Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

PROCESSOS CULTURAIS E CADEIA PRODUTIVA DO ARTESANATO: UMA ANÁLISE SOBRE A CERÂMICA DO CABO DE SANTO AGOSTINHO/PE, BRASIL.

Tabosa, Tibério; Cavalcanti, Virgínia; Cordeiro, Erimar; Andrade, Ana Maria;

Artigo Completo:

O artigo apresenta o resultado do projeto de pesquisa intitulado “Modelo de análise da cadeia produtiva do artesanato”, realizado em três fases e viabilizado por editais do Funcultura – PE. Tem como objetivo construir um modelo de análise da cadeia produtiva do artesanato, dentro da visão da economia criativa, a partir dos referenciais de um conjunto de comunidades produtoras artesanais com renome e nível de maturação reconhecidos que apresentam características diversas em termos das tipologias trabalhadas, organização da produção, origem das matérias-primas e apoios recebidos, considerando parâmetros de sustentabilidade, visando a agregação de valor e nível de consumo dos produtos que possibilitem a melhoria da qualidade de vida dos artesãos. A metodologia de abordagem adotada foi a Dialética (Demo, 1995) utilizando o método comparativo (Gil, 1987) e o estudo de caso (Yin, 2005), conduzida pela motivação da cadeia de valor e design (Krucken, 2012) e contextualizada no campo da Economia Criativa (Howkins, 2001).

Artigo Completo:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/despro-ped2016-0331

Referências bibliográficas
  • [1] AFNOR. Association Française de Normalisation. Normatization Terms. Disponível na internet em: < HYPERLINK "http://www.afnor.org/en" \h www.afnor.org/en>. Acesso em 12 abr. 2012
  • [2] ANDRADE, Ana; CAVALCANTI, Virginia. Imaginário pernambucano: design, cultura, inclusão social e desenvolvimento sustentável. Recife: Zoludesign, 2006.
  • [3] BAUMAM, Zygmund. Modernidade Líquida. Rio de Janeiro: Zahar,2001 BONSIEPE.
  • [4] CGEE - Centro de Gestão e Estudos Estratégicos. Oportunidades de negócios para o município de Recife (PE). Série Documentos Técnicos, Recife: CGEE, 2011
  • [5] CGEE - Centro de Gestão e Estudos Estratégicos. Inovações tecnológicas em cadeias produtivas selecionadas. Série Documentos Técnicos, Recife: CGEE, 2012
  • [6] DEHEINZELIN, Lala. Creative economy for development: a new model leading to sustainability and better futures. Personal working paper, 2010.
  • [7] DEMO, Pedro. Introdução à metodologia da ciência. São Paulo: Atlas, 1995.
  • [8] Du GAY, Paul. Doing Cultural Studies: The story of the Sony Walkman. The Open University. London: SAGE Publications, 1997
  • [9] GULLAR, Ferreira. Poesia primeira. In Artesanato do Brasil. Brasília: Reflexo Design/SEBRAE, 2001.
  • [10] GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social.São Paulo: Atlas,1987.
  • [11] HALL, Stuart Metáforas de Transformação. In Da diáspora: identidades e mediações culturais. SOVIK, Liv. (Org.). Belo Horizonte: Editora UFMG, 2009.
  • [12] HOLLIDAY, Oscar. Para sistematizar experiências. João Pessoa: Editora da UFPB, 1996
  • [13] HOWKINS, John. The Creative economy: how people make money from ideas. London/Uk: Penguin Books Group, 2001.
  • [14] IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico 2010. Brasília: IBGE, 2010 KOTLER, Philip. Princípios de marketing. Rio de Janeiro: Prentice-Hall, 2004.
  • [15] KRUCKEN, Lia. Design e território: valorização de identidades e produtos locais. São Paulo: Nobel, 2009.
  • [16] NAGI-PE. Indústria Criativa: Mapeamento dos Gargalos Setoriais. Recife: Portodigital, 2012
  • [17] PRESTES FILHO, Luiz Carlos (Org). Cadeia Produtiva da Economia da Música. Rio de Janeiro: Epapers,2007
  • [18] PRESTES FILHO, Luiz Carlos (Org). Cadeia Produtiva da Economia do Carnaval. Rio de Janeiro: Epapers, 2009a
  • [19] PRESTES FILHO, Luiz Carlos. Cadeia Produtiva da Economia do Carnaval. In CRIBARI, Ana Isabela (Org) Economia da Cultura. Recife: FUNDAJ/Editora Massangana, 2009b.
  • [20] SEBRAE NACIONAL. Relatório premiação Top 100 SEBRAE 2012. Brasília: SEBRAE, 2013.
  • [21] UNCTAD/ONU.Creative economy report. Berne/Suisse: UNCTAD, 2010.
  • [22] UNESCO. La artesania y el mercado internacional: comercio y codificación aduaneira. Manila/Filipinas: Unesco/CCI, 1999.
  • [23] TABOSA, Tibério at al. Empreendedorismo social transformador: o caso da ação do Projeto Imaginário Pernambucano na comunidade artesanal do Cabo de Santo Agostinho/PE – Anais do XXI EnANPAD – Encontro Nacional de Pesquisas em Administração. Rio de Janeiro/RJ, 2006.
  • [24] TABOSA, Tibério. Creando una Propuesta de Valor para los Consumidores Conscientes: Productos Artesanales Solidários de Raiz y Alma.Revista Artesanias de América editada pelo CIDAP - Centro Interamericano de Artesanias y Artes Populares / OEA - Organização dos Estados Americanos n. 63-64, julho de 2007
  • [25] TABOSA, Tibério. A visão ampliada do artefato artesanal na ótica do circuito da cultura e suas implicações na comercialização. In CUNHA, Gabriel. Artesanato – questões de comercialização. Coimbra, Portugal: CEARTE, 2011.
  • [26] TABOSA, Tibério; CAVALCANTI, Virgínia. Uma contribuição teórica para a estratégia de marketing de produtos culturais: o caso da produção, circulação e consumo de objetos artesanais de valor agregado Anais do o VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão, Rio de Janeiro, 2012.
  • [27] TABOSA, Tibério et al. Diseño Social y cadena productiva de la artesanía: un análisis sobre la cerâmica do Cabo de Santo Agostinho PE –Brasil. Anales del VIII Congresso Internacional de Diseño de la Habana – FORMA 2015 “Diseño con Sentido”. La Habana, Cuba, junio 2015.
  • [28] YIN, Robert. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2001.
Como citar:

Tabosa, Tibério; Cavalcanti, Virgínia; Cordeiro, Erimar; Andrade, Ana Maria; "PROCESSOS CULTURAIS E CADEIA PRODUTIVA DO ARTESANATO: UMA ANÁLISE SOBRE A CERÂMICA DO CABO DE SANTO AGOSTINHO/PE, BRASIL.", p. 3857-3868 . In: Anais do 12º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 9, n. 2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-ped2016-0331

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações