Julho 2017 vol. 4 num. 2 - IX SBEA + XV ENEEAmb + III FLES

Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

PROCESSOS DE COAGULAÇÃO E FLOCULAÇÃO NO TRATAMENTO D’ÁGUA: ESCOLHA DO CATALISADOR COM A MELHOR RELAÇÃO CUSTO-BENEFÍCIO

Giuliatti, Nathália Melo; Brito, Vinycius Lima; Rodrigues, Ana Beatriz Matos; Silva, Iran Abib Valente da; Pereira Junior, Antônio;

Artigo Completo:

Um dos problemas atuais em corpos hídricos é a perda da transparência da água que, em geral, compromete a qualidade da mesma. O presente trabalho tem como objetivo identificar o catalisador com a melhor relação custo-benefício na remoção de partículas que promovem a turbidez da água e obter maior índice de transparência desse recurso natural. Para o funcionamento eficiente desse processo, algumas medidas devem ser tomadas, como o uso do Policloreto de Alumínio - PAC (coagulante), cuja mensuração foi efetuada com aplicação do Hidróxido de Sódio (NaOH) e a Cal Hidratada (Ca(OH)2). A metodologia de pesquisa aplicada foi observativa, sistemática, direta, experimental, associada a levantamento de dados documentais com recorte temporal no período de 2007 a 2017. Os dados obtidos foram tratados por meio da estatística descritiva (média, desvio padrão e coeficiente de variação). Eles indicaram que o Hidróxido de Sódio (NaOH) apresentou um maior desempenho no quesito velocidade da reação de coagulação (um minuto), enquanto a Cal Hidratada (Ca(OH)2) mostrou ser mais eficiente no que se refere à morfologia dos flocos (nota 3) e à velocidade de decantação (nove minutos).

Artigo Completo:

Palavras-chave: Cal Hidratada. Hidróxido de Sódio. Coagulador. Floculador. PAC,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/xveneeamb-104

Referências bibliográficas
  • [1] AYRES, M et al. Programa BioEstat 5.3. Aplicações Estatísticas nas Áreas das Ciências Biológicas e Biomédicas. Belém/PA; Sociedade Civil Mamirauá, 2005.
  • [2] ALARCON, F.E.P; ALCALA, K.L.C. Tecnologias para el tratamento de aguas servidas. Zona Poza Rica, 77p., 2011. Dissertação (Graduação em Engenharia Ambiental) – Universidad Veracruzana
  • [3] ALVARENGA, L. A. et al. Estudo da qualidade e quantidade da água em microbacia, afluente do rio Paraíba do Sul – São Paulo, após ações de preservação ambiental. Ambi- Agua, Taubaté, v. 7, n. 3, p. 228-240, 2012.
  • [4] BARRETO, L. V. et al. Relação entre vazão e qualidade da água em uma seção de rio. Revista Ambiente & Água,v. 9, p. 118-129, 201
  • [5] BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Portaria n. 2914 de 12 de dezembro de 2011. Dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Seção I, nº 239, p.39-46.
  • [6] _______. CONSELHO NACIONAL DE MEIO AMBIENTE. Resolução n.º 357, de 17 de março de 2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. nº53, p. 58-63.
  • [7] ________. Fundação Nacional de Saúde. Manual prático de análise de água. 4ª ed. rev. - Brasília: Fundação Nacional de Saúde, 2013.
  • [8] CACHEIRA, C.S. et al. Processo de COAGULAÇÃO – FLOCULAÇÃO. Barcelos, 20., 2012. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto.
  • [9] CETESB (COMPANHIA DE TECNOLOGIA DE SANEAMENTO AMBIENTAL). Relatório de Significado ambiental e sanitário das variáveis de qualidade das águas e dos sedimentos e metodologias analíticas e de amostragem. São Paulo: CETESB, p. 4, 200
  • [10] CONSTANTINO, A.F; YAMAMURA, V.D. Redução do gasto operacional em estação de tratamento de água utilizando o PAC. In SIMPÓSIO DE PÓS – GRADUAÇÃO EM
  • [11] ENGENHARIA URBANA, 10., 2009, Maringá. Anais... Maringá: Universidade Estadual de Maringá, 2009. p 10.
  • [12] IBGE. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Cidades. Disponível em http://www.ibge.gov.br.gov.br. Acesso em 22 abr. 2017.
  • [13] MARTINS, H.D. et al. Mapeamento da cobertura do solo de Paragominas-PA com imagens de satélite de alta resolução: aplicações para o Cadastro Ambiental Rural (CAR). In SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SENSORIAMENTO REMOTO, 16., 2013, Foz do Iguaçu. Anais... Foz do Iguaçu: INPE, 20 p 8.
  • [14] PINHEIRO, P. Doenças transmitidas pela água. 2017. Disponível em: . Acesso em: 25 Mai. 2017.
  • [15] PINTO et al. Diagnóstico Socioeconômico e Florestal do Município de Paragominas. Relatório Técnico. Belém/PA: Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia -Imazon. 2009. p 65.
  • [16] SANEPAR. AGÊNCIA DE SANEAMENTO PARAGOMINAS. Bacia do Uraim. 2014. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2017.
  • [17] ___________________________________________________. Números. 2013. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 20
  • [18] SANTOS, G.R. Estudo de Clarificação de Água de Abastecimento Público e Otimização da Estação de Tratamento de Água. Dissertação (Mestrado em Tecnologia dos Processos Químicos e Bioquímicos) – Escola de Química, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2011.
  • [19] TRUJILLO, D. et al. Remoción de turbiedad em agua de una fuente natural mediante coagulación/floculación usando almidón de plátano. Manizales, 2014, 18 p., Dissertação (Graduação em Engenharia Ambiental) – Universidad Católica de Menizales, 2014.
Como citar:

Giuliatti, Nathália Melo; Brito, Vinycius Lima; Rodrigues, Ana Beatriz Matos; Silva, Iran Abib Valente da; Pereira Junior, Antônio; "PROCESSOS DE COAGULAÇÃO E FLOCULAÇÃO NO TRATAMENTO D’ÁGUA: ESCOLHA DO CATALISADOR COM A MELHOR RELAÇÃO CUSTO-BENEFÍCIO", p. 1034-1044 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/xveneeamb-104

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações