Ar tigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

O Gráfico Amador: um estudo comparativo entre os tipos da oficina e a composição tipográfica de alguns livros

O Gráfico Amador: a comparative study between the fonts of their letterpress printing shop and the typography composition of some books

Aragão, Isabella Ribeiro; Silva, Amanda Pereira Cabral e; Rêgo, Maria Júlia Moreira; Campello, Silvio Barreto;

Ar tigo completo:

Em 1961, após seis anos de atuação, dissolve-se no Recife o grupo de escritores e impressores que formavam O Gráfico Amador — este misto de coletivo experimental, oficina tipográfica e editora independente que marcou os primórdios do pensamento de design gráfico no Brasil com sua produção artesanal de livros, folhetos e impressos efêmeros. O patrimônio tipográfico da oficina original d’O Gráfico (algumas caixas de tipos e maquinário) hoje se encontra no Laboratório de Práticas Gráficas do Departamento de Design da UFPE (LPG) em pleno funcionamento. Este artigo visa apresentar a recente pesquisa de identificação do referido acervo, sobrepondo os resultados encontrados com o inventário feito por Lima (2014); em paralelo com a análise da composição tipográfica de catorze publicações originais do grupo.

Ar tigo completo:

In 1961, after a six year-period of working together, the group of writers and printmakers that embodied O Grafico Amador was dissolved in Recife. The organization, which can be described as a mix of experimental collective, print shop and independent publisher, marked the beginning of graphic design thinking in Brazil with its artisanal production of books, leaflets and ephemera. Their printing shop (some lead types and printers) is now in Laboratório de Práticas Gráficas from the Design Department at UFPE. This paper aims to present the process of cataloguing the typograhic collection, while comparing the results with a previous research done by Lima (2014); in parallel with the analysis of the typographic composition of fourteen original books.

Palavras-chave: tipografia, composição tipográfica, tipos móveis de metal, O Gráfico Amador,

Palavras-chave: typography, typography composition, lead types, O Gráfico Amador,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-5.0187

Referências bibliográficas
  • [1] Andrade, A. L., Moreira, C., & Dias, R. (2019). Imprevistos de arribação: publicações de Osman Lins nos jornais recifenses. Volume Navegantes: Papaterra.
  • [2] Aragão, I. R. (2010). Os tipos móveis de metal da Editora UFPE: apontamentos e descobertas. In: 9 P&D 2010, 2010, São Paulo. Anais do 9 Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design São Paulo: PPG em Design | Universidade Anhembi Morumbi, AEND-Brasil, 2010.
  • [3] Aragão, I. R. (2016). Tipos móveis de metal da Funtimod: contribuições para a história tipográfica brasileira. Tese (doutorado). São Paulo: Universidade de São Paulo.
  • [4] Creni, G. (2013). Editores Artesanais Brasileiros. Belo Horizonte: Autêntica Editora; Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional.
  • [5] Lawson, A. (1990). Anatomy of a typeface. Boston: Godine, 1990.
  • [6] Lima, G. C. (2014). O gráfico amador: as origens da moderna tipografia brasileira. Rio de Janeiro: Verso Editora.
  • [7] Felisette, M. C. de M. (2012). A linguagem gráfica de Aloisio Magalhães e o projeto editorial no Brasil (os anos 50 e 60). Tese (doutorado). São Paulo: Universidade de São Paulo.
  • [8] Martins, F. de O., Lima, E. C., & Lima, G. C. (2018). O engenhoso pioneiro da tipografia da Província do Grão-Pará - João Francisco Madureira. p. 1196-1207. In: 8º Congresso Internacional de Design da Informação / 8º Congresso Nacional de Iniciação Científica em design da informação. São Paulo: Blucher.
  • [9] Meggs, P. B., & Purvis, A. W. (2009). História do design gráfico. 4 ed. Tradução de Cid Knipel. São Paulo: Cosac Naify.
  • [10] Spencer, H. (1983). Pioneers of modern typography. Cambridge, Mass: MIT Press.
  • [11] The monotype specimen book of type faces: a complete catalog of matrices made for use with the monotype composing machine and with type & rule caster. (1922). Filadélfia: Lanston Monotype Machine Company. Disponível em:
  • [12] . Acesso em: 10 jul. 2019.
  • [13] Ulrich, F. (2014) Types of their time: a short history of the geometric sans. Abr. 2014. Disponível em: . Acesso em: 2 set. 2015.
Como citar:

Aragão, Isabella Ribeiro; Silva, Amanda Pereira Cabral e; Rêgo, Maria Júlia Moreira; Campello, Silvio Barreto; "O Gráfico Amador: um estudo comparativo entre os tipos da oficina e a composição tipográfica de alguns livros", p. 2253-2264 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-5.0187

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações