Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Projeto e uso de tipos móveis de madeira no contexto tipográfico brasileiro

Design and use of wood types in the Brazilian type and typography context

Dietzsch, Rafael; Neder, Rafael; Gontijo, Alexandre Bahia; Silva, Maria Luiza Costa; Costa, Leonardo Araújo da; Rodrigues, Thiago Oliveira;

Artigo completo:

Este texto, relata os primeiros resultados de um projeto sobre o design e a fabricação de tipos móveis de madeira no Brasil. Conduzida por uma rede de três universidades e o Serviço Florestal Brasileiro, a pesquisa tem como principal objetivo a produção de novos tipos de madeira, usando técnicas de fabricação modernas. Tendo em vista que as madeiras tradicionalmente usadas para este fim, são de espécies exóticas ao Brasil levantou-se a hipótese de que espécies nativas foram utilizadas na fabricação de tipos de madeira no Brasil ao longo do século XX. Como nenhuma fábrica de tipos sobreviveu, e muito pouco foi escrito sobre o assunto, buscaram-se fontes primárias para a investigação. Com a ajuda de pesquisadores e entusiastas de todo o país, foram coletadas quarenta e oito amostras de tipos móveis de madeira para serem examinados pelo Laboratório de Produtos Florestais. Dessas amostras, quarenta e quatro eram de tipos brasileiros e quatro de tipos estrangeiros. Com as análises laboratoriais foi possível identificar sete gêneros de madeiras nativas e um gênero de madeira exótica, corroborando a hipótese inicial. A partir da identificação anatômica das espécies nativas, foi feita a caracterização das madeiras utilizadas nos tipos antigos para a elaboração de um guia com sugestões de madeiras nativas que podem ser utilizadas na atualidade para a confecção de novos tipos. Este texto ainda faz uma reflexão sobre os primeiros testes de tipos usinados com as madeiras sugeridas e seus respectivos resultados impressos.

Artigo completo:

This text reports on the outcomes of a project about design and fabrication of wood type in Brazil. Conducted by a network of three Brazilian universities and the Brazilian Forestry Service, this research focus on the production of new wood types, using contemporary fabrication techniques. Taking into account that the wood species traditionally employed for the purpose are exotic to South America, the study raised the hypothesis that local species were used for wood type throughout the 20th century. As no wood type factories survive, and little has been written about the topic, we turned our attention to primary sources. With the help of enthusiasts around the country, 48 sorts of Brazilian wood type were collected; these sorts were then analysed with the help of the Forest Products Laboratory. Of the 48 samples, 44 were Brazilian sorts and 4 were foreign sorts. The tests confirmed seven genera of native trees and one single genus of exotic wood, confirming, thus, our initial hypothesis. This analysis allowed the identification of alternative native Brazilian species with similar properties for the making of our prototypes. Furthermore, this text also evaluates the first wood types produced with the suggested Brazilian native woods, as well as some results obtained from these printed tests. We hope that our methodology and findings can support letterpress research and practice worldwide.

Palavras-chave: design, tipografia, design de tipos, impressão tipográfica, identificação da madeira,

Palavras-chave: design, typography, type design, letterpress, wood identification,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-5.0319

Referências bibliográficas
  • [1] Aragão, I. R. (2016). Tipos móveis de metal da Funtimod: Contribuições para a história tipográfica brasileira (Text, Universidade de São Paulo). https://doi.org/10.11606/T.16.2016.tde-01092016-154117
  • [2] Berni, C. A., Bolza, E., & Christensen, F. J. (1979). South American timbers: The characteristics, properties and uses of 190 species. Melbourne: CSIRO.
  • [3] Coimbra Filho, A. F., & Fundação Brasileira para a Conservação da Natureza. (1996). Os limites originais do bioma Mata Atlântica na região nordeste do Brasil. Rio de Janeiro: FBCN.
  • [4] Coradin, V. T. R., & Camargos, J. A. A. (2002). A Estrutura Anatômica da Madeira e Princípios para a sua Identificação. Brasília: LPF.
  • [5] Denis, R. C. (2004). Uma introdução à história do design. São Paulo: E. Blücher.
  • [6] Drége, J.-P. (2002). Printing and the Reproduction of the Written Word in the Far East. In A history of writing: From hieroglyph to multimedia (pp. 159–165). Paris: Flammarion.
  • [7] Kelly, R. R. (1969). American wood type, 1828-1900; notes on the evolution of decorated and large types and comments on related trades of the period. New York: Van Nostrand Reinhold Co.
  • [8] Meggs, P. B., & Purvis, A. W. (2009). História do design gráfico. São Paulo: Cosac Naify.
  • [9] Melo, J. E. de, & Camargos, J. A. A. (2016). A Madeira e seus Usos (1st ed.). Brasília: Ministério do Meio Ambiente.
  • [10] Neder, R. (2014). A prática contemporânea da impressão tipográfica no design gráfico brasileiro (Master’s dissertation, Universidade Anhembi Morumbi). Retrieved from http://sitios.anhembi.br/jspui/handle/TEDE/1629
  • [11] Neder, R., & Vieira, R. T. (2016). A impressão 3d como possibilidade para o restauro e fabricação de tipos móveis. Blucher Design Proceedings, 2, 4492–4504. https://doi.org/10.5151/despro-ped2016-0387
Como citar:

Dietzsch, Rafael; Neder, Rafael; Gontijo, Alexandre Bahia; Silva, Maria Luiza Costa; Costa, Leonardo Araújo da; Rodrigues, Thiago Oliveira; "Projeto e uso de tipos móveis de madeira no contexto tipográfico brasileiro", p. 2395-2404 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-5.0319

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações