Artigo - Open Access.

Idioma principal

Oferta e demanda de capacitação para serviços empresariais intensivos em conhecimento no estado do Rio de Janeiro

Rovere, Renata Lèbre La; Santos, Guilherme de Oliveira; Almeida, Elisama Silva de;

Artigo:

Os Serviços Empresariais Intensivos em Conhecimento (Knowledge IntensiveBusiness Services [KIBS]) envolvem atividades econômicas que têm como objetivoa criação, acumulação ou disseminação de conhecimento, podendo contribuirsignificativamente para a geração de valor, devido ao seu potencial inovador.Este artigo tem como objetivo realizar um diagnóstico das condições decapacitação para Serviços Empresariais Intensivos em Conhecimento relevantespara a economia do Estado do Rio de Janeiro e refletir de que forma taiscondições afetam as possibilidades de desenvolvimento de inovações. Ametodologia da pesquisa se estruturou em cinco etapas: 1) revisão bibliográficasobre KIBS através de pesquisa no Portal de Periódicos CAPES; 2) seleção dossegmentos mais importantes destes serviços para o Estado do Rio de Janeirousando a Classificação Nacional das Atividades Econômicas (CNAE/IBGE); 3)Cálculo, para cada um destes segmentos dos Quocientes Locacionais para todos os municípios do Estado a fim deidentificar as demandas por capacitação; 4) Mapeamento das ofertas decapacitação em cursos de nível técnico, superior e pós-graduação lato e strictosenso para os segmentos que se mostraram relevantes no Estado; 5) cruzamentoentre oferta e demanda para identificação dos potenciais ambientes de inovaçãono ERJ. Os resultados sugerem que grande parte da oferta e demanda decapacitação por KIBS no ERJ está concentrada na sua região metropolitana, o queimpõe limites à contribuição destes serviços para o desenvolvimento deambientes de inovação.

Artigo:

Palavras-chave: Serviços Empresariais Intensivos em Conhecimento. Ambientes de Inovação. Capacitação. Estado do Rio de Janeiro,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/enei2018-32

Referências bibliográficas
  • [1] ABDAL, A.; TORRES-FREIRE, C.; CALLIL, V. Rethinking sectoral typologies: A classification of activity according to knowledge and technological intensity. Industrial Marketing Management, v. 13, p. 232-241, 2016. AMARA, N.; LANDRY, R.; TRAORÉ, N. Managing the protection of innovations in knowledge-intensive business services. Research Policy, v. 37, n. 9, p. 1530-1547, 2008. ARBACHE, J. Serviços e competitividade industrial no Brasil. Confederação Nacional da Indústria – Brasília: Confederação Nacional da Indústria, 2014. MACHADO, A.; ARBACHE, J.; MOREIRA, R. Nota Técnica – Classificações das Atividades de Serviços. Publicado no Blog Economia de Serviços. Disponível em: https://economiadeservicos.com/wp-content/uploads/2015/09/Nota-T%C3%A9cnica-Classifica%C3%A7%C3%B5es.pdf BETTENCOURT, L.; OSTROM, A.; BROWN, S.; ROUNDTREE, R. Client co-production in knowledge-intensive business services. California Management Review, v. 44, n. 4, 2002. BRITTO, J; CASSIOLATO, J.E; MARCELLINO, I. S. Especialização produtiva e dinamismo inovativo da indústria fluminense: desafios e potencialidades para o desenvolvimento regional. In: Osorio, M.; Melo, L.M.; Versiani, M.H; Werneck, M.L. (orgs). Uma agenda para o Rio de Janeiro: Estratégias e Políticas Públicas para o Desenvolvimento Socioeconômico. Rio de Janeiro: FGV: 2015. CALABRIA, P.; BERNARDES, R.; VARGAS, E.; PINHANEZ, C. A ciência da inovação em serviços: estudo exploratório sobre os interesses e prioridades para uma agenda de pesquisa no Brasil. Revista de Administração e Inovação, São Paulo, v. 10, n.4, p.110-135, out./dez. 2013. CZARNITZKI, D.; SPIELKAMP, A. Business services in Germany: bridges for innovation. Service Industries Journal, v. 23, n. 2, p. 1-30, 2003. DEN HERTOG, P. Knowledge-Intensive Business Services as Co-Producers of Innovation. International Journal of Innovation Management, v. 4, n. 4, p. 491, 2000. EICHENGREEN, B.; GUPTA, P. The two waves of service sector growth. National Bureau of Economic Research. Working Paper, n. 14968, Cambridge, 2009. FAPERJ – FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Mapa da ciência. Rio de Janeiro: FAPERJ, 2014. FIRJAN – FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Visões de futuro: Potencialidades e desafios para o Estado do Rio de Janeiro nos próximos 15 anos. FIRJAN, Rio de Janeiro, 2014. GRIMSHAW, D.; MIOZZO, M. Knowledge Intensive Business Services: Understanding Organizational Forms And The Role Of Country Institutions. In: GRIMSHAW, D.; MIOZZO, M. (Eds.), Knowledge intensivebusiness services: Organizational forms and national institutions. Cheltenham: Edward Elgar, 2006. GUIMARÃES, J.G.A; MEIRELLES D.S. Caracterização e localização das empresas de serviços tecnológicos intensivos em conhecimento no Brasil. Gestão e Produção v.21 n.3, p.503-519, 2014 GUIMARÃES, S. Empreendedorismo intensivo em conhecimento no Brasil. Caderno CRH. vol. 24, n.63, pp.575-592, 201 HASENCLEVER, L.; PARANHOS, J.; TORRES, R. Desempenho Econômico do Rio de Janeiro: Trajetórias Passadas e Perspectivas Futuras. In: DADOS – Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, vol. 55, n. 3, pp. 681 a 711, 2012. HILL, T. On goods and services. Review of Income and Wealth; 23(4):315–38, 1977. KON, A. Sobre as atividades de Serviços: Revendo conceitos e tipologias. Revista de Economia Política, vol. 19, nº 2, (74), 1999. ¬¬¬¬____. (Org.). Pesquisa em economia industrial, trabalho e tecnologia. São Paulo: Fapesp/PUC-SP, 2004. KUBOTA, C. L. A inovação tecnológica das firmas de serviços no Brasil. In: DE NEGRI, J. A.; KUBOTA, L. C. (Orgs.). Estrutura e Dinâmica do Setor de Serviços no Brasil. Brasília: IPEA, pp. 35-72, 2006. ____. As KIBS e a inovação tecnológica das firmas de serviços. Economia e Sociedade, Campinas, v. 18, n. 2 (36), p. 349-369, ago. 2009. LA ROVERE, R.; PARANHOS, J. Os investimentos no estado do Rio de Janeiro e seus efeitos sobre as micro e pequenas empresas. Relatório Técnico elaborado para o Observatório de Micro e Pequenas Empresas do IETS. Rio de Janeiro:SEBRAE/RJ, 201 Disponível em http://arquivopdf.sebrae.com.br/uf/rio-de-janeiro/sebrae-no-rio-de-janeiro/estudos-e-pesquisas/estudo.pdf LA ROVERE, R. (Coord.) Condições de capacitação empresarial e os ambientes de inovação no Estado do Rio de Janeiro. Relatório Técnico para a FAPERJ (Edital 28/2012). Rio de Janeiro: IE/UFRJ, 2015. MARCELLINO, I. O Complexo Produtivo de P&G como vetor para o fortalecimento do SRI Fluminense: uma análise de determinantes estruturais e organizacionais. Dissertação de mestrado defendida no programa de pós-graduação em economia da UFF, 2014. METCALFE, S.; MILES, I. Services: Invisible Innovators. Paper presented at CSLS Conference on Service Sector Productivity and the Productivity Paradox April 11 - 12, Chateau Laurier Hotel Ottawa, Canada, 1997. MILES, I. Knowledge intensive business services: prospects and policies. Foresight – The Journal of Future Studies, Strategic Thinking and Policy, 7(6):39–63, 2005. MILES, I.; KASTRINOS, N.; FLANAGAN, K.; BILDERBEEK, R.; DEN HERTOG, P. Knowledge-intensive business services: users, carriers and sources of innovation. European Innovation Monitoring Systems. EIMS Publication nº 15. Innovation Programme, DGXIII, Luxembourg. 1995. MULLER, E.; DOLOREUX, D. What we should know about knowledge-intensive business services. Technology in Society, v. 31, n. 1, p. 64-72, 2009. ____. What we should know about Knowledge-Intensive Business Services. Industrial Marketing Management, v. 31, p. 64-72, 2016. NATAL, J. Inflexão econômica e dinâmica espacial pós-1996 no Estado do Rio de Janeiro. In: Nova Economia, Belo Horizonte, 14 (3) pp. 71-90, setembro-dezembro/2004. NATIONAL SCIENCE BOARD. Science and Engineering Indicators 2010. Arlington, VA: jan. 2008. PORTO, G.; KANNEBLEY JR., S.; DIAS, A.; RADAELLI, V. O Sistema Estadual de Inovação do estado do Rio de Janeiro: uma contribuição ao diálogo de políticas entre o governo do Estado do Rio de Janeiro e o Banco Interamericano de Desenvolvimento. BID, 2012. SANTOS, A. Economia fluminense: Superando a perda de dinamismo? In: Revista Rio de Janeiro, n. 8, p. 31-58, set./dez. 2002. SANTOS, G.O. Alinhamento das incubadoras de empresas ao contexto regional no Estado do Rio de Janeiro: uma comparação entre metrópole e interior. Dissertação (Mestrado em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento) – Instituto de Economia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2016. Disponível em: http://www.ie.ufrj.br/images/pos-graducao/pped/dissertacoes_e_teses/Guilherme_Santos.pdf SCHMITT, M. T.; TEZA, P.; DOROW, P. F.; DANDOLINI, G. A.; ABREU, A. KIBS como agentes de inovação: mapeamento e análise da literatura. Paper apresentado no XXXII Encontro Nacional de Engenharia de Produção, Bento Gonçalves, RS, Brasil, 2012. SIMMIE, J.; STRAMBACH, S. The contribution of KIBS to innovation in cities: an evolutionary and institutional perspective. Journal of Knowledge Management, v. 10, n. 5, p. 26-40, 2006. SOBRAL, B. Metrópole do Rio e Projeto Nacional: Uma estratégia de desenvolvimento a partir de complexos e centralidades no território. Ed. Garamond, Rio de Janeiro, 2012. ____. A Falácia da “inflexão econômica positiva”: algumas características da desindustrialização fluminense e do “vazio produtivo” em sua periferia metropolitana. In: Cadernos do Desenvolvimento Fluminense, n. 1, Rio de Janeiro, fevereiro, 2013. ____. A evidência da estrutura produtiva oca: o Estado do Rio de Janeiro como um dos epicentros da desindustrialização nacional. In: NETO, A. M.; CASTRO, C. N.; BRANDÃO, C. A. (orgs.) Desenvolvimento regional no Brasil: políticas, estratégias e perspectivas. Rio de Janeiro: IPEA, 2017. TORRES-FREIRE, C. Um estudo sobre os serviços intensivos em conhecimento no Brasil. In: DE NEGRI, J. A.; KUBOTA, L. C (Orgs.). Estrutura e Dinâmica do Setor de Serviços no Brasil. Brasília: IPEA, pp.107-132, 2006. WENHONG, Y.; MIN, Y. The policy to promote the innovative development of knowledge intensive business services. International Journal of Business & Management, v. 5, n. 11, p. 190-194, 2010.
Como citar:

Rovere, Renata Lèbre La; Santos, Guilherme de Oliveira; Almeida, Elisama Silva de; "Oferta e demanda de capacitação para serviços empresariais intensivos em conhecimento no estado do Rio de Janeiro", p. 563-580 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/enei2018-32

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações