Poster - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

QUARTOS PARA CRIANÇAS COM AUTISMO: UMA ANÁLISE TEÓRICA VISANDO A GERAÇÃO DE RECOMENDAÇÕES ERGONÔMICAS PARA O AMBIENTE

ROOMS FOR CHILDREN WITH AUTISM: A THEORETICAL ANALYSIS FOR THE GENERATION OF ERGONOMIC RECOMMENDATIONS FOR THE ENVIRONMENT

Silva, John Lenon Gonçalves da; Barros, Bruno Xavier da Silva;

Poster:

O autismo é uma condição geral para um grupo de desordens complexas do desenvolvimento do cérebro, antes, durante ou logo após o nascimento. Uma característica em comum é a hiperatividade. O enorme quantitativo de crianças brasileiras com autismo revela o forte elemento de demanda científica, ainda mais reforçado pela grande quantidade de ambientes geridos por sistemas leigos em relação à adaptação a este tipo de público. Dentro deste contexto, a corrente pesquisa repousou o foco na análise e proposta de melhorias no que se refere a comodidade e segurança de crianças autistas. Para tanto, lançamos mão da Metodologia para Projetos de Construção Centrados no Usuário, proposta por Attaianese e Duca (2012), a qual conduziu ao alcance dos resultados que norteiam o processo adaptativo dos dormitórios infantis em um estudo de caso, focando no conforto e bem-estar deste público.

Poster:

Autism is a general condition for a group of complex brain development disorders, before, during or shortly after birth. A common feature is hyperactivity. The enormous amount of Brazilian children with autism reveals the strong element of scientific demand, further reinforced by the large number of environments managed by lay systems in relation to the adaptation to this type of public. Within this context, current research focused on the analysis and proposal of improvements regarding the convenience and safety of autistic children. To that end, we have adopted the methodology for User-Centered Construction Projects, proposed by Attaianese and Duca (2012), which led to the results that guide the adaptive process of children's dormitories in a case study focusing on comfort and well Of this audience.

Palavras-chave: Autismo infantil, Quarto infantil e Ergonomia do ambiente construído,

Palavras-chave: Childhood Autism, Children's Room and Built Environment Ergonomics,

DOI: 10.5151/16ergodesign-0151

Referências bibliográficas
  • [1] ATTAIANESE, Erminia; DUCA, Gabriella. Human factors and ergonomic principles in building design for life and work activities: an applied methodology. Theoretical Issues in Ergonomics Science, Vol. 13 Issue 2, p187-202. 2012.
  • [2] DEMO, Pedro. Metodologia do conhecimento científico. São Paulo: Atlas, 2000.
  • [3] FONSECA, M. E. G. e CIOLA, J.C.B. Vejo e Aprendo: fundamentos do Programa TEACCH: o ensino estruturado para pessoas com autismo. 1. ed. – Ribeirão Preto, SP: Book Toy, 2014.
  • [4] GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6° Ed, São Paulo: Atlas, 2008.
  • [5] MAURO, M.Y.C. Ensino da ergonomia em enfermagem. Anais do 4º Seminário Brasileiro de ergonomia. Rio de Janeiro, 1989. 488p.
  • [6] ORRÚ, Sílvia Ester. Estudantes com necessidades especiais: singularidades e desafios na prática pedagógica inclusiva. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2012.
  • [7] SCHWARTZMAN, José Salomão; Autismo Infantil; Disponível em: http://www.schwartzman.com.br/php/index.php?option=com_phocadownload&view=category&id=6:transtornos-globais-do-desenvolvimento=20
  • [8] SILVA, Ana Beatriz B., Gaiato, Mayra Bonifácio, et al. Mundo singular, entenda o autismo. Objetiva. Rio de Janeiro 2012.
  • [9] PEZZINI, Marina Ramos. Usabilidade de armários modulados em apartamentos reduzidos. Dissertação (Mestrado) – UFSC, Santa Catarina, 200
Como citar:

Silva, John Lenon Gonçalves da; Barros, Bruno Xavier da Silva; "QUARTOS PARA CRIANÇAS COM AUTISMO: UMA ANÁLISE TEÓRICA VISANDO A GERAÇÃO DE RECOMENDAÇÕES ERGONÔMICAS PARA O AMBIENTE", p. 1518-1523 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/16ergodesign-0151

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações