Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

O processo de tomada de decisão em cenários financeiros: uma revisão teórica

Brasileiro, Simone Hilário da Silva; Silva, André Vasconcelos da;

Artigo Completo:

As Finanças Comportamentais representa uma nova área de estudo que surge para contrapor a racionalidade pregada pelas Teorias Econômicas Tradicionais. Ela busca ressaltar a importância da Psicologia no estudo referente ao processo de tomada de decisões financeiras, através da análise de aspectos psicológicos dos indivíduos, buscando aperfeiçoar estudos sobre a irracionalidade do investidor. Neste contexto, o objetivo geral deste artigo é descrever como se configura o campo científico que trata sobre a tomada de decisão em cenários financeiros. A fim de obter informações sobre esse cenário foi realizado um levantamento bibliográfico, onde se buscou as principais perspectivas de referências nacionais e internacionais. Foi possível identificar que vários estudos têm sido desenvolvidos nos últimos anos, na expectativa de contextualizar a área das Finanças Comportamentais, bem como obter mais informações sobre o comportamento e o perfil do investidor. Verificou-se que a Teoria dos Prospectos tem sido muito utilizada atualmente pelos pesquisadores, pois destaca a influência de vieses cognitivos na tomada de decisões, como as experiências anteriores e as crenças de cada indivíduo, que estão relacionados com a capacidade de influenciar o comportamento do indivíduo. Tais estudos tem corroborado a Teoria de Kahneman e Tversky, enfatizando a irracionalidade dos agentes na tomada de decisão.

Artigo Completo:

Palavras-chave: Finanças Comportamentais; Racionalidade; Tomada de decisão,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/sma2016-020

Referências bibliográficas
  • [1] BANDEIRA, L. F.; SILVA, R. M. P.; GONCALVES, A. O. Racionalidade e Processo Decisório em Políticas Públicas: um ensaio sobre modelos de tomada de decisão sob diversas perspectivas de racionalidade. VI Encontro de Administração Pública e Governança – ENAPG, 2014.
  • [2] BARBERIS, N. Mercados: o preço pode não estar correto.
  • [3] BIDONE, E. D.; CASTILHOS, Z. C.; GUERRA, T. Integração dos estudos através de uma abordagem (sócio) econômico-ambiental. In: CARVÃO e meio ambiente. Porto Alegre: UFRGS, p.271-439, 2000.
  • [4] CARDOSO, R. L.; RICCIO, E.; LOPES, A. B. O processo decisório em um ambiente de informação contábil: um estudo usando a Teoria dos Prospectos.
  • [5] BASE – Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, v. 5, n. 2, p.85-95, 2008.
  • [6] CLARKE, R.; KING J. O atlas da água. 1. ed. São Paulo: Publifolha, 2004.
  • [7] FEREIRA, V. R. M. Psicologia Econômica: estudo do comportamento econômico e da tomada de decisão. Rio de Janeiro: Campus, 2008.
  • [8] HAUBERT, F. L. C.; LIMA, M. V. A.; HERLING, L. H. D. Finanças comportamentais: um estudo com base na teoria do prospecto e no perfil do investidor de estudantes de cursos stricto sensu da grande Florianópolis. R. eletr. estrat. neg., Florianópolis, v.5, n.2, p. 171-199, 2012.
  • [9] KAHNEMAN, D.; TVERSKY, A. Prospect theory: an analysis of decision under risk. Econometrica, v. 47, n. 2, p. 263-29, 197
  • [10] KAHNEMAN, D.; TVERSKY, A. Judgment under uncertainry: heurisrics and biases. Cambridge: Cambridge University Press, 1974.
  • [11] KAHNEMAN, D.; TVERSKY, A. Choices, values, and frames. American Psychological Association, v. 39, n. 4, p. 341-350, 1984.
  • [12] LIMA, M. V. Um estudo sobre finanças comportamentais. RAE Eletrônica, v. 2, n. 1, 2003.
  • [13] LINTNER, G. Behavioral finance: why investors make bad decisions. The Planner. 1998.
  • [14] LÖBLER, M. L. REIS, E.; NISHI, J. M.; TAGLIAPIETRA, R.D. Inventário de Estilos de Tomada de Decisão: Validação de Instrumento no Contexto Brasileiro. XXXIX ENANPADI, 2015.
  • [15] MARCH, James G. Como as Decisões Realmente Acontecem: Princípios de Tomada de Decisões. São Paulo: Editora Leopardo, 2009.
  • [16] MEIRELES, Fernando. Teoria da Escolha Racional: Limites e Alcances Explicativos. Caos – Revista Eletrônica de Ciências Sociais. João Pessoa, n. 22, p. 52-61, dezembro 2012.
  • [17] MUZZIO, Henrique. O Paradoxo do RH: Entre a Racionalidade Instrumental e a Racionalidade Substantiva. XXXVII Encontro da ANPAD. Rio de Janeiro/RJ, 2013.
  • [18] OLSEN, R. Behavioral finance and its implications for stock price volatility. Financial Analysts Journal. 1998.
  • [19] OLIVEIRA, E. de; SILVA, S. M. da; SILVA, W. V. Finanças comportamentais: um estudo sobre o perfil comportamental do investidor e do propenso investidor. In: SEMINÁRIO DE GESTÃO DE NEGÓCIOS DA FAE BUSINESS SCHOOL, 2. RECADM, Curitiba, 2005.
  • [20] QUINTANILHA, T. M.; MACEDO, M. A. S. Análise do comportamento decisório sob a perspectiva das heurísticas de julgamento e da teoria dos prospectos: um estudo com discentes de graduação em ciências contábeis. RIC - Revista de Informação Contábil, Vol. 7, n. 03, p. 01-24, 2013.
  • [21] RIBEIRO, I.; SERRA, B. P.de C. Tomada de Decisão Estratégica: Uma Análise das Citações e Co-citações até o Ano de 2014. XXXIX Encontro da ANPAD, 2015.
  • [22] ROGERS, P. et al. Finanças comportamentais no Brasil: um estudo comparativo. In: CONGRESSO USP DE CONTROLADORIA E CONTABILIDADE, São Paulo, 2007.
  • [23] SANTOS, J. O.; BARROS, C. A. S. O que determina a tomada de decisão financeira: razão ou emoção? Revista Brasileira de Gestão de Negócios, São Paulo, v. 13, n. 38, p. 7-20, 2011.
  • [24] SAVAGE, L. The foundations of statistics. New York: Wiley, 1964.
  • [25] SILVA, M. S. O.; FERNANDES, A. S. A. Racionalidade substantiva no processo decisório: um estudo em instituições que lidam com o tratamento oncológico infanto-juvenil na cidade de Natal (RN). Rev. Adm. Pública, v.45, n.5, p. 1327- 1361, 2011.
  • [26] TSEBELIS, G. Jogos ocultos: Escolha racional no campo da Política Comparada. São Paulo, Editora da Universidade de São Paulo, 1998.
  • [27] YOSHINAGA, C. E. et al. Finanças comportamentais: uma introdução. Revista de Gestão USP, São Paulo, v. 15, n. 3, p. 25-35, 2008.
  • [28] VASCONCELOS, A. ; ANTUNES, G. A.; SILVA, C. A. T. Avaliação de perdas e ganhos nas decisões financeiras: uma investigação à luz da prospect theory. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, João Pessoa, v. 2, n. 1, p. 22-38, 2014.
Como citar:

Brasileiro, Simone Hilário da Silva; Silva, André Vasconcelos da; "O processo de tomada de decisão em cenários financeiros: uma revisão teórica", p. 220-228 . In: Anais do Simpósio de Metodologias Ativas: Inovações para o ensino e aprendizagem na educação básica e superior [= Blucher Education Proceedings, v. 2, n. 1]. São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-695X, DOI 10.5151/sma2016-020

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações