Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

O RETORNO AO LAR: UMA ANÁLISE DA REPRESENTAÇÃO FEMININA NO MATERIAL GRÁFICO-PULICITÁRIOA DAS MARCAS DE ELETRODOMÉSTICOS NOS ANOS 1950 E 1960.

Nunes, Cristina Colombo; Araújo, Sharlene Melanie Martins de; Sousa, Richard Perassi Luiz de; Castro, Luciano Patrício de; Martinelli, Raquel;

Artigo Completo:

Este artigo apresenta uma análise do material gráfico-publicidade como um registro da consolidação da cultura da marca no Brasil durante a década de 1950 e 1960. O objetivo do estudo consiste em um recorte de anúncios publicados da revista Seleções (Readers Digest), que teve taxa elevada de circulação no Brasil, durante as décadas analisadas. A pesquisa apontou anúncios das marcas que mais investiram em publicidade dentro do período estudado, os quais foram selecionados para análise. O foco deste artigo encontra-se com três produtos eletrodomésticos, das marcas "Walita", "Arno" e "General Electric", estas foram estudadas e interpretadas no contexto sociocultural do período pós-guerra. Assim, forma evidenciadas as ações estratégicas para o regresso das mulheres ao ambiente doméstico, depois de sua performance na indústria de guerra durante a Segunda Guerra Mundial. As semelhanças e diferenças nas narrativas da linguagem gráfica de publicidade, de acordo com recursos específicos, expressivos e significativos, expõe a modernização tecnológica das atividades domésticas, pretendendo atrair as mulheres de volta às suas atividades tradicionais. Devido a propaganda, essas atividades são restauradas com promessas de velocidade, praticidade e segurança, utilizando produtos que representam o domínio tecnológico sobre eletricidade. Assim, mesmo de volta para o âmbito doméstico, as mulheres foram envolvidas nos moldes da sociedade moderna, desenvolvendo um novo papel: a consumidora.

Artigo Completo:

Palavras-chave: Marcas; Anúncios Publicitários; Pós-guerra.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/despro-ped2016-0021

Referências bibliográficas
  • [1] ABRIL CULTURAL. 100 anos de Propaganda. São Paulo, 1980.
  • [2] BAUDRILLARD, Jean. O Sistema dos Objetos. São Paulo, Perspectiva, 1993.
  • [3] FORTY, Adrian. Objetos de desejo: Design e sociedade desde 1750. São Paulo: Cosac Naify, 2007.
  • [4] PERASSI, R. A visualidade das marca institucionais e comerciais como campo de significação. São Paulo: PUCSP, 2001 (tese de doutoramento).
  • [5] POCHNA, Marie-France. Dior. São Paulo: Cosac Naif, 2000.
  • [6] TOBIAS, Sheila. Faces of Feminism - An activist's Reflections on the Women's Movement. Westview Press,1997.
  • [7] VALENTIM, M. (Org.). Métodos qualitativos de pesquisa em Ciência da Informação. São Paulo: Polis, 2005.
  • [8] KIMBLE J.; OLSON, L. Visual Rhetoric Representing Rosie the Riveter: Myth and Misconception in J. Howard Miller's "We Can Do It!" Rhetoric & Public Affairs. Vol. 9, n. 4, Winter 2006, pp. 533-569.
Como citar:

Nunes, Cristina Colombo; Araújo, Sharlene Melanie Martins de; Sousa, Richard Perassi Luiz de; Castro, Luciano Patrício de; Martinelli, Raquel; "O RETORNO AO LAR: UMA ANÁLISE DA REPRESENTAÇÃO FEMININA NO MATERIAL GRÁFICO-PULICITÁRIOA DAS MARCAS DE ELETRODOMÉSTICOS NOS ANOS 1950 E 1960.", p. 241-253 . In: Anais do 12º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 9, n. 2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-ped2016-0021

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações