Setembro 2018 vol. 1 num. 5 - XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Pôster - Open Access.

Idioma principal

PRODUÇÃO DE ETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO UTILIZANDO O LICOR DO BAGAÇO DO SISAL (AGAVE SISALANA) HIDROLISADO

VELOSO, R. P; OLIVEIRA, S. S; AZEVEDO, B; OLIVEIRA, L. S. C; , ;

Pôster:

A demanda crescente por energia, atrelada a diminuição das reservas fósseis e a poluição ambiental, tem exigido pesquisas para desenvolvimento de fontes energéticas renováveis. A fermentação submersa a partir de resíduos lignocelulósicos para a produção do etanol de segunda geração surge nesse contexto como uma alternativa viável, visto que esses materiais têm baixo valor agregado e um elevado potencial de bioconversão. Este trabalho teve como objetivo realizar a fermentação submersa, utilizando S. cerevisiae (Y904) do licor do bagaço do sisal (Agave sisalana), previamente tratado, e hidrolisado enzimaticamente. O monitoramento da cinética fermentativa em reator de batelada permitiu a avaliação do consumo de glicose, produção de etanol e massa microbiana. Em nível laboratorial o 92% de rendimento e produtividade de 1,2 g. L-1 .h-1 .

Pôster:

Palavras-chave: AGAVE SISALANA,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/cobeq2018-PT.0946

Referências bibliográficas
  • [1] ALCOOBRÁS. Revista Alcoolbrás. Edição no
  • [2] 101, abril, 2006.
  • [3] ANDRADE R, ORNELAS J, BRANDÃO W. Revista Bahia Agrícola, v.9, n.1, novembro de
  • [4] 2011.
  • [5] FIGUEIROA DS. Avaliação de pré-tratamentos químicos no bagaço de sisal (Agave
  • [6] sisalana). Tese de Doutorado em Engenharia Química. UFCG, 110p. Campina Grande, PB,
  • [7] 201
  • [8] ROCHA MVP. Produção de bioetanol a partir de pedúnculo de caju (Anacardium
  • [9] occidentale L.) por fermentação submersa. Tese de Doutorado em Engenharia Química.
  • [10] UFRN, 121p. Natal, RN, 20
Como citar:

VELOSO, R. P; OLIVEIRA, S. S; AZEVEDO, B; OLIVEIRA, L. S. C; , ; "PRODUÇÃO DE ETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO UTILIZANDO O LICOR DO BAGAÇO DO SISAL (AGAVE SISALANA) HIDROLISADO", p. 3590-3593 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/cobeq2018-PT.0946

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações