Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

PROJETO EXPOSIÇÕES ITINERANTES: A INTERDISCIPLINARIDADE E A INOVAÇÃO NO ENSINO DE DESIGN

Almeida, Délcio Julião Emar de; Almeida, Rangel Benedito Sales de;

Artigo Completo:

O projeto Exposições Itinerantes surge a partir das demandas curriculares dos Trabalhos Interdisciplinares de Graduação (TIG), direcionados aos cursos de Tecnólogo em Design Gráfico desenvolvidos no Centro Universitário de Belo Horizonte – UNIBH. Refere-se ao desenvolvimento um projeto de programação visual e maquetaria, o qual engloba os conteúdos de Sinalética e Design Corporativo, Acabamento e Design de Embalagens, Insumos Gráficos e Sistemas de Impressão, Pré-Impressão e fechamento de arquivos ao passo que todos esses conteúdos são abordados massivamente na produção e no planejamento de uma exposição itinerante. Nesse sentido, o projeto contou com uma série de estratégias para que as atividades práticas de cada uma das disciplinas contribuíssem com o TIG durante todo seu processo de planejamento, execução e apresentação. Objetiva, portanto, buscar a integração teoria-prática mediante o exercício da observação e análise, na busca de um processo de ensino-aprendizagem pautado na pesquisa e na prática do campo de atuação do designer. Dessa forma, trabalhando a relação interdisciplinar entre os conteúdos, congrega talentos, fomenta a postura cooperativa em detrimento à competitiva, estimula finalidades comunicativas e de informação, no sentido de um resultado transdisciplinar.

Artigo Completo:

Palavras-chave: ensino de design; interdisciplinaridade; inovação; exposições; maquetaria.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/despro-ped2016-0189

Referências bibliográficas
  • [1] CHELINI, Maria Julia Estefânia. NOVAS TECNOLOGIAS PARA... NOVAS (?) EXPOGRAFIAS. Revista Museologia e Interdisciplinaridade - UNB, Brasília. Vol. I, nº2, jul/dez de 2012.
  • [2] CORREIA, Rita Isabel Pimenta Peseiro dos Reis. A Interacção do Design Industrial com a Ciência e a Tecnologia: a abordagem interdisciplinar, 2003. (dissertação para obtenção de mestre em desenho industrial). Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Escola Superior de Artes e Design de Matosinhos. Portugal.
  • [3] COSSIO, Gustavo. Design de Exposição de Design: três estudos sobre critérios projetuais para comunicação com o público. 2011. 204 f. (dissertação para obtenção de título de mestre em design). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Arquitetura
  • [4] CURY, Marilia Xavier; SHIBATA, Lucia. Desenvolvimento Conceitual da Expografia: estudo de caso com adoção da pesquisa-ação participativa. XVI Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, 2015. João Pessoa, PB.
  • [5] FAUSTINI, Marcus. A Relação entre Museus e Jovens. In Reprograme: comunicação, branding, cultura numa nova era de museus. MENDES, Luis Marcelo (org). Rio de Janeiro: Ímã, 2012.
  • [6] FONTOURA, Antônio. M. A interdisciplinaridade e o ensino do design. Projética Revista Científica de Design, Universidade Estadual de Londrina, v.2, nº. 2, Dezembro 2011
  • [7] JANTSCH, Ari Paulo; BIANCHETTI, Lucídio. Universidade e Interdisciplinaridade in Interdisciplinaridade: para além da filosofia do sujeito. JANTSCH, A. P; BIANCHETTI, L. (orgs.). Petrópolis, Rj: Vozes, 1995
  • [8] JAPIASSU, Hilton. Interdisciplinaridade e a Patologia do Saber. Rio de Janeiro, Imago, 1976.
  • [9] MARTINS, Bianca; CUNHA LIMA, Edna Lúcia. Uma discussão sobre o papel social do designer gráfico brasileiro: trajetória, formação acadêmica e prática profissional. 7º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design. Paraná: 2006.
  • [10] MIYASHIRO, Rafael Tadashi. Com design, além do design: os dois lados de um design gráfico com preocupações sociais. In BRAGA, Marcos da Costa. O Papel Social do Design Gráfico. 1. ed. São Paulo: SENAC-SP, 2011. v. 1. 192p .
  • [11] MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: Repensar a reforma, reformar o pensamento. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.
  • [12] MOURA, Dácio Guimarães; BARBOSA, Eduardo Fernandes - Trabalhando com Projetos: Planejamento e Gestão de Projetos Educacionais, 2ª ed. Petrópolis – RJ: Vozes,, 2007. 246p
  • [13] NICOLESCU, Basarab. Um novo tipo de conhecimento: transdisciplinaridade. 1º Encontro Catalisador do CETRANS - Escola do Futuro - USP, Itatiba, São Paulo - Brasil: abril de 1999.
  • [14] PIAGET, Jean. Psicologia e Pedagogia. Editora Forense Universitária. RJ. Tradução de: Dirceu Accioly Lindoso e Rosa Maria Ribeiro da Silva - Sétima impressão – 1985
  • [15] RANCIÈRE, Jacques. A partilha do Sensível: estética e política. São Paulo: EXO experimental org.: Ed. 34, 2005. 72 p.
  • [16] REDIG, Joaquim. Design: responsabilidade social no horário do expediente. In BRAGA, Marcos da Costa. O Papel Social do Design Gráfico. 1. ed. São Paulo: SENAC-SP, 2011. v. 1. 192p .
  • [17] SANTOS, Akiko. Complexidade e transdisciplinaridade em educação: cinco princípios para resgatar o elo perdido. Revista Brasileira de Educação v. 13 n. 37 jan./abr. 2008.
  • [18] UNIBH, Centro Universitário de Belo Horizonte. Edital do Trabalho Interdisciplinar de Graduação: Módulo III – Design Gráfico. 2015. Belo Horizonte, MG.
Como citar:

Almeida, Délcio Julião Emar de; Almeida, Rangel Benedito Sales de; "PROJETO EXPOSIÇÕES ITINERANTES: A INTERDISCIPLINARIDADE E A INOVAÇÃO NO ENSINO DE DESIGN", p. 2212-2223 . In: Anais do 12º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 9, n. 2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-ped2016-0189

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações