Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Pictogramas e ensino de desenho na deficiência visual: estudo de caso de desenho do pássaro por uma adolescente

Pictograms and teaching drawing in visual impairment: the case study of bird by a teenager

Piekas, Mari Ines;

Artigo Completo:

O artigo apresenta parte de uma pesquisa em andamento que utiliza o método de ensino de desenho do livro Vocabulário Pictográfico para Educação Inclusiva – Parte 1 - Animais (Duarte e Piekas, 2013), elaborado com o objetivo de ser um recurso facilitador e ampliador dos processos cognitivos de crianças com necessidades educacionais especiais. As reflexões sobre o desenho infantil, pictogramas e desenhos em relevo tátil são contribuições de M. L. B. Duarte, S. Coutinho, B. Darras, M. Massironi, J. M. Kennedy, M. Heller e F. J. de Lima. Os pictogramas do livro foram desenvolvidos a partir do desenho de esquemas gráficos realizados por crianças videntes, os quais passaram por uma adaptação formal, por meio de linhas e figuras geométricas básicas. A proposta da pesquisa compreende o ensino de desenho destes pictogramas para crianças e adolescentes com cegueira congênita. Por fim são apresentadas algumas soluções gráficas alcançadas por uma das participantes da pesquisa a respeito do desenho do pássaro. Os resultados até o momento são favoráveis e podem contribuir para o aperfeiçoamento do método

Artigo Completo:

This article presents part of an ongoing research that uses the method of teaching drawing of the book Vocabulary Pictographic for Inclusive Education - Part 1 - Animals (Duarte and Piekas, 2013), formulated with the goal of being a facilitator and magnifier feature of the cognitive processes of children with special educational needs. Reflections on the children''s drawings, pictograms and tactile pictures are contributions of M. L. B. Duarte, S. Coutinho, B. Darras, M. Massironi, J. M. Kennedy, M. Heller and F. J. de Lima. The pictograms of the book were developed from the graphic schematic drawings made by sighted children, which are adapted with lines and basic geometrical figures. The research proposal includes the teaching of these pictograms for children and adolescents and with congenital blindness. Finally are presented some graphics solutions reached by one of the research participants about the bird drawing. The results so far are positive and can contribute to the improvement of the method.

Palavras-chave: desenho infantil, ensino de desenho, pictograma, deficiência visual, children''s drawing, teaching drawing, pictogram, visual impairment,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/designpro-CIDI2015-cidi_221

Referências bibliográficas
  • [1] CASTELLANOS, Antonio R. 2008. Categorias cognitivas y educación de las personas ciegas. In: CASTELLANOS, Antonio R. et al. (Orgs.) Prototipos: lenguage y representación en las personas ciegas. UCA – Universidad de Cádiz. Servicio de Publicaciones de la Universidad de Cádiz.
  • [2] COUTINHO, Solange G. et al. 2007. O desenho de observação: um estudo comparativo entre Inglaterra e Brasil. In: SPINILLO, Carla; FARIAS, Priscila; PADOVANI, Stephania. (Eds.) Selected Readings of the Information Design International Conference. Curitiba: SBDI
  • [3] COUTINHO, Solange G.; FERREIRA, Erika S. 2009. Estudo trans-cultural do processo de desenho infantil e de memória de crianças entre 5 e 12 anos da França e do Brasil. In: SPINILLO, Carla; BENDITO, Petrônio; PADOVANI, Stephania. (Eds.) Selected Readings of the Information Design International Conference. Curitiba: SBDI.
  • [4] DARRAS, Bernard. 1996. Au commencement était l’ image: du dessin de l’ enfant à la communication de l’adulte. Paris: ESF Éditeur.
  • [5] ______. 1998. A imagem, uma visão da mente: estudo comparado do pensamento figurativo e do pensamento visual. Trad.: Maria Lúcia B. Duarte. Recherches en communication. Paris, França, n. 9.
  • [6] ______. 2003. Children’s drawing and information design education: a semiotic and cognitive approach of visual literacy. In: SPINILLO, Carla; BENDITO, Petrônio; PADOVANI, Stephania. (Eds.) Selected Readings of the Information Design International Conference. Recife: SBDI.
  • [7] DARRAS, Bernard; DUARTE, Maria Lúcia B. 200 Regards aveugles, mains voyantes. Reliance – Revue des situations de handicap, de l’education et des sociétés. Lyon, France: Éditions Éres, n. 25: 54-63.
  • [8] DIDEROT, Denis. 1979. Textos escolhidos. São Paulo: Abril Cultural.
  • [9] DUARTE, Maria Lúcia Batezat. 2001. Esquemas gráficos: o pensamento, a comunicação, o ensino da arte. In: 1º Seminário Desenho: educação, cultura e cognição. ECA/USP/FAPESP, São Paulo.
  • [10] ______. 2004. Imagens mentais e esquemas gráficos: ensinando desenho a uma criança cega. In: MEDEIROS, Maria Beatriz de. (Org.) Arte em pesquisa: especificidades. Anais do 13º Encontro Nacional da ANPAP. Brasilia: UnB: 134-141.
  • [11] ______. 2008. Sobre o desenho infantil e o nível cognitivo de base. In: OLIVEIRA, Sandra R. R.; MAKOWIECKY, Sandra. (Orgs.) Panorama da pesquisa em artes visuais. Anais do 17º Encontro Nacional da ANPAP. Florianópolis: 1283-1294.
  • [12] DUARTE, M. L. B. 2011. Desenho infantil e seu ensino a crianças cegas. Razões e método. Curitiba: Insight.
  • [13] DUARTE, M. L. B.; PIEKAS, M. I. 20 Vocabulário Pictográfico para Educação Inclusiva. Parte 1 – Animais. Curitiba: Editora Insight.
  • [14] GONZÁLEZ, E. 2007. Necessidades educacionais específicas: intervenção psicoeducacional. Tradução: Daisy Vaz de Moraes. Porto Alegre: Artmed.
  • [15] HELLER, M. A.; SCHIFF, W. 1991. The Psychology of touch. New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates Publishers.
  • [16] KENNEDY, J. M. 1993. Drawing and the Blind: pictures to touch. London: Yale University Press.
  • [17] LAPLANE, A. L. F de; BATISTA, C. G. 2008. Ver, não ver e aprender: a participação de crianças com baixa visão e cegueira na escola. Caderno Cedes, Campinas, vol. 28, n. 75: 209-227, maio/ago. 2008. In: Andlt;www.scielo.br/pdf/ccedes/v28n75/v28n75a05.pdfAndgt;, 05/02/ 2013.
  • [18] LIMA, F. J. de. 2001. O efeito do treino com desenhos em relevo no reconhecimento háptico de figuras bidimensionais tangíveis. Tese (Doutorado), Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto / USP – Depto de Psicologia e Educação, Ribeirão Preto.
  • [19] LIMA, F. J. de; SILVA, J. A. da. 2000. Algumas considerações a respeito da necessidade de se pesquisar o sistema tátil e de se ensinar desenhos e mapas táteis às crianças cegas ou com limitação parcial da visão. Revista Benjamin Constant. Número 17. Ano 6, Dezembro. In: Andlt; www.ibc.gov.br/.../nossos_meios_rbc_revdez2000_txt17.docAndgt;, 10/03/2015.
  • [20] MASSIRONI, M. 1982. Ver pelo desenho: aspectos técnicos, cognitivos, comunicativos. São Paulo: Martins Fontes.
  • [21] MONTEIRO, P. R.; MANHÃES, L. P.; KASTRUP, V. 2007. Questões acerca da teoria da compensação no campo da deficiência visual. In: Andlt; http://www.ibc.gov.br/?catid=4Andamp;itemid=10061 Andgt;, 15/04/ 2015.
  • [22] OLIVEIRA, M. K. 2008. Vygotsky: aprendizado e desenvolvimento: um processo sócio-histórico. 4ª ed. São Paulo: Scipione.
  • [23] PIEKAS, M. I. 2010. A desconstrução do esquema gráfico aplicado ao ensino de desenho para crianças cegas. Dissertação (Mestrado), Pós-Graduação e Artes Visuais, Centro de Artes, Universidade do Estado de Santa Catarina.
Como citar:

Piekas, Mari Ines; "Pictogramas e ensino de desenho na deficiência visual: estudo de caso de desenho do pássaro por uma adolescente", p. 438-449 . In: . In: C. G. Spinillo; L. M. Fadel; V. T. Souto; T. B. P. Silva & R. J. Camara (Eds). Anais do 7º Congresso Internacional de Design da Informação/Proceedings of the 7th Information Design International Conference | CIDI 2015 [Blucher Design Proceedings, num.2, vol.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2318-6968, ISBN: 978-85-8039-122-0
DOI 10.5151/designpro-CIDI2015-cidi_221

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações