Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

O JOGO DA ARQUITETURA: DISCUTINDO A ACESSIBILIDADE PARA SURDOS

ANTONINI, Beatriz; FRANSOLIN, Liorne Cristina; RODRIGUES, Júlio Cezar; BERNARDI, Núbia; KOWALTOWSKI, Doris C. C. Knatz;

Artigo Completo:

A pessoa com deficiência auditiva vivencia diariamente algumas barreiras arquitetônicas que podem dificultar o processo de inclusão social, cultural e arquitetônico. Este artigo partiu da revisão da ABNT NBR 9050/ 2015 e do estudo realizado por Bauman (2010) sobre elaboração do projeto da residência dos estudantes da Gallaudet University - a primeira universidade para surdos. Para fomentar a inclusão foi elaborada uma dinâmica educativa para estudantes de arquitetura e arquitetos buscando repensar parâmetros arquitetônicos que de fato incluam a acessibilidade no partido de projeto, auxiliem o processo de projeto e promovam a interação do surdo com o ambiente construído.

Artigo Completo:

Palavras-chave: deficiência auditiva, acessibilidade, processo de projeto, parâmetros arquitetônicos, dinâmica educativa,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/despro-eneac2016-ACE06-4

Referências bibliográficas
  • [1] ABNT. Associação Brasileira de Norma Técnicas. NBR 9050/2004: Acessibilidade a edificações, mobiliários, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro: ABNT, 2004. 97p.
  • [2] ABNT. Associação Brasileira de Norma Técnicas. NBR 10152/1987: Níveis de ruído para conforto acústico. Rio de Janeiro: ABNT, 2004. 04p
  • [3] BAUMAN, H. Deafspace Design Guideline, Working Draft. Washington, DC: Gallaudet University. 2010.
  • [4] BERNARDI, N.: KOWALTOWSKI, D.C.C. K . When role playing is not enough: improved universal design education. Archnet-IJAR: International Journal of Architectural Research, v. 4, p. 376-390, 2010.
  • [5] DAIANESE, C. A.; GARBIN, T. R. G.; KIRNER, C . Sistema de Realidade Aumentada para Desenvolvimento Cognitivo da Criança Surda. In: Anais do 6th SBC Symposium on Virtual Reality, Ribeirão Preto, Brasil, 273-282, 2003.
  • [6] DKA - Dangermond Keane Architecture. DeafSpace Design Guideline. Disponível em http://dangermondkeane.com/deafspace-design-guide Acesso em 01/11/2015
  • [7] HALES, L. Clear Line of Sight - Faced with the ultimate universal design challenge, LTL Architects creates a new student center based on DeafSpace principles. METROPOLIS MAGAZINE /july-august, 2013. Disponível em: http://www.metropolismag.com/July-August-2013/Clear-Line-of-Sight/ Acesso em 01/10/2015.
  • [8] HALL, E.T. A dimensão oculta. Trad. Sônia Coutinho. Rio de Janeiro: F. Alves, 1977. Cap.10. pp 105-114.
  • [9] LÖWGREN, J.; STOLTERMAN, E. Design methodology and design practice. Methods & tools, v. 6,.n. 1 , Jan/Feb. 199 p. 13–20.
  • [10] O`CONELL, K. A. Designing a City for the Deaf - A university in Washington, D.C., is developing a model for how urban spaces can better serve the deaf or hard of hearing. CITYLAB . Disponível em http://www.citylab.com/design/2012/03/designing-city-deaf/1600/Acesso em 01/11/2015
  • [11] SOMMER, R. Personal Space : the behavioral basis of design. New Jersey, Prentice-Hall Englewood Cliffs, 1969.
  • [12] TYSIMBAL, K. A. Deaf space and the visual world – buildings that speak: an elementary school for the deaf. Thesis. School of Architecture Planning, and Preservation. Faculty of the Graduate School of the University of Maryland, College Park, EUA. 2010.
  • [13] Link consultado: What is DeafSpace. Disponível em http://www.gallaudet.edu/campus-design/deafspace.html Acesso em 01/11/2015.
Como citar:

ANTONINI, Beatriz; FRANSOLIN, Liorne Cristina; RODRIGUES, Júlio Cezar; BERNARDI, Núbia; KOWALTOWSKI, Doris C. C. Knatz; "O JOGO DA ARQUITETURA: DISCUTINDO A ACESSIBILIDADE PARA SURDOS", p. 517-528 . In: Anais do VI Encontro Nacional de Ergonomia do Ambiente Construído & VII Seminário Brasileiro de Acessibilidade Integral [=Blucher Design Proceedings, v.2 n.7]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-eneac2016-ACE06-4

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações