Artigo - Open Access.

Idioma principal

QUANTIFICAÇÃO DAS EMISSÕES DE CO2 DOS MATERIAS UTILIZADOS NA CONSTRUÇÃO DE UMA RESIDÊNCIA EM CAÇAPAVA DO SUL/RS

SANTOS, Fernanda Pasini dos; BLASIUS, Jandir Pereira; SILVA, Paula Londero da; KEMERICH, Pedro Daniel da Cunha;

Artigo:

Este trabalho visa aplicar duas metodologias de quantificação da emissão de gás carbônico (CO2) na construção de uma residência no município de Caçapava do Sul-RS. Os dados utilizados foram coletados de uma residência real, adotada como padrão nesse estudo. A casa é de alvenaria, com área de projeção de 80 m², contendo 2 quartos, cozinha, sala, banheiro e área de serviço. Na construção foram gastos 110 sacos de cimento (50 kg), 90 sacos de cal (20 kg), 8.400 tijolos, 2.300 telhas, 270 kg de aço/ferro, e 27 m³ de brita. Os métodos utilizados para a quantificação das emissões atmosféricas foram adaptados de Júnior (2008), que quantifica emissões através de dados de diversas pesquisas literárias, e o método de Costa (2012), que utiliza valores tabelados para calcular o fator de emissão e de perda dos principais produtos utilizados na construção civil. Pelo método de Júnior (2008) encontrou-se como resultado o valor de 225 kg de emissões de CO2 a cada m² de construção, que resulta no montante de 18.000 kg, como emissão total dessa obra. Enquanto, o método de Costa (2012) resultou no valor de 5.559 toneladas de emissões de CO2 durante a construção da mesma obra.

Artigo:

Palavras-chave: Setor civil, Gás Carbônico, Residência,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/engpro-eneeamb2016-qa-007-4907

Referências bibliográficas
  • [1] ABPC Associação Brasileira dos Produtores de Cal. A cal e suas aplicações. 2015. Disponível em: . Acesso em 21/06/2015.
  • [2] AMADORI, U. P. Comparação entre o custo de construção de uma casa convencional e uma casa ecológica utilizando o método da modelagem matemática. Disponível em: Acesso em 27/05/2015.
  • [3] ALVES, J.A., Materiais de construção. Editora da Universidade Federal de Goiás. 6ª Edição. Goiânia GO. 1987.
  • [4] BRASIL. Empresa de Pesquisa Energética EPE. Balanço Energético Nacional 2010 ano base 2009. Brasil, 2010.
  • [5] COSTA, B. L. C. Quantificação das emissões de CO2 geradas na produção de materiais utilizados na construção civil. Rio de Janeiro, 2012, 190 p. (Dissertação de Mestrado apresentado ao programa de Pós-graduação em Engenharia Civil, COPPE- Instituto Aberto Luiz Coimbra de Pós- Graduação e Pesquisa de Engenharia- UFRJ, para obtenção do título de Mestre em Engenharia Civil).
  • [6] CRUZ, A.B.S., ROSA, L.P., FERREIRA, T.L., MARTINEZ, A.C.P., Centro de energia e tecnologias sustentáveis – o uso eficiente de energia no planejamento do ambiente construído. Instituto Virtual Internacional de Mudanças Globais – COPPE/UFRJ. Disponível em . Acesso em 26/05/2015.
  • [7] CYBIS, L. F., SANTOS, C.V.J., artigo: Análise do ciclo de vida aplicada à indústria da construção civil – estudo de caso. XXVII Congresso interamericano de Engenharia Sanitária e ambiental/ 2000. Disponível em: Acesso em 21/05/2015.
  • [8] DEMANBORO, A. C., FERRÃO, A. M. A., MARIOTONI, A., Desafios da Sustentabilidade sob o Enfoque do Estoque de Recursos Naturais. Disponível em: http://www.cori.unicamp.br/IAU/completos/Desafios%20da%20Sustentabilidade20Sustentabilidade%20sob%20o%20Enfoque%20do%20Estique%20de%20Recursos%20Naturais.doc. Acessado em 23/05/2015
  • [9] GUIMARÃES, J.; PEREIRA, D.; VEDOVETO, M.; VERÍSSIMO, A. ;SANTOS, D. Fatos Florestais da Amazônia 2010. Belém: Imazon, 2010.
  • [10] IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Brasil em Síntese - Senso de 2013. Disponível em: < http://brasilemsintese.ibge.gov.br/pt/habitacao> Acesso em 19/07/2015.
  • [11] IPCC Intergovernmental Panel on Climate Change. Climate Change 2007: Mitigation of Climate Change. Contribution of Working Group III to the Fourth Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change. Reino Unido e Nova York: Cambridge University Press, 2007b. 851 p.
  • [12] INSTITUT WALLON DE DEVELOPPEMENT ECONOMIQUE ET SOCIAL ETD’AMENAGEMENT DU TERRITOIRE ASBL. IDD – Institut Wallon – VITO. Greenhouse gas emissions reduction and material flows. Disponível emhttp://www.belspo.be/belspo/home/publ/pub_ostc/CG2131/rappCG31_en.pdf Acesso em 17/05/2015.
  • [13] ISAIA, G., GASTALDINI, A., Concreto “verde” com teores muito elevados de adições minerais: um estudo de sustentabilidade. Artigo apresentado na I Conferência Latino-Americana de Construções Sustentáveis. X Encontro Nacional de Tecnologias do Ambiente Construtivo. São Paulo SP, julho de 2004.
  • [14] JR, T. S. Avaliação de emissões de CO2 na construção civil: Um estudo de caso de habitação de interesse social no Paraná. Artigo apresentado no XXVIII Encontro Nacional de Engenharia de Produção. Rio de Janeiro – RJ, out. de 2008.
  • [15] MAURY, M. B., BLUMENSCHEIN, R.N. Produção de cimento: Impactos à saúde e ao meio ambiente. Sustentabilidade em Debate. 2012. Disponível em: . Acesso em 18/06/20
Como citar:

SANTOS, Fernanda Pasini dos; BLASIUS, Jandir Pereira; SILVA, Paula Londero da; KEMERICH, Pedro Daniel da Cunha; "QUANTIFICAÇÃO DAS EMISSÕES DE CO2 DOS MATERIAS UTILIZADOS NA CONSTRUÇÃO DE UMA RESIDÊNCIA EM CAÇAPAVA DO SUL/RS", p. 603-611 . In: Anais do XIV Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Ambiental [= Blucher Engineering Proceedings v.3 n.2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-eneeamb2016-qa-007-4907

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações