Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

OS MAPAS TÁTEIS EM ESPAÇOS ABERTOS: UMA PROPOSTA DE INCLUSÃO SOCIAL NO PARQUE DA JAQUEIRA NO RECIFE-PE

JORGE, Ester; MACIEL, Ana Maria M.;

Artigo Completo:

Um espaço acessível e socialmente inclusivo deve garantir e oferecer as mesmas condições a seus usuários, independente de suas habilidades individuais. O deficiente visual necessita de estratégias e recursos diferenciados, possibilitando a locomoção com segurança e independência. Um dos recursos utilizados é o mapa tátil, que permite uma apreensão do espaço pelos deficientes visuais de maneira mais abrangente e didática. Neste sentido, este artigo propõe a inserção de um mapa tátil no denominado Parque da Jaqueira, com o intuito de proporcionar um uso mais efetivo por parte de seus usuários, possibilitando o conhecimento e o acesso com maior apropriação do espaço.

Artigo Completo:

Palavras-chave: inclusão social, acessibilidade, deficiência visual e mapas táteis,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/despro-eneac2016-ACE03-2

Referências bibliográficas
  • [1] ALMEIDA, L. C.; LOCH, R. N. Mapa tátil: passaporte para a inclusão. Extensio: Revista Eletrônica de Extensão, Florianópolis, v. 2, n.3, p. 3-36, dez. 2005. Disponível em: . Acesso em: 14 jul. 2010.
  • [2] BINS ELY, V. H. M. Acessibilidade Espacial - Condição Necessária para o Projeto de Ambientes Inclusivos. In: DE MORAES, A. (Ed.). Ergodesign do Ambiente Construído e Habitado: Ambiente Urbano, Ambiente Público, Ambiente Laboral. Rio de Janeiro: iUsER, 2004.
  • [3] BRASIL. Decreto n°5.296 de 2 de dezembro de 2004. Brasil,2004.
  • [4] CARNEIRO, A. R. S.; MESQUITA, L. B. Espaços livres do Recife. Recife: Prefeitura da Cidade de Recife/Universidade Federal Rural de Pernambuco, 2000.
  • [5] DEGREAS, Helena: https://mapatatil.wordpress.com. São Paulo, 201
  • [6] DISCHINGER, M.; BINS ELY, V. H. M.; PIARDI, S. M. D. G. Promovendo a acessibilidade nos edifícios públicos: Programa de Acessibilidade às Pessoas com Deficiência ou Mobilidade Reduzida nas Edificações de Uso Público. Florianópolis: Ministério Público de Santa Catarina, 2009.
  • [7] GOMES FILHO, João. Gestalt do objeto: sistema de leitura visual da forma. Escrituras, 2000. LINS, Leticia. parque da jaqueira, o mais frequentado do recife, enfrenta assaltos. Disponível em: http://jc.ne10.uol.com.br/blogs/jcnasruas/2015/10/15/parque-da-jaqueira-o-mais-frequentado-do-recife-enfrenta-assaltos/.
  • [8] http://www.perkins.org/history/legacy, 2005.
  • [9] LYNCH, Kevin. A imagem da cidade. ed.70, Rio de Janeiro, 2008.
  • [10] MCGINNITY,BL, SEYMOUR-FORD, J. e ANDRIES, KJ. Museu de História Perkins, Escola Perkins para Cegos, Watertown, MA.2004.
  • [11] NOGUEIRA, Ruth Emilia. Cartografia Tátil. Disponível em: Acesso em: Janeiro, 2016.
  • [12] RABASCO, Francisco Pavón. Sociedad de la información y las personas ciegas. In: CASTELLANOS, Antonio Ruiz. et al. (org.). Prototipos: Lenguaje y representación em las personas ciegas. Cádiz: Universidad de Cádiz, 2009, p. 309-426
  • [13] SASSAKI, Romeu Kazum: Inclusão: construindo uma sociedade para todos. Rio de Janeiro: WVA, 1997.
  • [14] SILVA, L. R. L.; MEUNIER, I. M. J.; FREITAS, A. M. M. Riqueza de densidade de árvores, arvoretas e palmeiras em parques urbanos de Recife, Pernambuco, Brasil. Rev. SBAU, Piracicaba, v. 2, n.4, p.34 – 49, dez. 2007.
  • [15] VERAS,L., C.S.VARGAS, O.L.DMREI: Sistema de ayuda a videntes para detectar el color y la posición de los objetos e diante estimulación táctil. VII Congresso Iberoamericano de Informática Educativa. 2004.
Como citar:

JORGE, Ester; MACIEL, Ana Maria M.; "OS MAPAS TÁTEIS EM ESPAÇOS ABERTOS: UMA PROPOSTA DE INCLUSÃO SOCIAL NO PARQUE DA JAQUEIRA NO RECIFE-PE", p. 217-227 . In: Anais do VI Encontro Nacional de Ergonomia do Ambiente Construído & VII Seminário Brasileiro de Acessibilidade Integral [=Blucher Design Proceedings, v.2 n.7]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-eneac2016-ACE03-2

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações