Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

PREVALÊNCIA DE LER/DORT E FATORES ASSOCIADOS NO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE PERNAMBUCO – DETRAN/PE

COÊLHO, Vanessa; GAUDÊNCIO, Klaúgene; SANTOS, Marluce; FERNANDES, Maria Goretti;

Artigo Completo:

As Lesões por Esforços Repetitivos (LER) ou Distúrbios Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho (DORT) representam uma grande preocupação dos profissionais das áreas de saúde e segurança do trabalho. Este estudo objetivou determinar a prevalência de LER/DORT nos servidores públicos do DETRAN/PE. Trata-se de um estudo transversal, do qual participaram 82 servidores. Os dados foram coletados por meio de uma entrevista com os funcionários. Além disso, realizou-se uma avaliação ergonômica do posto de trabalho. A prevalência de sintomatologia osteomuscular foi de 85,4%, estando associada as suas características laborais. Faz-se necessários estudos com amostras maiores para avaliar as tendências aqui relatadas.

Artigo Completo:

Palavras-chave: LER-DORT. Epidemiologia. Saúde do trabalhador,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/engpro-conaerg2016-6689

Referências bibliográficas
  • [1] BARBOSA, M. S. A.; SANTOS, R. M.; TREZZA M. C. S. F. A vida do trabalhador antes e após a Lesão por Esforço Repetitivo (LER) e Doença Osteomuscular Relacionada ao Trabalho (DORT). Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 60, n. 5, p. 491-496, set./out. 2007.
  • [2] BRANDAO, A. G.; HORTA, B. L.; TOMASI, E. Sintomas de distúrbios osteomusculares relacionados em bancários de Pelotas: prevalência e fatores associados. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 8, n. 2, p. 295-305, 2005.
  • [3] BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. Área Técnica de Saúde do Trabalhador. Lesões por esforços repetitivos (LER) / Distúrbios musculares relacionados ao trabalho (DORT). Série A. Normas e Manuais Técnicos, n.° 103, Brasília, fev. 2001. 35p.
  • [4] ______.______. Secretária de atenção à Saúde. Área técnica de Saúde do Trabalhador. Lesões por Esforços Repetitivos (LER) / Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT): dor relacionada ao trabalho. Protocolos de atenção integral à saúde do trabalhador de complexidade diferenciada. Brasília, fev. 2006. 49p.
  • [5] BUREAU OF LABOR STATISTICS, U.S. Department of Labor. Table 10: Number, percent and incidence rate of nonfatal occupational injuries al illnesses involving days away from work by selected worker and case characteristics and musculoskeletal disorders, All United States, private industry, 2008. nov. 2009. 5p. Disponível em: Acesso em: 14 set 2010.
  • [6] CARNEIRO, L. R. V. et al. Sintomas de distúrbios osteomusculares em motoristas e cobradores de ônibus. Revista Brasileira Cineamtropometria & Desempenho Humano, v. 9, n. 3, p. 277-283, 2007.
  • [7] COUTO, H. A. Checklist para análise das condições do posto de trabalho ao computador de Couto. Versão 200 Disponível em: Acesso em: 09 mar 2010.
  • [8] ______. Avaliação dos riscos DORT/LER. In: COUTO, H. A.; NICOLETTI, S. J.; LECHO, O. e Colaboradores. Como gerenciar a questão das L.E.R/D.O.R.T: Lesões por Esforços Repetitivos / Distúrbios Osteomusculares relacionados ao Trabalho. 1ª edição. Belo Horizonte: Ergo, 199
  • [9] CROMIE, J. E.; ROBERTSON, V. J; BEST, M. O.; Work-Related Musculoskeletal disorders on physical therapists: prevalence, severity, risks, and responses. Physical Therapy, v. 80, n. 4, p. 336-351, abr. 2000.
  • [10] DIAS, L. R. et al. Análise de fatores ambientais e a relação com aspectos subjetivos entre funcionários de uma agência bancária. Revista Kinesis, Santa Maria, n. 26, p. 9-21, maio. 2002.
  • [11] FILHO, L. G. C.; JUNIOR, A. P. LER/DORT: multifatorialidade etiológica e modelos explicativos. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, v. 8, n. 14, p. 149-162, set. 2003 - fev. 2004.
  • [12] GARCIA, V. M. D. et. al. Análise do Perfil do paciente portador de doença osteomuscular relacionada ao trabalho (DORT) e usuário do serviço de saúde do trabalhador do SUS em Belo Horizonte. Revista Brasileira de Fisioterapia, v. 8, n. 3, p. 273-278, 2004.
  • [13] GASPARINI, S. M.; BARRETO, S. M.; ASSUNÇÃO, A. A. O professor, as condições de trabalho e os efeitos sobre sua saúde. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 2, p. 189-199, maio/ago. 2005.
  • [14] GRIEP, R. H.; CHÓR, D.; CAMACHO, L. A. B. Tabagismo entre trabalhadores de empresa bancária. Revista de Saúde Pública, v. 32, n. 6, p. 177-194, dez. 1998.
  • [15] HEALTH AND SAFETY EXECUTIVE. A National Statistics Publication – Statistics 2008/09 in Great Britain. 28p. Disponível em: Acesso em: 14 set 2010.
  • [16] JANS, K. C.; BORDIN, R. Avaliação dos riscos de desenvolvimento de doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho, associados ao estado de ânimo, em funcionários da divisão de nutrição e dietética do Complexo Hospitalar da Santa Casa de Porto Alegre. Revista HCPA, Porto Alegre, v. 25, n. 1/2, p. 27-34, abr./ago., 2005.
  • [17] JUNIOR, R. R. Protocolo de diagnóstico e tratamento das LER/DORT. Boletim da Saúde, Porto Alegre, v.19, n. 1, p. 129-135, jan./jun. 2005.
  • [18] KUORINKA, I. et al. Standardized Nordic questionnaires for the analysis of musculoskeletal symptoms. Applied Ergonomics, v. 18, n. 3, p. 233-237, 1987.
  • [19] MACIEL, A. C. C.; FERNANDES, M. B.; MEDEIROS, L. S. Prevalência e fatores associados à sintomatologia dolorosa entre profissionais da indústria têxtil. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 9, n. 1, p. 94-102, 2006.
  • [20] MASSAMBANI, E. M. Incidência de distúrbios músculo-esqueléticos em farmacêuticos-bioquímicos e sua repercussão sobre a qualidade de vida e de trabalho. 2002. 109p. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.
  • [21] MENDES, R. A.; LEITE, N. Ginástica Laboral: princípios e aplicações práticas. 1ª edição. São Paulo: Manole, 2004. 220p.
  • [22] MONTEIRO, M. S.; ALEXANDRE, N. M. C.; RODRIGUES, C. M. Doenças músculo-esqueléticas, trabalho e estilo de vida entre trabalhadores de uma instituição pública de saúde. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 40, n. 1, p. 20-25, 2006.
  • [23] OLIVEIRA, C. R. et al. Manual Prático de L.E.R.: Lesões por esforços repetitivos. 2ª edição. Belo Horizonte: Livraria e Editora Saúde Ltda. – Health, 1998. 403p.
  • [24] PINHEIRO, F. A.; TROCCOLI, B. T.; CARVALHO, C. V. Validação do Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares como medida de morbidade. Revista de Saúde Pública, v. 36, n. 3, p. 307-312, 2002.
  • [25] ______; ______; PAZ, M. G. T. Preditores Psicossociais de Sintomas Osteomusculares: A Importância das Relações de Mediação e Moderação. Psicologia: Reflexão & Crítica, v. 19, n. 1, p. 142-150, 2006.
  • [26] PORTO, L. A. et al. Doenças ocupacionais em professores atendidos pelo centro de estudos de saúde do trabalhador (CESAT). Revista Baiana de Saúde Pública, v. 28, n. 1, p. 33-49, 2004.
  • [27] PUNNET, L. & BERGQVIST, U. Musculoskeletal disorders in visual display unit work: gender and work demands. Occupational Medicine: State of the Art Reviews, v. 14, n. 1, p. 113-124, 1999.
  • [28] SANTOS, H. et. al. DORT em Usuários de Computador. Grupo de Pesquisa em Informática, Bacharelado em Sistemas de Informação. Sociedade Paranaense de Ensino em Informática – Faculdades SPEI. Curitiba, 2005. Disponível em: < http://servicos.spei.br/site/arquivos/ii_wcs/II-WCS_2005_02.pdf > Acesso em: 14 set 2010.
  • [29] SIGNORI, L. U.; GUIMARÃES, L. B. M.; SAMPEDRO, R. M. F. Análise dos Instrumentos utilizados para avaliação dos riscos da ocorrência dos D.O.R.T./L.E.R. Produto & Produção, v. 7, n. 3, p. 51-62, out. 2004.
  • [30] VITORIA A. S.; SILVA, M. C. Prática de ginástica laboral entre trabalhadores de agências bancárias do sul do estado do Rio Grande do Sul: um estudo descritivo. Revista Digital, Buenos Aires, Año 15, n. 146, jul. 2010. Disponível em: Acesso em: 17 set 2010.
  • [31] YU, I. T.; WONG, T. W.; Musculoskeletal problems among VDU workers in a Hong Kong bank. Occupational Medicine. England, v. 46, n. 4, p. 275-280, Aug. 1996.
Como citar:

COÊLHO, Vanessa; GAUDÊNCIO, Klaúgene; SANTOS, Marluce; FERNANDES, Maria Goretti; "PREVALÊNCIA DE LER/DORT E FATORES ASSOCIADOS NO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE PERNAMBUCO – DETRAN/PE", p. 909-919 . In: 1º Congresso Internacional de Ergonomia Aplicada [=Blucher Engineering Proceedings, v.3 n.3]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-conaerg2016-6689

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações