Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

PROTOTIPAGEM E A MULTIDISCIPLINARIDADE DA INOVAÇÃO: EM BUSCA DE UMA CARACTERIZAÇÃO HOLÍSTICA

Braga, Ivan Santiago; Bagno, Raoni Barros;

Artigo Completo:

A prototipagem é um conceito recorrente na Gestão de Desenvolvimento de Produtos (GDP), tendo fortes implicações na dinâmica de desenvolvimento de inovações em suas esferas técnica e gerencial. Nas últimas décadas, ideias fundamentais associáveis ao conceito transbordaram para vários outros contextos de estudo em que a inovação é protagonista das discussões, como o Design de Serviços, as Tecnologias de Manufatura Rápida, a Engenharia de Software, o Design Thinking, o Movimento “Maker” e o Empreendedorismo de Base Tecnológica. Atualmente, tais incursões proporcionam diferentes entendimentos e ênfases, mas falta um esforço de análise transversal que reintegre o conceito a partir das nuances de cada área. O presente trabalho tem como objetivo revisitar a discussão sobre prototipagem na GDP, identificar diferentes áreas que estudam ou utilizam o conceito e realizar uma análise comparativa do entendimento que essas possuem. Para isso, adota-se como metodologia uma revisão bibliográfica sistemática, complementada por entrevistas semiestruturadas com especialistas das disciplinas envolvidas. Como resultados, têm-se um compêndio de disciplinas que adotam o conceito e o mapeamento de nove dimensões inerentes à prototipagem, caracterizando-a de maneira holística, sem desconsiderar as particularidades de cada disciplina. Os resultados deste estudo oferecem uma compreensão ampliada do tema e novas possibilidades em suas aplicações.

Artigo Completo:

Palavras-chave: gestão da inovação, gestão de desenvolvimento de produtos, protótipo, prototipagem,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/cbgdp2017-083

Referências bibliográficas
  • [1] BLOMKVIST, J. Benefits of service level prototyping. Design Journal, v. 19, n. 4, p. 545-564, 2016.
  • [2] BROWN, T. Design Thinking: uma metodologia poderosa para decretar o fim das velhas
  • [3] ideias. Primeira ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010. 249 p.
  • [4] CHRISTIE, E. J. et al. Prototyping strategies: literature review and identification of critical variables. ASEE Annual Conference and Exposition, San Antonio, p. 1122–1154, 2012.
  • [5] CLARK, K. B.; WHEELWRIGHT, S. C. Managing new product and process development: text and cases. Primeira ed. New York: The Free Press, 1993. 896 p.
  • [6] CLARK, K. B.; WHEELWRIGHT, S. C. Accelerating the design‐build‐test cycle for effective product development. International Marketing Review, v. 11, n. 1, p. 32–46, 1994.
  • [7] CONLEY, J. G.; MARCUS, H. L. Rapid prototyping and solid free form fabrication. Journal of Manufacturing Science and Engineering, v. 119, n. 4, p. 811–816, 199
  • [8] ELVERUM, C. W.; WELO, T. Leveraging prototypes to generate value in the concept-to-production process: a qualitative study of the automotive industry. International Journal of Production Research, v. 54, n. 10, p. 3006–3018, 2016.
  • [9] FLOYD, C. A systematic look at prototyping. In: BUDDE, R.; KUHLENKAMP, K.; MATHIASSEN, L.; ZULLIGHOVEN, H. (Eds). Approaches to Prototyping. Berlin: Springer-Verlag, 1984. p. 1–18.
  • [10] ONUH, S. O.; YUSUF, Y. Y. Rapid prototyping technology: applications and benefits for rapid product development. Journal of Intelligent Manufacturing, v. 10, n. 3, p. 301–311, 1999.
  • [11] OTTO, K. N.; WOOD, K. L. Product design: techniques in reverse engineering and new product development. Primeira ed. Upper Saddle River: Prentice Hall, 2001. 1104 p.
  • [12] RIES, E. A Startup Enxuta: como os empreendedores atuais utilizam a inovação contínua para criar empresas extremamente bem-sucedidas. Primeira ed. São Paulo: Lua de Papel, 20 (Kindle).
  • [13] SCHRAGE, M. The culture(s) of prototyping. Design Management Journal, v. 4, n. 1, p. 55–65, 1993.
  • [14] SHERIDAN, K. et al. Learning in the making: comparative case study of three makerspaces. Harvard Educational Review, v. 84, n. 4, p. 505–532, 20
  • [15] SOMMERVILLE, I. Software engineering. Nona ed. Boston: Pearson, 2010. 792 p.
  • [16] THOMKE, S.; BELL, D. E. Sequential Testing in Product Development. Management Science v. 47, n. 2, p. 308–323, 2001.
  • [17] THOMKE, S. Managing experimentation in the design of new products. Management Science, v. 44, n. 6, p. 743–762, 1998.
  • [18] ULRICH, K. T.; EPPINGER, S. D. Product design and development. Quinta ed. Nova Iorque: McGraw-Hil/Irwin, 2012. 415 p.
  • [19] VERYZER, R. Discontinuous innovation and the new product development process. Journal of Product Innovation Management, v. 15, n. 4, p. 304–321, 1998.
  • [20] VOSS, C. Measurement of innovation and design performance in services. Design Management Journal, v. 3, n. 1, p. 40–46, 1992.
  • [21] YLI-HUUMO, J. et al. The relationship between business model experimentation and technical debt. In: INTERNATIONAL CONFERENCE OF SOFTWARE BUSINESS, 2015, Braga. Suiça: Springer, 2015. V. 210. p.17–29.
Como citar:

Braga, Ivan Santiago; Bagno, Raoni Barros; "PROTOTIPAGEM E A MULTIDISCIPLINARIDADE DA INOVAÇÃO: EM BUSCA DE UMA CARACTERIZAÇÃO HOLÍSTICA", p. 800-809 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/cbgdp2017-083

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações