Dezembro 2020 vol. 7 num. 3 - VIII Simpósio de Engenharia de Produção

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Pegada Hídrica como indicador de sustentabilidade: análise dos principais produtos agrícolas exportados pelo estado do Ceará

Pegada Hídrica como indicador de sustentabilidade: análise dos principais produtos agrícolas exportados pelo estado do Ceará

Sabiá, Rodolfo José; Clementino, Thais Aparecida Ribeiro; Gomes, Caio Vinicius de Araujo Ferreira;

Artigo completo:

O uso de indicadores de sustentabilidade foi gradativamente ganhando o seu espaço para a gestão dos recursos hídricos das nações. A pegada hídrica é uma ferramenta abrangente para a avaliação da sustentabilidade no uso da água, pois quantifica o volume de água utilizado para a produção dos produtos de um determinado país, estado ou região geográfica. Dessa maneira, é possível avaliar se o consumo da água não excede os limites máximos de água doce disponíveis. O Brasil contempla 12% de reservas mundiais de água doce distribuídas de forma não uniforme nas regiões brasileiras. Nessa perspectiva, o trabalho aborda a aplicabilidade da pegada hídrica verde, azul e cinza no consumo de água direta e indireta embutida nos principais produtos agrícolas exportados pelo estado do Ceará em 2019, por se tratar de uma região localizada em um contexto de baixa disponibilidade hídrica e que o uso de indicadores de sustentabilidade auxilia no melhor gerenciamento da água disponível.

Artigo completo:

O uso de indicadores de sustentabilidade foi gradativamente ganhando o seu espaço para a gestão dos recursos hídricos das nações. A pegada hídrica é uma ferramenta abrangente para a avaliação da sustentabilidade no uso da água, pois quantifica o volume de água utilizado para a produção dos produtos de um determinado país, estado ou região geográfica. Dessa maneira, é possível avaliar se o consumo da água não excede os limites máximos de água doce disponíveis. O Brasil contempla 12% de reservas mundiais de água doce distribuídas de forma não uniforme nas regiões brasileiras. Nessa perspectiva, o trabalho aborda a aplicabilidade da pegada hídrica verde, azul e cinza no consumo de água direta e indireta embutida nos principais produtos agrícolas exportados pelo estado do Ceará em 2019, por se tratar de uma região localizada em um contexto de baixa disponibilidade hídrica e que o uso de indicadores de sustentabilidade auxilia no melhor gerenciamento da água disponível.

Palavras-chave: Pegada Hídrica; Sustentabilidade; Ceará; Agricultura,

Palavras-chave: Pegada Hídrica; Sustentabilidade; Ceará; Agricultura,

DOI: 10.5151/viisimep-239344

Referências bibliográficas
  • [1] Agência Nacional de Águas – ANA. Quantidade de água, 2013. Disponível em:
  • [2] . Acesso em: 20 de janeiro de 2020.
  • [3] BEUX, F.C.; JÚNIOR, A.A.O. A pegada hídrica e o consumo de água não tarifado do aglomerado
  • [4] subnormal da rocinha. Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, 2013, Bento Gonçalves / RS, Brasil.
  • [5] Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME. Portal Hidrológico do Ceará –
  • [6] Reservatórios, 2020. Disponível em: . Acesso em: 30 de janeiro de 2020.
  • [7] Hoekstra, A. Y. Human appropriation of natural capital: A comparison of ecological footprint and water
  • [8] footprint analysis. Ecological Economics, v.68, p.1963-1974, 2009.
  • [9] HOEKSTRA, Arjen Y.; CHAPAGAIN, Ashok; ALDAYA, Maite M.; MEKONNEN, Mesfin Mergia. Manual
  • [10] de Avaliação da Pegada Hídrica: Estabelecendo o Padrão Global. Earthscan, p. 216, 2011.
  • [11] Hoekstra, A. Y.; Huang, P. Q. Virtual water trade: A quantification of virtual water flows between nations
  • [12] in relation to international crop trade. Value of water research report series. Institute for Water Education.
  • [13] Holanda: UNESCO-IHE, 2002. 66p.
  • [14] MEKONNEN, Mesfin Mergia; HOEKSTRA, Arjen Y. The green, blue and grey water footprint of crops and
  • [15] derived crop products. Hydrology and Earth System Sciences, v. 15, n. 5, p. 1577–1600, 2011.
  • [16] Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços - MDIC. Comex Vis: Visualizações de Comércio
  • [17] Exterior, 2020. Disponível em: . Acesso em: 20 de janeiro de 2020.
  • [18] Rees, W. E. Ecological footprints and appropriated carrying capacity: What urban economics leaves out.
  • [19] Environment and Urbanization, v.4, p.121-130, 1992.
  • [20] Rees, W. E. Revisiting carrying capacity: area-based indicators of sustainability. Population and
  • [21] Environment, v.17, p.195- 215, 1996.
  • [22] SILVA, V.P.R.; ALEIXO, D.O.; NETO, J.D.; MARACAJÁ, K.F.B.; ARAÚJO, L.E. Uma medida de
  • [23] sustentabilidade ambiental: Pegada hídrica. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.17, n.1,
  • [24] p.100–105, 2013. Campina Grande, PB, UAEA/UFCG.
  • [25] Wackernagel, M.; Monfreda, C.; Erb, K. H.; Haberl, H.; Schulz, N. B. Ecological footprint time series of
  • [26] Austria, the Philippines, and South Korea for 1961–1999: Comparing the conventional approach to an
  • [27] actual land area approach. Land Use Policy, v.21, p.261-269, 2004.
  • [28] WWAP (World Water Assessment Programme) (2009) The United Nations World Water Development
  • [29] Report 3: Water in a Changing World, WWAP, UNESCO Publishing, Paris, and Earthscan, London WWF
  • [30] (2008) Living Planet Report 2008, WWF International, Gland, Switzerland.
Como citar:

Sabiá, Rodolfo José; Clementino, Thais Aparecida Ribeiro; Gomes, Caio Vinicius de Araujo Ferreira; "Pegada Hídrica como indicador de sustentabilidade: análise dos principais produtos agrícolas exportados pelo estado do Ceará", p. 343-353 . In: Anais do VIII Simpósio de Engenharia de Produção . São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/viisimep-239344

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações