Dezembro 2020 vol. 8 num. 5 - Colóquio Internacional de Design 2020

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

O meio de produção como forma e linguagemgráfica: a experiência do fazer como potência noprocesso ensino-aprendizagem em design

The means of production as form and graphic language: the making experienceas a power in the design teaching-learning process

Gatinho, Leandro Ferreira; Pires, Julie de Araujo;

Artigo completo:

Este trabalho é parte de uma pesquisa de mestrado em design, que tem como objetivo geral refletiracerca do exercício de criação e das interações resultantes do processo ensino-aprendizagem nodesign gráfico, envolvendo diversas técnicas e materiais de produção gráfica em ofsete. Quandoações contidas no processo de produção adquirem outras perspectivas, que não apenas de meraexecução, proporcionam olhares diversos. Defendemos que essa atitude pode ser estimulada noestudante de design com intuito de extrair de seus materiais, através da manipulação da matéria,possibilidades geradoras para novas formas. Para isso, ele precisa dominar o processo, por meio daexperiência, alcançando não apenas a materialização do seu projeto gráfico, mas tornando o possívelreal, ao potencializar seu processo criativo do ponto de vista técnico, artístico e projetual, gerandoinclusive possibilidades poéticas. Para tal, contribuíram os escritos de Richard Sennett, GastonBachelard, Rafael Cardoso, Jorge Larrosa, entre outros.

Artigo completo:

This paper belongs to a design master's research that aims to reflect on the creativeprocess and a graphic design interactive teaching-learning approach based on experience withmaterials and techniques from the offset industry. We think that we can find new design solutionswhen acquired knowledge by the project approach focused on the experience from the process andthe graphic industry material as a learning e creative process. When the graphic printing productionprocess assumes other perspectives rather than finish points on linear steps projects, they are notonly mere mechanical productive acts. Further, this projective attitude can be stimulated in designstudents in order to extract from its materials, through the manipulation of matter, new possibleforms. For these results, he needs to master the process, through experience, reaching not only thematerialization of his graphic project but making the real possibility, by potentiating their creativeprocess from a technique, as a designer and an artist's point of view. Even generating poeticpossibilities. The writings of Richard Sennett, Gaston Bachelard, Rafael Cardoso, Jorge Larrosa, amongothers, contributed to this reflection.

Palavras-chave: produção gráfica; artesania; design visual; ensino-aprendizagem,

Palavras-chave: graphic printing production; craftsmanship; visual communication design; teaching-learning,

DOI: 10.5151/cid2020-93

Referências bibliográficas
  • [1] ARGAN, Giulio Carlo. “Walter Gropius e a Bauhaus” Lisboa: Editorial José Olympio, 2005.
  • [2] BACHELARD, Gaston. A terra e os devaneios da vontade. Ensaio sobre a imaginação das forças. São Paulo: Martins Fontes, 2013.
  • [3] BARBOSA, Regina. A Obra de Arte Total: Ideias interdisciplinares da secessão Vienense. In 8º Congresso de Pesquisa e Desenvolvimento, 2008. apud STOLASKI, André. Design e Arte: campo minado – uma antologia de discursos comentados e uma proposta disciplinar. Dissertação (Mestrado – área de concentração: projeto espaço e cultura) – FAUUSP, São Paulo, 2012.
  • [4] BENJAMIN, Walter. A Obra de Arte no Tempo de Sua Reprodutibilidade Técnica in “Os Pensadores” Editora Abril, 1975, São Paulo.
  • [5] BENJAMIN, Walter. Magia e Técnica, Arte e Política. São Paulo: Ed. Brasiliense, 198
  • [6] BOMFIM, Gustavo Amarante. Fundamentos de uma Teoria Transdisciplinar do Design: morfologia dos objetos de uso e sistemas de comunicação. In: Estudos em Design, Volume 5, n 2, dez 1997. p. 27- 41.
  • [7] BONDIA, Jorge Larrosa. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, n. 19, jan./abr. 2002.
  • [8] CARDOSO, Rafael. Design para um mundo complexo. São Paulo: Cosac Naify, 2012.
  • [9] CARDOSO, Rafael. Uma introdução à história do design. São Paulo: Blucher, 2008.
  • [10] CARISTI, Fabrizio. Uma ponte entre artesanato, arte, indústria e academia. In. A emoção e a regra: os grupos criativos na Europa de 1850 a 1950. Organizado por Di MASI, Domenico. 9ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2007. 230 – 232 p.
  • [11] FARBIARZ, Jackeline e Ripper, José Luiz. Design em Parceria: visitando a metodologia sob a perspectiva do Laboratório de investigação em Living Design da PUC-Rio. In: Luiz Antônio L. Coelho; Denise Westin. (Org.). Estudo e Prática em Metodologia em Design nos cursos de pós-graduação. Teresópolis: Novas Ideias, 20 p.186-213.
  • [12] GROPIUS, Walter. Bauhaus: Novarquitetura. São Paulo: Editora Perspectiva, Coleção Debates nº 47, 2ª edição, 1974.
  • [13] MISUMI, Juliana. Amar.ela: sobre publicação independente, experiência manual e relações de afeto. 2019. 53 f. Orientação: Julie A. Pires e Pedro Sánchez. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação Visual - Design) - Escola de Belas Artes, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2019.
  • [14] SENNET, Richard. O Artífice. Rio de janeiro: Record, 2009.
  • [15] STOLARSKI, Andre. Design e arte: campo minado uma antologia de discursos comentados e uma proposta disciplinar. 2012. Tese de Douorado. Universidade de São Paulo.
Como citar:

Gatinho, Leandro Ferreira; Pires, Julie de Araujo; "O meio de produção como forma e linguagemgráfica: a experiência do fazer como potência noprocesso ensino-aprendizagem em design", p. 1239-1251 . In: Anais do Colóquio Internacional de Design 2020. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/cid2020-93

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações