Artigo - Open Access.

Idioma principal

Produtividade e investimento no setor de bens de capital: uma análise do Brasil entre 1996 e 2013

Carvalho, Polliany Aparecida Lopes de; Britto, Jorge Nogueira de Paiva;

Artigo:

Este presentetrabalho tem por objetivo analisar os impactos do investimento na produtividadedo trabalho no setor de bens de capital do Brasil entre os anos de 1996 e 2013.Neste estudos, os investimentos serão representados pelos dados de aquisições,nas quais são fatoradas em quatro modalidades, aquisições de máquinas, meio detransporte, terrenos e outras aquisições. Para cumprir o objetivo proposto, sãogeradas algumas estimativas das elasticidades (modelo de painel dinâmico:GMM-Sistema) produtividade-aquisições. O estudo parte do pressuposto de que osinvestimentos afetam positivamente os incrementos de produtividade do trabalho,portanto as modalidades de aquisições analisadas, vão em alguma medida afetaros incrementos de produtividade.  Osresultados obtidos mostram que: i) não é possível concluir sobre os impactosdos investimentos em aquisições de maquinas e equipamentos sobre os incrementosde produtividade; ii) as demais modalidades de aquisições impactampositivamente nos ganhos de produtividade no setor e iii) apesar de osinvestimentos analisados impactarem nos ganhos de produtividade, há outrasvariáveis ou modalidades de investimentos que não foram consideradas nestetrabalho que podem afetar a produtividade, pois as elasticidades obtidas foraminelásticas.

Artigo:

Palavras-chave: Produtividade, Investimento, Aquisições, Bens de capital,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/enei2018-75

Referências bibliográficas
  • [1] ALEM, Ana Claudia; PESSOA, Ronaldo Martins. O setor de bens de capital e o desenvolvimento econômico: quais são os desafios?, 2005. AMITRANO, Claudio Roberto. O modelo de crescimento da economia brasileira no período recente: condicionantes, características e limites. A supremacia dos mercados e a política econômica do governo Lula. São Paulo: Unesp, p. 233-274, 2006. ARROW, K.; KURZ, M. Public investment, the rate of return and optimal fiscal policy. Johns Hopkins Press, Baltimore, 1970. ATHUKORALA, Prema-Chandra et al. Saving, investment, and growth in India. Oxford University Press, 2002. ATHUKORALA, Prema-Chandra; SEN, Kunal. The determinants of private saving in India. World Development, v. 32, n. 3, p. 491-503, 2004. BASTOS, Carlos Pinkusfeld et al. Rentabilidade, investimento e produtividade na indústria de transformação brasileira: 2000-2009. Produtividade no Brasil: desempenho e determinantes, p. 209-254, 2015. BARRO, R. Government spending in a simple model of endogeneous growth. Journal of Political Economy, v. 98, p. 103-125, 1990. BRITO, Jorge et al. Produtividade, Competitividade e Inovação na Indústria Brasileira. Projeto PIB, v. 4, p. 297-341, 2009. CÂNDIDO JÚNIOR, José Oswaldo. Efeitos do investimento público sobre o produto e a produtividade: uma análise empírica. 2006. CANO, Wilson; SILVA, Ana Lucia G. Política industrial do governo Lula. MAGALHÃES et al. Os, 2010. CARNEIRO, Ricardo. Desenvolvimento em crise: a economia brasileira no último quarto do século XX. Unesp, 2002. CARVALHO, Polliany Aparecida Lopes de. Uma análise do setor de bens de capital no Brasil no período recente,2015. CAVALCANTE, Luiz Ricardo; DE NEGRI, Fernanda. Trajetória recente dos indicadores de inovação no Brasil. Texto para Discussão, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), 201 DE NEGRI, Fernanda; CAVALCANTE, Luiz Ricardo. Evolução recente dos indicadores de produtividade no Brasil. 2013. DE SOUZA, Luiz Daniel Willcox; DE ARAÚJO, Bruno Plattek; DAUDT, Gabriel Marino. BENS DE CAPITAL. e PANORAMAS, p. 46,2016. DÍAZ Mora, C. (2001). El Impacto Comercial de la lntegración Económica Europea en el Periodo 1985-1996. Madrid: Comité Economico y Social. FERREIRA, P. A Note on Policy, The composition of public expenditures and economic growth. Ensaios Econômicos, n. 240, EPGE/FGV, Rio de Janeiro, 1994. FERREIRA, Pedro Cavalcanti. Impactos produtivos da infra-estrutura no Brasil–1950/95. 1998. GRUBEL, H. G., and P. J. LOYD (1975). Intra-lndustry Trade, The Theory and asurement of lnternational Trade in Differentiated Products. London: Macmillan. HIDALGO, A.B. Mudanças na estrutura do comércio internacional brasileiro: comércio interindústria x comércio intra-indústria. Análise Econômica, vol. 11, set. 1993, p. 55-68. MAGACHO, Guilherme Riccioppo. Brasil: dinámica de la industria de bienes de capital en el ciclo de expansivo 2003-2008 y tras la crisis mundial. Revista CEPAL, 2016. MAGACHO, G. A indústria de bens de capital no Brasil: restrição externa e dependência tecnológica no ciclo de desenvolvimento recente. 2012. 169 f. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Economia, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2012. MIGUEZ, Thiago de Holanda Lima; WILLCOX, Luiz Daniel; DAUDT, Gabriel Marino. O setor de bens de capital: diagnóstico do período 2000-2012 e perspectivas a partir do cenário econômico. BNDES Setorial, Rio de Janeiro, n. 42, 2015. NASSIF, André. Estrutura e competitividade da indústria de bens de capital brasileira. Texto para discussão, n. 109, 2007. NELSON, R. R. “Research on productivity growth and productivity differences: dead ends and new departures”. In: Nelson, R. The Sources of Economic Growth. Cambridge, MA.: Harvard Economic Press, 1996 (originally published in the Journal of Economic Literature, September, 1981: 1029-1064), 198 RESENDE, M. F., ANDERSON, P. Mudanças estruturais na indústria brasileira de bens de capital. Ipea, jul. 1999 (Texto para Discussão, 658). SABOIA, João; CARVALHO, Paulo Gonzaga M. de. Produtividade na indústria brasileira: questões metodológicas e análise empírica. 1997. SALM, Cláudio; SABÓIA, João; CARVALHO, PGM de. Produtividade na indústria brasileira: questões metodológicas e novas evidências empíricas. Pesquisa e Planejamento Econômico, v. 27, n. 2, p. 377-396, 1997. SCHYMURA, Luiz Guilherme. Visões: Brasil e China. Revista Conjuntura Econômica, v. 67, n. 11, p. 22-23, 2013. SOLOW, R. A Contribution to the Theory of Economic Growth. Quarterly Journal of Economics, v. 70, n. 1, p. 65-94, 1956. STRACHMAN, Eduardo; AVELLAR, Ana Paula M. Estratégias, desenvolvimento tecnológico e inovação no setor de bens de capital, no Brasil. Ensaios FEE, v. 29, n. 1, 2008. SWAN, T. Economic growth and capital acumulation. Economic Record, v. 32, n. 3, p. 334-361, 1956. VASCONCELOS,C.R.F. O comércio Brasil-Mercosul na década de 90: uma análise pela ótica do comércio intra-indústria. Revista Brasileira de Economia,vol.57, n. 1, jan./mar. 2003, p. 283-313. VELOSO, Fernando; PEREIRA, L. A perspectiva brasileira sobre a armadilha da renda média, 2013. VELOSO; LV PEREIRA; Z. BINGWEN. Armadilha da Renda Média: Visões do Brasil e da China, v. 1, p. 11-25, 2013. VERMULUM, Roberto. Estratégias empresariais nos anos 80: o setor de máquinas-ferramenta. Cyted, 1996. VERMULM, R. O. et al. Setor de Bens de Capital. Ciência e Tecnologia no Brasil: política industrial, mercado de trabalho e instituições de apoio. Ed. Fundação Getúlio Vargas, v. 2, 1995. VERMULM, Roberto. A indústria de bens de capital seriados. Brasília: Cepal, 2003, mimeo.
Como citar:

Carvalho, Polliany Aparecida Lopes de; Britto, Jorge Nogueira de Paiva; "Produtividade e investimento no setor de bens de capital: uma análise do Brasil entre 1996 e 2013", p. 1371-1390 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/enei2018-75

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações