Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

ORGANIZAÇÕES COLABORATIVAS COMO SISTEMAS ABERTOS: Contribuições do metaprojeto para fomentar ações de inovação social

Basso, Coral Michelin; Franzato, Carlo; Freire, Karine; Borba, Gustavo Severo de;

Artigo Completo:

No contexto em que tudo que se ouve é crise, urgência e mudança, falar sobre as possibilidades de ação em prol de um futuro sustentável é uma necessidade. Estão surgindo, em diversos lugares no mundo, iniciativas com capacidade de propor uma visão de bem-estar renovada, calcada na sustentabilidade e no agir coletivo, conhecidas como organizações colaborativas. Tais empreendimentos promovem pequenas rupturas locais no modelo econômico vigente, ao mesmo tempo que criam casos promissores de inovação social. Ao observar as características das organizações colaborativas e as relações que estabelecem com o ecossistema onde estão inseridas, o presente estudo estabelece uma conexão comparativa entre essas organizações e os sistemas abertos, apresentando um conceito que amplia o entendimento acerca do funcionamento e das possibilidades de ação das organizações. O objetivo, com isso, é apontar as possibilidades do design – encarado aqui sob seu viés estratégico – em fomentar as atividades de inovação social das organizações colaborativas. Utilizando o framework conceitual do metadesign, são sugeridas duas contribuições para dar suporte à organização; para habilitar seus atores a serem co-criadores; e também para transformar o próprio designer, que se assume então o papel de articulador desse sistema complexo: o co-design e o seeding.

Artigo Completo:

Palavras-chave: Organizações Colaborativas, Sistemas Abertos, Metaprojeto, Design Estratégico,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/despro-sbds15-4st601a

Referências bibliográficas
  • [1] BEZERRA, M.C., PONTES, L.H. Organizações Sustentáveis: Você pode construí-las. Disponível em . Acesso em 20/08/2015.
  • [2] BRAGA, Benedito, et al. Introdução à Engenharia Ambiental. São Paulo: Prentice Hall, 200
  • [3] FISCHER, Gerhard, GIACCARDI, Elisa. Meta-Design: A Framework for the Future of End-User Development. In Lieberman, H., Paternò, F., Wulf, V. (Eds). End User Development: Empowering People to Flexibly Employ Advanced Information and Communication Technology. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, 2004.
  • [4] FISCHER, Gerhard, GIACCARDI, Elisa. Creativity and Evolution: A Metadesign Perspective. 2005.
  • [5] FLORIDA, Richard. A ascensão da classe criativa. Porto Alegre: L&PM Editores, 2011.
  • [6] FRANZATO, C. et al. Inovação cultural e social: design estratégico e ecossistemas criativos. In: FREIRE, K. (org.). Design estratégico para a inovação cultural e social. São Paulo: Kazuá, 2015, p. 157-182.
  • [7] GIACCARDI, Elisa. Principles of Metadesign: Processes and Levels of Co-Cretion in the New Design Space. 2003. 437 f. Tese (Doctor of Philosophy) – University of Plymouth, UK. 2003.
  • [8] GUATTARI, Felix. As três ecologias. 21ª Edição. Campinas: Papirus Editora, 2012.
  • [9] IPCC, 2014. Climate Change 2014: Synthesis Report. Contribution of Working Groups I, II and III to the Fifth Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change [Core Writing Team, R.K. Pachauri and L.A. Meyer (eds.)]. IPCC, Geneva, Switzerland, 151 pp. DIsponível em . Acesso em 20/08/2015.
  • [10] JÉGOU, François, MANZINI, Ezio. Collaborative Services: Social Innovation and Design for Sustainability. Milan: Edizioni Polidesign, 2008.
  • [11] MANZINI, Ezio. Design para inovação social e sustentabilidade: Comunidades criativas, organizações colaborativas e novas redes projetuais. Rio de Janeiro: E-papers, 2008.
  • [12] MANZINI, Ezio. Design Research for Sustainable Social Innovation. In: Design Research Now: Essays and selected projects. Germany: Birkhauser. 2007. Págs. 233-245.
  • [13] MANZINI, Ezio. Small, Local, Open, and Connected: Design for Social Innovation and Sustainability. The Journal of Strategic Design: Change Design. Vol 4, Nº 1, 2010.
  • [14] MANZINI, Ezio. Strategic Design for Sustainability: instruments for radically oriented innovation. In: JÉGOU, F. e MANZINI, E. Sustainable Everyday: scenarios of urban life. Italy: Edizioni Ambiente, 2003.
  • [15] MANZINI, Ezio e VEZZOLI, Carlo. O Desenvolvimento de Produtos Sustentáveis: Os requisitos ambientais dos produtos industriais. São Paulo: Edusp, 2011.
  • [16] MERONI, Anna (Ed). Creative Communities: People inventing sustainable ways of living. Milan: Edizioni Polidesign, 2007.
  • [17] MORIN, Edgar. Introdução ao Pensamento Complexo. Porto Alegre: Editora Sulina, 2005.
  • [18] THACKARA, John. Plano B: O design e as alternativas viáveis em um mundo complexo. São Paulo: Editora Saraiva, 2008.
  • [19] VASSÃO, Caio A. Arquitetura Livre: Complexidade, Metadesign e Ciência Nômade. 2008. 319 f. Tese (Doutorado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, São Paulo. 2008.
  • [20] ZURLO, Francesco. Design Strategico. In: XXI Secolo, vol IV, Gli spazi e le arti. Roma: Enciclopedia Treccani. 2010.
Como citar:

Basso, Coral Michelin; Franzato, Carlo; Freire, Karine; Borba, Gustavo Severo de; "ORGANIZAÇÕES COLABORATIVAS COMO SISTEMAS ABERTOS: Contribuições do metaprojeto para fomentar ações de inovação social", p. 319-330 . In: Anais do 5º Simpósio Brasileiro de Design Sustentável [=Blucher Design Proceedings, v.2, n.5]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-sbds15-4st601a

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações