Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

Políticas públicas para arranjos produtivos locais: análise comparativa dos arranjos de cerâmica de Monte Carmelo (MG), Porangatu (GO) e Itabaianinha (SE)

FERREIRA, Juliene Barbosa; BOTELHO, Marisa Azevedo dos Reis;

Artigo Completo:

O resgate da importância do objeto local/regional por várias correntes teóricas tem impacto direto na visão e atuação de políticas públicas para promoção do desenvolvimento local, pois colocam em destaque os diferentes contextos econômicos, políticos e institucionais que conformam o ambiente no qual as empresa atuam. À luz dessa referência, o objetivo do presente trabalho é o de fazer uma análise comparativa do ambiente institucional e das políticas públicas que envolvem as empresas ceramistas e as instituições locais integradas aos arranjos produtivos (APLs) localizados em Monte Carmelo (MG), Porangatu (GO) e Itabaianinha (SE). A coleta de dados foi realizada no período de setembro de 2015 a janeiro de 2016, utilizando-se como instrumento o questionário elaborado pela Redesist. Foram entrevistadas um total de 93 empresas nos três APLs. Como resultados da pesquisa, identificou-se situações muito diferentes entre os três arranjos. Para o APL de Itabaianinha, identificou-se forte atuação do Estado, com o papel central da SEDETEC. Diferentemente, em Monte Carmelo a atuação de políticas públicas mostrou-se menos importante, sendo a estruturação e governança do APL exercida pela associação local de ceramistas. Ações de política pública também foram evidenciadas no APL de Porangatu, embora estejam ainda no campo das intenções, sem terem sido de fato implementadas.

Artigo Completo:

The importance of local/regional object by the various theoretical approachs has direct impact on vision and performance of public policies for promotion of local development, as they highlight the different economic, political and institutional contexts that shape the environment in which firms operate. Thus, the main objective of the paper is to make a comparative analysis of the institutional environment and public policies involving ceramic firms and local institutions integrated into the productive arrangements located in Monte Carmelo(MG), Porangatu (GO) and Itabaianinha (SE). Data collection was performed from September 2015 to January 2016, using as a tool the questionnaire drawn up by the Redesist. A sum of 93 companies were interviewed in the three LPAs. As results of the research, we identified very different situations among the three arrangements. For the Itabaianinha arrangement, a strong performance of the State was identified, with the central role of SEDETEC. In contrast, in Monte Carmelo the performance of public policies proved to be less important, with the structuring and governance of LPA exercised by the local association of ceramists. Public policy actions were also evidenced in Porangatu, although they are still in the field of intentions, without actually being implemented.

Palavras-chave: Arranjos Produtivos Locais, Indústria Cerâmica, Desenvolvimento Regional, Políticas Públicas,

Palavras-chave: Local Productive Arrangements, Ceramic Industry, Regional Development, Public Policies,

DOI: 10.5151/enei2017-15

Referências bibliográficas
  • [1] BECATINI, G. O Distrito Marshalliano: uma noção socioeconômica”. In: As regiões ganhadoras: Distritos e Redes – os novos paradigmas da geografia econômica. Oeiras: Celta Editora. 1994
  • [2] BRASIL. Oficina regional de orientação à instalação de núcleos estaduais de apoio a arranjos produtivos Locais. Brasília: MDIC / GTP-APL, 2006a.
  • [3] BRASIL. Manual de apoio aos arranjos produtivos Locais. Brasília: MDIC / GTP-APL, 2006b.
  • [4] BRASIL. Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior – MDIC. Termo de referência para política nacional de apoio ao desenvolvimento de arranjos produtivos Locais. Brasília: MDIC / GTP-APL, 200
  • [5] CAMPOS, R.R.; VARGAS, M. A.; STALLIVIERI, F. As experiências estaduais de políticas para arranjos produtivos locais. IN: CAMPOS, R.R.; STALLIVIERI, F.; VARGAS, M.A.; MATOS, M. Políticas Estaduais para Arranjos Produtivos Locais no Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. BNDES, RedeSist, FUNPEC, 2010. Disponível em: www.politicaapls.redesist.ie.ufrj.br. Acesso em janeiro 201
  • [6] CASSIOLATO, J. E., LASTRES, H. M. M. Política para a promoção de arranjos produtivos e inovativos locais de micro e pequenas empresas: conceitos, vantagens, restrições e equívocos usuais. Rio de Janeiro: RedSist, IE/UFRJ, 2003a.
  • [7] CASSIOLATO, J. E.; LASTRES, H. M. M. O foco em arranjos produtivos e inovativos locais de micro e pequenas empresas. In: LASTRES, H. M. M; CASSIOLATO, J. E.; MACIEL, M. (orgs.). Pequena empresa: cooperação e desenvolvimento local. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2003b.
  • [8] COSTA, E. J. M. Políticas públicas e o desenvolvimento de arranjos produtivos locais em regiões periféricas. Tese de Doutoramento. Campinas, Instituto de Economia – UNICAMP, 2007.
  • [9] ERBER, F. S. Eficiência coletiva em Arranjos Produtivos Locais industriais: comentando o onceito. Nova Economia, Belo Horizonte, v. 18, n. 1, p. 11-32, jan./abr. 2008.
  • [10] LEMOS, C. R.. Notas preliminares do Projeto Arranjos Locais e Capacidade Inovativa em contexto Crescentemente Globalizado. IE/UFRJ, Rio de Janeiro, mimeo. 1997.
  • [11] MATOS, M. P.; ARROIO, A. Políticas de apoio a micro e pequenas empresas no Brasil: Avanços no período recente e perspectivas futuras. Santiago do Chile: Comisión Económica para América Latina y el Caribe (CEPAL), 20
  • [12] NARETTO, N.; BOTELHO, M. R.; MENDONÇA, M. A trajetória das políticas públicas para pequenas e Médias empresas no Brasil: do apoio individual ao apoio a empresas articuladas em arranjos produtivos locais. Planejamento e Políticas Públicas, n. 27, jun./dez. 2004.
  • [13] TATSCH, Ana Lúcia; BOTELHO, Marisa dos R. A. Análise das políticas de apoio à arranjos produtivos locais nos estados do Centro-Sul do Brasil. Revista de Políticas Públicas. São Luís, v. 17, n. 1, p. 15-26, jan./jun. 20
  • [14] SCHMITZ, H.; NADVI, K. Clustering and industrialization: introduction. World Development, v. 27, n. 9, Sep; 1999.
Como citar:

FERREIRA, Juliene Barbosa; BOTELHO, Marisa Azevedo dos Reis; "Políticas públicas para arranjos produtivos locais: análise comparativa dos arranjos de cerâmica de Monte Carmelo (MG), Porangatu (GO) e Itabaianinha (SE)", p. 262-281 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/enei2017-15

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações