Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

O PAPEL DAS REUNIÕES RETROSPECTIVAS DO GERENCIAMENTO ÁGIL DE PROJETOS NA GESTÃO DO CONHECIMENTO: REFLEXÕES A PARTIR DE ANÁLISES MULTICASOS

Almeida, Luís Fernando Magnanini de; Silva, Sérgio Luís da;

Artigo Completo:

O “Paradoxo do Aprendizado” ilustra a dificuldade em se realizar a Gestão do Conhecimento em projetos. Se por um lado, devido aos seus resultados únicos, os projetos estimulam a criação do conhecimento, por outro, sua natureza temporária e exclusiva dificulta a sedimentação desses conhecimentos. Quando se utiliza o Gerenciamento Ágil de Projetos, esses desafios são potencializados, pois esses métodos são próprios para ambientes que demandam maior criação de conhecimentos. Por outro lado, neles a documentação é desestimulada e o cliente está inserido na equipe, que é autogerida, tudo isso contribuindo para a maior valorização do conhecimento tácito ao explícito, dificultando a captura e disseminação dos conhecimentos gerados. Para minimizar esses efeitos, o Gerenciamento Ágil de Projetos utiliza algumas práticas e rituais próprios, dentre eles, as reuniões retrospectivas. Foram estudados diferentes projetos em uma mesma organização, por meio do acompanhamento desse ritual e de entrevistas semiestruturadas com os participantes, constatando a sua efetiva contribuição para a Gestão do Conhecimento, assim como a melhora do desempenho das equipes. Averiguou-se que pequenas alterações nos procedimentos de execução dessas reuniões podem potencializar seus ganhos em termos de aprendizado e que, caso não seja adotada uma sistemática de melhoria contínua, pode-se regredir ao desempenho anterior.

Artigo Completo:

Palavras-chave: Gerenciamento Ágil de Projetos, Gerenciamento de Projetos, Gestão do Conhecimento, Desenvolvimento de Produtos,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/cbgdp2017-052

Referências bibliográficas
  • [1] AHERN, T.; LEAVY, B.; BYRNE, P. J. Knowledge formation and learning in the management of projects: a problem solving perspective. International Journal of Project Management, v. 32, p. 1423-1431, 2014a.
  • [2] AHERN, T.; LEAVY, B.; BYRNE, P. J. Complex project management as complex problem solving: A distributed knowledge management perspective. International Journal of Project Management, v. 32, p. 1371-1381, 2014b.
  • [3] AMRITESH; MISRA, S. C. Conceptual modeling for knowledge management to support agile software development. The knowledge engineering review, v. 29, n. 4, p. 496-511, 2014.
  • [4] BAKKER, R. M.; CAMBRÉ, B.; KOLAAR, L.; RAAB, J. Managing the project learning paradox: A set-theoretic approach toward project knowledge transfer. International Journal of Project Management, v. 29, n. 5, p. 494-503, 2011.
  • [5] BECK, K. et al. Manifesto for agile software development. Disponível em Acesso em 16 jan. 2017, 2001.
  • [6] BRESNEN, M.; EDELMAN, L.; NEWELL, S.; SCARBROUGH, H.; SWAN, J. Social practices and the management of knowledge in project environments. International Journal of Project Management, v. 21, p. 157-166, 2003.
  • [7] CHAN, F. K. Y.; THONG, J. Y. L. Acceptance of agile methodologies: A critical review and conceptual framework. Decision Support Systems, v. 46, p. 803–814, 2009.
  • [8] CHAU, T.; MAURER, F.; MELNIK, G. Knowledge sharing: agile methods vs. Tayloristic methods. In 12th IEEE Workshop on Enabling Technologies: Infra- structure for Collaborative Enterprises (WET ICE 2003). IEEE Computer Society, 2003.
  • [9] DAVIES, R.; SEDLEY, L. Agile Coaching. The Pragmatic Bookshelf. Raleigh, North Caroline, 200
  • [10] DE SOUZA; K, C.; EVARISTO; J. R. Project management offices: a case of knowledge-based archetypes. International Journal of Information Management. V. 26, n. 5, p. 414 – 423, 2006.
  • [11] EISENHARDT, K. M. Building Theories from Case Study Research. Academy of Management Review, v. 14, n. 4, p. 532-550, 1989.
  • [12] FONG, P. S. W. Can we learn from our past? Managing knowledge and learning within and across projects. In: BECERRA-FERNANDEZ, I.; LEIDNER, D., Knowledge Management: An Evolutionary View. Advances in Management Information System. New York, 2008.
  • [13] HIGHSMITH, J. Agile Project Management: creating innovative products. Addison-Wesley: Boston, 2004.
  • [14] LINDNER, F.; WALD, A. Success factors of knowledge management in temporary organizations. International Journal of Project Management, v. 29, p. 877-888, 2011.
  • [15] MARTINS, R. A. Abordagens Quantitativa e Qualitativa. In: CAUCHICK, P. A. M., Metodologia em pesquisa em engenharia de produção e gestão de operações. Campus: São Paulo, 2010.
  • [16] PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE – PMI. Guia PMBOK: Um guia do conjunto de conhecimentos do gerenciamento de projetos. Pennsylvania: Project Management Institute, 4th. ed, 2008.
  • [17] RUBIN, K. S. Essential Scrum: A pratical guide to the most popular agile process. Addison-Wesley: Upper Saddle River, 2012.
  • [18] SCHWABER, K. Agile Project Management with SCRUM. Microsoft Press: Washington, 2004.
  • [19] STUART, I.; McCUTCHEON, D.; HANDFIELD, R.; McLACHLIN, R.; SAMSON, D. Effective case research in operation management: a process perspective. Journal of Operations Management, v. 20, p. 419-433, 2002.
  • [20] SWAN, J.; SCARBROUGH, H.; NEWELL, S. Why don’t (or do) organizations learn from projects? Management Learning., v. 41, n. 3, p. 325-344, 2011.
  • [21] VOSS. C.; TSIKRIKTSIS, N.; FROHLICH, M. Case research in operation management. International Journal of Operation & Production Management, v.22, n. 2, p. 195-219, 2002.
  • [22] WENGER, E. Communities of Practice: Learning, Meaning, and Identity. Cambridge University Press, Cambridge, UK (Orig. 1998), 2001.
  • [23] YANZER CABRAL, A. R.; RIBEIRO, NOLL, R. P. Knowledge Management in Agile Software Projects: A systematic review. Journal of Information & Knowledge Management, v. 13, n. 1, p. 1-37, 2014.
  • [24] YIN, R. K. Case study research: design and methods (4ed.). Trousand Oaks: SAGE Publications, Inc., 2009.
Como citar:

Almeida, Luís Fernando Magnanini de; Silva, Sérgio Luís da; "O PAPEL DAS REUNIÕES RETROSPECTIVAS DO GERENCIAMENTO ÁGIL DE PROJETOS NA GESTÃO DO CONHECIMENTO: REFLEXÕES A PARTIR DE ANÁLISES MULTICASOS", p. 513-522 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/cbgdp2017-052

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações