gladys. Gênero profissional professor de língua inglesa: qual a base do seu conhecimento? In: CALVO, Luciana C. Simoes ; EL KADRI, M.S. ; ORTENZI, Denise Grassano ; SILVA, K. (Orgs.) Reflexoes sobre o ensino de linguas e formacao de professores no Brasil: uma homenagem a Telma Gimenez. 1. ed. Campinas, SP.: Pontes Editores, 2013, p. 205-227
  • [7] SACRISTÁN, J. Gimeno; PÉREZ GOMES, A. I. Compreender e transformar o ensino. 4. ed. Porto Alegre: ARTMED, 2000
  • [8] TARDIF e LESSARD, O Ofício de professor (História, perspectivas e desafios internacionais. Editora Vozes 2014.
  • [9] TARDIF, Maurice. Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários: Elementos para uma epistemologia da prática profissional dos professores e suas consequências em relação à formação para o magistério. In: Revista Brasileira de Educação. São Paulo, n. 13, 2000, p.5-24.
  • [10] ZARATE, G. Enseigner une culture étrangère. Paris: Hachette, 1986.
Como citar:

MEDEIROS, Sandra Helena Gurgel Dantas de; "REFLEXÕES SOBRE UM PROJETO DE EXTENSÃO EM LÍNGUA FRANCESA: AMPLIANDO SABERES LINGUÍSTICOS, CULTURAIS E REDIMENSIONANDO A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA", p. 209-216 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-695X, DOI 10.5151/edupro-clafpl2016-017

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações