Artigo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

REAÇÕES EMOCIONAIS DOS FATORES “FORMA" E “COR" EM CADEIRAS DE RODAS: UMA ABORDAGEM DO DESIGN ERGONÔMICO

REAÇÕES EMOCIONAIS DOS FATORES “FORMA" E “COR" EM CADEIRAS DE RODAS: UMA ABORDAGEM DO DESIGN ERGONÔMICO

SCARDOVELLI, João Vítor de Andrade; PORSANI, Rodolfo Nucci; OLIVEIRA, Leonardo Silva de; PASCHOARELLI, Luis Carlos;

Artigo:

Tecnologias Assistivas (TA) servem para proporcionar qualidade de vida às pessoas com deficiência, tanto no âmbito das funções práticas-funcionais, quanto nos aspectos estéticos-simbólicos dos artefatos. O presente estudo objetivou analisar as reações cognitivas emocionais dos fatores “forma” e “cor” de cadeiras de rodas (CR), em usuários indiretos (não cadeirantes). O estudo, de caráter transversal, caracterizou-se por uma abordagem junto a oito (08) indivíduos, na qual foram aplicados os protocolos EVEA (Escala de Valoração do Estado de Ânimo) e GEW (Genebra Emotion Wheel), ambos traduzidos para o português (Brasil). Foram avaliadas quatro (04) cadeiras de rodas, sendo uma considerada controle. Os dados foram analisados com uma estatística descritiva. Os resultados indicam que existem diferentes reações emocionais para as variações de formas e cores. Isto corrobora a hipótese de que o design aplicado a TA podem acionar gatilhos emocionais positivos enquanto a TA tida como tradicional carrega consigo gatilhos negativos, estigma, e baixa intensidade em emoções positivas.

Artigo:

The present article seeks to map the Cognitive Relationships between the shapes, colors and emotions that wheelchairs arouse in the indirect users of this Assistive Technology (AT). After surveying the state of the art of the object and literature review, we opted for a qualitative collection with n = 8 applying the tools Weigthless (Music considered the most relaxing in the world), EVEA (State of Value Rating Scale) and GEW ( Geneva Emotion Wheel) translated into Portuguese, Brazil. The collection was based on 4 wheelchair figures (1 control and 3 varied), which after analyzing the collected data, it was observed that there are different emotional reactions to the variations of shapes and colors. Corroborating the hypothesis that the design applied to AT may shoot positive emotional triggers while traditional TA carries negative triggers, stigma, and low intensity in positive emotions. It was observed that AT's, in this case wheelchairs, should be developed based on the principles of Ergonomics, Design and Engineering, ensuring efficacy, efficiency, biomechanical and aesthetic (cognitive) satisfaction ) taking into consideration pleasure and tastes of indirect users when observing such a product.

Palavras-chave: Design Ergonômico, Design Emocional, Tecnologia Assistiva, cadeira de rodas, UX,

Palavras-chave: Ergonomic Design, Emotional Design, Assistive Technolgy, Wheelchairs, UX,

DOI: 10.5151/ergodesign2019-2.50

Referências bibliográficas
  • [1] .
Como citar:

SCARDOVELLI, João Vítor de Andrade; PORSANI, Rodolfo Nucci; OLIVEIRA, Leonardo Silva de; PASCHOARELLI, Luis Carlos; "REAÇÕES EMOCIONAIS DOS FATORES “FORMA" E “COR" EM CADEIRAS DE RODAS: UMA ABORDAGEM DO DESIGN ERGONÔMICO", p. 708-720 . In: Anais do 17º Congresso Internacional de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces Humano-Tecnologia e o 17 º Congresso Internacional de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces e Interação Humano-Computador. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/ergodesign2019-2.50

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações