Outubro 2018 vol. 1 num. 4 - I SEMINÁRIO DISCURSO E CULTURA

Resumo - Open Access.

Idioma principal

PRÁTICAS DE LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS NARRATIVOS, UTILIZÁVEIS COMO RECURSO ARGUMENTATIVO

PRACTICES OF READING AND PRODUCTION OF NARRATIVE TEXTS, USED AS AN ARGUMENTATIVE RESOURCE

COSTA, Douglas Geraldo da;

Resumo:

Vinculado à linha de pesquisa Texto discurso e ensino: processos de leitura e produção de texto escrito e falado e ao grupo de pesquisa Teorias e práticas discursivas e textuais , o presente trabalho tem por objetivo a apresentação de pesquisa em desenvolvimento cujo escopo é : práticas de leitura e produção de textos narrativos, utilizáveis como recurso argumentativo. As práticas contemplam as sequências textuais narrativas, descritivas, expositivas e argumentativas (Adam, 2011), além dos preceitos metodológicos do Ensino Público; em questão, o mineiro. O Ensino público prioriza a identificação, análise e produção dos gêneros e tipos textuais próprios ao aprendiz produtor de textos, conforme a série / ciclo em curso. O Corpus de análise constitui-se de produções textuais narrativas, de alunos da rede pública mineira; as análises visam verificar como os postulados da Análise Textual dos Discursos, postulada por Adam (2011), especialmente os conceitos relativos às sequências narrativas, descritivas, expositivas e argumentativas podem fundamentar estratégias que levem o aprendiz produtor de textos a construir narrativas como elemento embasador para a escrita de textos dissertativos-argumentativos . As análises explorarão, através das sequências, como estas estruturam o discurso narrativo com vistas ao argumentativo, a partir da ATD - teoria embasadora deste projeto.

Resumo:

Palavras-chave: narração; sequências; argumentação,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/discult2018-11

Referências bibliográficas
  • [1] .
Como citar:

COSTA, Douglas Geraldo da; "PRÁTICAS DE LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS NARRATIVOS, UTILIZÁVEIS COMO RECURSO ARGUMENTATIVO", p. 11 . In: Prof. Dr. Jarbas Vargas Nascimento (PUC-SP). São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2359-2990, DOI 10.5151/discult2018-11

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações