Artigo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Pagamentos Instantâneos, Pix e Unified Payments Interface (UPI): Um Estudo de Caso

Instant Payments, PIX and Unified Payments Interface (UPI): A Case Study

Camacho, Tatiana Silveira; Silva, Guilherme Jonas Costa da;

Artigo:

O debate em torno da infraestrutura de pagamento é central para o crescimento de uma economia e, no Brasil, esta mudou drasticamente nos últimos dez anos. Os pagamentos instantâneos fazem parte desse ecossistema crescente, com disponibilidade de acesso a fundos quase de forma imediata. Por meio dos Modelos Autorregressivos de Defasagens Distribuídas (ARDL), o artigo tem como objetivo testar hipóteses acerca da experiência indiana a Unified Payments Interface (UPI), com o intuito de extrair lições importantes para o PIX brasileiro. Resultados empíricos usando um conjunto de dados indiano (abril de 2016 a novembro de 2020) trazem para o centro do debate a importância da inovação financeira, da adoção do mobile banking e da internet para o desenvolvimento econômico do país. Os resultados empíricos demonstram que, no curto prazo transações bancárias via mobile banking, e planos de assinatura de telefone móvel, tem uma influência direta sobre os fluxos de UPI. Enquanto que no longo prazo, substitutos para os pagamentos instantâneos, tais como cartões de crédito e débito, têm caráter complementar a estes instrumentos, pois aumentam o fluxo monetário na economia. O grau de sofisticação do sistema financeiro (M1/PIB) tem efeitos de curto e longo prazo nos pagamentos instantâneos.

Artigo:

A core component of the economy are payment infrastructures, which have changed dramatically in the last ten years. Instant payments are part of this growing ecosystem, with access to funds almost immediately. Through Autoregressive Distributed Lagging Models (ARDL), the article aims to test hypotheses about the Indian experience of the Unified Payments Interface (UPI), in order to extract important lessons for the Brazilian PIX. Empirical results using an Indian dataset (April 2016 to November 2020) bring to the center of the debate the importance of financial innovation, the adoption of mobile banking and the internet for the economic development of the country. Empirical results demonstrate that, in the short term, transactions via mobile banking, and mobile phone subscription plans, have a direct influence on UPI flows. While in the long run, substitutes for instant payments, such as credit and debit cards, are complementary to these instruments, as they increase cash flow in the economy. The degree of sophistication of the financial system (M1/GDP) has short-term and long-term effects on instant payments.

Palavras-chave: PIX, Unified Payments Interface (UPI), Banco Central, Modelos ARDL,

Palavras-chave: PIX, Unified Payments Interface (UPI), Central Banks, ARDL Models,

DOI: 10.5151/vi-enei-830

Referências bibliográficas
  • [1] ANDREAZZI, M. de F.S.; AFFONSO, M.F. Fatores de difusão de equipamentos biomédicos de alta complexidade: hemodinâmica cardiovascular. In: HASENCLEVER et al. (orgs.). Desafios de operação e desenvolvimento do complexo industrial da saúde. Rio de Janeiro: E-papers, cap.10, p. 345-360, 2016
  • [2] BARR, N. The economics of the welfare state. Stanford: Stanford University Press, 1998.
  • [3] CNM - Confederação Nacional de Municípios. Mudanças no financiamento da saúde. Brasília: Confederação Nacional de Municípios, 2018.
  • [4] HASENCLEVER, L.; PARANHOS, J.; HOLGUIN, T.; et al. A indústria farmacêutica e de equipamentos médicos frente a pandemia da covid-19: desafios e propostas para o futuro. In: SANTOS, R. P.; POCHMANN, M. Brasil pós-pandemia: reflexões e propostas. São Paulo: Alexa Cultural, cap. 3, p.81-118, 2020.
  • [5] HOLGUIN, T. Contas de Saúde no Brasil: análise crítica das metodologias utilizadas para mensurar o setor saúde na economia. 2021. Tese (Doutorado). Instituto de Economia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2021.
  • [6] IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Economia da saúde: uma perspectiva macroeconômica: 2000-2005. Rio de Janeiro: IBGE, 2008.
  • [7] ______. Conta Satélite de Saúde Brasil: 2005-200 Rio de Janeiro: IBGE, 2009.
  • [8] ______. Sistema de Contas Nacionais: Brasil: ano de referência 2010. 3. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2016. (Série Relatórios Metodológicos, v. 24)
  • [9] ______. Conta-Satélite de Saúde: Brasil 2010-2017. Rio de Janeiro: IBGE, 201 (Contas Nacionais, n. 71)
  • [10] LUIZA, V.; SILVA, R.; MATTOS, L.; BAHIA, L. Fortaleza e desafios dos modelos de provisão e financiamento de medicamentos. In: HASENCLEVER, L.; PARANHOS, J.; CHAVES, G.; OLIVEIRA, M. (Orgs.). Vulnerabilidades do Complexo Industrial da Saúde: reflexos das políticas industrial e tecnológica na produção local e assistência farmacêutica. Rio de janeiro: Editora E-papers, 2018, p. 213-251.
  • [11] MIGUEZ; T. Evolução da Formação Bruta de Capital Fixo na Economia Brasileira 2000-2013: Uma Análise Multissetorial a partir das Matrizes de Absorção de Investimento (MAIS). 2016. Tese (Doutorado). Instituto de Economia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.
  • [12] MIGUEZ, T.; FREITAS, F. Matrizes de Absorção de Investimento (MAIs): Metodologia de Estimação para o Sistema de Contas Nacionais Referência 2010. Rio de Janeiro: IE/UFRJ, 2021 (Texto para Discussão, n. 24/2021).
  • [13] NAKHIMOVSKY, S.; PEÑA, P.; Van MOSSEVELD, C.; PALACIOS, A. System of Health Accounts (2011) and Health Satellite Accounts (2005): application in low- and middle-income countries. Bethesda: Abt Associates Inc./Health Finance & Governance Project, 2014.
  • [14] ONU - ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. System of national accounts 2008. New York: United Nations Publications, 2009.
  • [15] ORAIR, R.; SIQUEIRA, F. Investimento público no Brasil e suas relações com ciclo econômico e regime fiscal. Economia e Sociedade, v. 27, n. 3, p. 939-969, 2018.
  • [16] PIOLA, S.F; SERVO, L.M; de SÁ, E.B; de PAIVA, A.B. Financiamento do Sistema Único de Saúde: Trajetória recente e cenários para o futuro. Anal. Análise Econômica (UFRGS), v. 30, p. 9, 2012.
  • [17] PULLEN, A.; De WEERD-NEDERHOF, P.; GROEN, A.; SONG, M.; OLAF, F. Successful patterns of internal SME characteristics leading to high overall innovation performance. Creativity and Innovation Management, v. 18, n. 3, p. 209-223, 2009.
  • [18] ROSSI, P.; DWECK, E.; ARANTES, F. Economia política da austeridade. In: ROSSI, P.; DWECK, E.; OLIVEIRA, A. (Orgs.). Economia para poucos: impactos sociais da austeridade e alternativas para o Brasil. São Paulo: Autonomia Literária, 20
  • [19] SANTOS, C.; ORAIR, R.; GOBETTI, S.; FERREIRA, A.; ROCHA, W.; SILVA, H.; BRITTO, J M. Uma metodologia de estimação da formação bruta de capital fixo das administrações públicas brasileiras em níveis mensais para o período 2002-2010. In: SANTOS, C.; GOUVÊA, R. (Orgs.). Finanças públicas e macroeconomia no Brasil: um registro da reflexão do Ipea (2008 – 2014) - Volume 1: Estudos Temáticos: receitas e despesas públicas, política fiscal e endividamento. Brasília: Ipea, 2014.
  • [20] TEJA, B.; IMTIAZ, D.; PINK, G.; BROWN, A.; KLEIN, D. Health services: ensuring adequate capital investment in Canadian health care. Canadian Medical Association Journal, v. 192, n. 25, p. 677-683, 20
  • [21] VIEIRA, F. Crise econômica, austeridade fiscal e saúde: que lições podem ser aprendidas? Brasília: Ipea, 2016. (Nota Técnica, n. 26)
  • [22] ______. O financiamento da saúde no Brasil e as metas da Agenda 2030: alto risco de insucesso. Revista de Saúde Pública, v. 54, p. 127-138, 2020.
  • [23] VIEIRA, F.; BENEVIDES, R. Os impactos do novo regime fiscal para o financiamento do Sistema Único de Saúde e para a efetivação do direito à saúde no Brasil. Brasília: Ipea, 2016. (Nota Técnica, n. 28)
  • [24] VIEIRA, F.; PIOLA, S. Implicações do contingenciamento de despesas do Ministério da Saúde para o financiamento federal do Sistema Único de Saúde. Brasília: Ipea, 2016. (Texto para Discussão, n. 2260).
  • [25] VIEIRA, F.; SANTOS, M. O setor farmacêutico no Brasil sob as lentes da Conta-Satélite de Saúde. Brasília: Ipea, 2020. (Texto para Discussão, n. 2615).
Como citar:

Camacho, Tatiana Silveira; Silva, Guilherme Jonas Costa da; "Pagamentos Instantâneos, Pix e Unified Payments Interface (UPI): Um Estudo de Caso", p. 718-741 . In: Anais do VI Encontro Nacional de Economia Industrial e Inovação (ENEI): “Indústria e pesquisa para Inovação: novos desafios ao desenvolvimento sustentável”. São Paulo: Blucher, 2022.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/vi-enei-830

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações