Maio 2018 vol. 4 num. 3 - Colóquio Internacional de Design 2017

Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

O raciocínio humano na percepção e concepção de mensagens de design: uma análise semiótica

The human reasoning in the conception and perception of messages from design: a semiotic analysis

Martins, Ivy F. Higino; Silva, Sérgio Antônio;

Artigo Completo:

Criação e percepção são interdependentes. A construção do significado é compartilhada com o receptor, que, por meio dos sentidos e da razão, interpreta, dentro da sua rede de informações disponíveis, aquilo que capta. Para que o receptor responda a uma mensagem em conformidade com o efeito pretendido pelo emissor, é preciso conceber a mensagem como ela "deve ser" para se apresentar a uma mente. A construção desta qualidade de comunicação demanda o entendimento de como se dá a apreensão dos fenômenos por meio do mecanismo perceptivo universalmente compartilhado pelo organismo humano. Demanda também a aplicação consciente deste conhecimento no processo de concepção da mensagem. Nesse sentido, o propósito deste artigo é estudar, pelo viés da semiótica peirciana, os tipos de raciocínio desenvolvidos pela mente na apreensão de uma mensagem para obter seu significado.

Artigo Completo:

Creation and perception are interdependent. Building meaning is shared with the receiver, which, through the senses and reason, interprets, within your available network of information, what captures. For the recipient to reply to a message in accordance with the intended purpose by the issuer, you must conceive the message as it "should be" to perform a mind. The construction of this communication quality requires the understanding of how is the apprehension of phenomena through the perceptual mechanism universally shared by the human body. It Also demands the conscious application of this knowledge in the message design process. In this sense, the purpose of this article is to study, through the bias of Peirce's semiotics, the types of reasoning developed by the mind in the apprehension of a message for its meaning.

Palavras-chave: semiótica; raciocínio; design; abdução,

Palavras-chave: semiotics; reasoning; design; abduction,

DOI: 10.5151/cid2017-57

Referências bibliográficas
  • [1] BROWN, Tim. Design thinking: uma metodologia poderosa para decretar o fim das velhas ideias. Tradução de: Cristina Yamagami. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.
  • [2] CARVALHO, Maria Amelia de. Um modelo semiótico dos processos nutricionais. 201 134 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina de Botucatu, 201 Disponível em: . Acesso em: mar. 2015.
  • [3] CHIBENI, S. S. A Inferência Abdutiva e o Realismo Científico. In: Cadernos de História e Filosofia da Ciência, série 3, 6 (1): 45-73 [Anais eletrônicos...] Campinas/SP: Universidade Estadual de Campinas,1996. Disponível em: . Acesso em: abr. 2015.
  • [4] COCCHIERI, Tiziana; MORAES, João Antônio de. Uma perspectiva pragmática da lógica da descoberta e da criatividade. In: Cognitio-Estudos: Revista Eletrônica de filosofia, São Paulo/SP, v. 1, n. 1 [Anais eletrônicos...] São Paulo/SP: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. 2009. Disponível em: Acesso em: 02 jun. 2015.
  • [5] DONDIS, A. Donis. Sintaxe da linguagem visual. Tradução de Jefferson Luiz Camargo. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
  • [6] FILHO, Francisco Machado; THOMAZ, Patrícia. As dez classes principais de signos segundo Charles Sanders Peirce. In: VII Jornada Multidisciplinar: Humanidades em Comunicação, Bauru/SP: FAAC/UNESP, v. 7, n. 1, 2005 [Anais eletrônicos...] Disponível em: . Acesso em: 05 nov. 2015.
  • [7] MARTINS, Ivy F. Higino. Semiótica peirciana como fundamento teórico-metodológico do design para a concepção gráfica de marcas. 2016. 174 f. Dissertação (mestrado) – Universidade do Estado de Minas Gerais, Escola de Design, Belo Horizonte, 2016.
  • [8] MORAES, Dijon de. Metaprojeto como modelo projetual. In: MORAES, Dijon de; DIAS, Regina Álvares; BOM CONSELHO, Rosemary (org). Caderno de estudos avançados em design: método. Barbacena: EdUEMG, 2011, p. 35-51.
  • [9] MORAES, Dijon de. Metaprojeto: o design do design. São Paulo: Edgard Blücher, 2004.
  • [10] MORTARI, Cezar A. Introdução à lógica. São Paulo: Editora UNESP: Imprensa Oficial do Estado, 2001.
  • [11] PEIRCE, Charles S; FREGE, Gottlob. Os Pensadores: escritos coligidos. Tradução de Luís Henrique dos Santos. 2. ed. São Paulo: Abril Cultural, 1980.
  • [12] PEIRCE, Charles Sanders. Semiótica. Tradução de José Teixeira Coelho Neto. São Paulo: Perspectiva, 20
  • [13] PINTO, Mário. Elementos básicos de lógica. 3. ed. Belo Horizonte: UCMG/FUMARC, 1984.
  • [14] PINTO, Paulo Roberto Margutti. Introdução à lógica simbólica. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2001.
  • [15] ROMANINI, Anderson Vinícius. Semiótica Minuta: especulações sobre a gramática dos signos e da comunicação a partir da obra de Charles S. Peirce. 2006. 250 f. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação – jornalismo) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
  • [16] SALMON, Wesley C. Lógica. Tradução de Álvaro Cabral. 3. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2002.
  • [17] SANTAELLA, Lúcia. Semiótica aplicada. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.
  • [18] __________________. A teoria geral dos signos. São Paulo: Ática, 1995.
  • [19] SANTOS, Luís Henrique dos. Charles Sanders Peirce. In: PEIRCE, Charles S; FREGE, Gottlob. Os Pensadores: escritos coligidos. Tradução de Luís Henrique dos Santos. 2. ed. São Paulo: Abril Cultural, 1980.
  • [20] SCHÖN, Donald A. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Tradução de Roberto Cataldo Costa. Porto Alegre: Artmed, 2000.
  • [21] TEIXEIRA, Carlos. Prática reflexiva revisitada. In: MORAES, Dijon de; DIAS, Regina Álvares; BOM CONSELHO, Rosemary (org). Caderno de estudos avançados em design: método. Barbacena: EdUEMG, 2011, p. 23-34.
Como citar:

Martins, Ivy F. Higino; Silva, Sérgio Antônio; "O raciocínio humano na percepção e concepção de mensagens de design: uma análise semiótica", p. 656-667 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2318-6968, ISBN: cid2017
DOI 10.5151/cid2017-57

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações